Roma: Mourinho põe condições para permanecer

1 minuto de leitura

Se há algumas semanas a permanência de José Mourinho na Roma parecia certa, os últimos acontecimentos acenderam uma dúvida aos torcedores. Desde o término da Copa do Mundo do Catar, o treinador português esteve envolvido em alguns rumores na imprensa, inclusive de uma possível volta à Premier League. O técnico também foi especulado nas seleções portuguesa e brasileira.

De acordo com a “Sky Sports Italia”, a permanência de Mourinho na Roma dependerá das garantias do clube em manter o time em bom nível técnico. Porém, os Friedkins, proprietários americanos do time italiano, investiram mais de 500 milhões de euros (R$ 2,8 bilhões) para tirar os Lobos da enorme crise financeira que se encontram.

Outro fator que pode contribuir para uma eventual saída de Mourinho são os atritos que o treinador teve com o CEO da Roma, Tiago Pinto, que foram noticiados pela imprensa italiana. Em entrevista coletiva, ambos negaram ter desavenças entre si.

–Minha convicção é que Mourinho será o técnico da Roma também no ano que vem–, declarou Pietro Berardi, diretor administrativo da Roma, em fevereiro. Horas depois, o treinador respondeu com um distante “é a sua intenção”.

José Mourinho chegou à Roma em 4 de maio de 2021 e tem contrato com o clube até o dia 31 de junho de 2024. Pelo clube italiano, o português já conquistou a Conference League em 2021-22. Nesta temporada, o treinador tenta levar La Loba à Champions League. Sua equipe ocupa a quinta posição e está a um ponto do quarto colocado Milan.

Veja mais sobre o futebol europeu

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.