‘Voltar a ser Rodrygo e esquecer de ser Vinicius e Benzema’: jornal critica momento do brasileiro no Real Madrid

5 minutos de leitura

O Real Madrid venceu o Union Berlin na estreia da Champions League 2023/24 por 1 a 0 nesta quarta-feira (20). O jogo do grupo C se encaminhava para terminar empatado em 0 a 0, quando Jude Bellingham encontrou um gol no último minutos dos acréscimos no Santiago Bernabéu.

Real Madrid
20/09/23 - 13:45

Finalizado

1

-

0

Union Berlin

Real Madrid - Union Berlin

UEFA Liga dos Campeões - Santiago Bernabeu

1° Turno

Único brasileiro na partida, Rodrygo foi responsável por algumas das melhores oportunidades criadas pelos Merengues no segundo tempo, quando tiveram mais volume de jogo. No entanto, ele não foi efetivo e a vitória ficou por conta do artilheiro inglês.

‘Tem que esquecer de ser Vinicius e Benzema'

A atuação do camisa 11 foi um dos destaques na análise do jornal espanhol “Marca”, sendo inclusa na seção “incógnita” da crônica. O veículo destacou o fato de Rodrygo não marcar gols desde a abertura do Campeonato Espanhol, quando fez um dos dois da vitória contra o Athletic Bilbao, em agosto.

— Mas isso não é o pior. O pior é que ele parece mais pressionado e individualista, como se desde a lesão de Vini tivesse sido obrigado a assumir todo o peso do ataque.

Vinicius Junior não entra em campo há quase 20 dias, desde que lesionou o músculo bíceps femoral direito. A expectativa era de que ele retornasse justamente após a estreia dos madrilenhos na Champions League, mas ainda não há informações oficiais sobre quando ele volta a campo.

Na visão do “Marca”, Rodrygo não tem sido eficiente porque se sente pressionado com a ausência não apenas de Vini, mas também de Benzema. O francês foi um dos jogadores do futebol europeu que se transferiu para a Arábia Saudita na última janela de transferências. Hoje, no Al Ittinhad, o atacante tem feito certa falta na equipe, apesar de o Real Madrid seguir invicto no Espanhol.

— Se fala bem da sua vontade de carregar o time nas costas, mas essa ansiedade de marcar e decidir em cada jogada o está levando a tomar decisões erradas dentro de campo. Rodrygo tem que voltar a ser Rodrygo e esquecer de ser Vinicius e até Benzema.

De acordo com a plataforma “Sofascore”, Rodrygo tem uma marca de 2,35 gols esperados, 4,2 chutes por jogo e uma média de 0,2 por jogo no Espanhol nesta temporada.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Me formei em Jornalismo pela PUC-SP em 2020. Antes de escrever para a PL Brasil, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.