‘Não aceito jogadores assim’: Jorginho é detonado por capitão do Newcastle após derrota do Arsenal

4 minutos de leitura

O Arsenal foi até o St. James’ Park no último sábado (4), para enfrentar o Newcastle, e perdeu sua primeira partida na Premier League. Os Magpies venceram por 1 a 0 e, ao fim do jogo, Jorginho foi alvo de críticas rivais.

Isso porque o ítalo-brasileiro, que foi capitão da equipe londrina na ocasião, teve discussões ao longo do jogo e, depois do apito final, decidiu ignorar os cumprimentos de Jamaal Lascelles, capitão do Newcastle – que o criticou veementemente.

Jorginho “sem respeito” contra o Newcastle

Após a partida, Lascelles disse estar “muito contente” por ter vencido o Arsenal justamente por conta da “falta de respeito” do meio-campista do time de Arteta.

— Eu estava furioso. Eu nunca recusaria apertar a mão de um capitão adversário, de jeito nenhum. Você pode ter quantas discussões quiser em campo, mas apertar as mãos no final, faz parte do esporte – reclamou o zagueiro.

Lascelles Newcastle
Foto: Icon Sport

O capitão do Magpies disse aos repórteres que foi ignorado pelo jogador dos Gunners e criticou a reação do Arsenal à primeira derrota na liga desde maio:

— Estou muito contente por termos vencido. O capitão deles, Jorginho, não quis apertar minha mão após o jogo – disse ao “Daily Mail”.

Para Lascelles, aconteça o que acontecer em campo, como discussões, “você demonstra fair play e aperta as mãos depois. }”Ele não fez isso, então estou muito contente por termos vencido. Jogadores assim, eu não acho que seja aceitável”, disse o jogador do Newcastle.

As críticas do Arsenal contra arbitragem

Um jogo tenso em St James’ Park encerrou a sequência invicta do Arsenal com um gol polêmico de Anthony Gordon, posteriormente chamado de “vergonha” pelo treinador dos Gunners, que acreditava que a bola havia saído de campo no lance.

Arsenal Arteta
Foto: Icon sport

A tensão aumentou ainda mais no domingo, quando o Arsenal divulgou uma declaração enérgica exigindo que a PGMOL “abordasse urgentemente o padrão de arbitragem na Premier League” após o jogo.

O capitão dos Magpies ainda comentou sobre a saída rápida dos demais jogadores depois da partida, descontentes com a situação, quando lembrou da atitude de Jorginho.

— Muitos deles entraram (no vestiário), mas eu fui até ele (Jorginho) para apertar a mão, mas ele não quis – e ele é o capitão deles! Houve muito disso no jogo, mas isso é futebol e soubemos lidar com isso e manter a calma – disse o zagueiro.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]