Como jogar a 5ª divisão ajudou Pickford a se tornar um goleiro de topo?

Goleiro do Everton fez ótima aparição na Copa do Mundo

0
258

O heroísmo de Jordan Pickford na Copa do Mundo fez as pessoas perceberem que grande goleiro ele é. Antes do torneio mundial, e mesmo durante, os torcedores estavam se perguntando se ele era a escolha certa para ser o número 1 da Inglaterra.

Pickford afastou essas críticas com brilhantes desempenhos que ajudaram os torcedores ingleses a acreditarem na equipe novamente. Onde é que tudo começou? Na Liga Nacional, a quinta divisão inglesa.

Na temporada 2011/12, o Darlington estava em completa desordem. Os jogadores foram liberados e vendidos para todos os lugares, e o clube teve que confiar muito na juventude. Em um ponto, eles tinham um fisioterapeuta que ainda estudava na Universidade de Teesside.

Pickford

O clube estava inevitavelmente em direção à falência. A extinção do Darlington foi adiada até o final da temporada graças ao financiamento dos torcedores, mas apesar do fim, houve uma última luz brilhante para os torcedores desfrutarem – Jordan Pickford.

Ele, de 17 anos, se juntou aos Quakers por empréstimo vindo do Sunderland em 21 de janeiro de 2012 e fez sua estreia pelo clube no mesmo dia contra o Fleetwood.

O Darlington perdeu o jogo por 1 a 0, graças a um gol de Danny Rose, que foi contestado por ter sido impedido.

Leia mais: A Copa da Rússia atesta: futuro da seleção inglesa é animador

Durante seu período no Darlington, Pickford atuou em 17 partidas e sofreu 39 gols, manteve apenas dois clean sheets e não comemorou uma vitória em campo sequer uma única vez.

Um ponto baixo em particular do tempo de Pickford no clube foi seu segundo jogo, na derrota por 3 a 2 contra Hayes e Yeading.

Em apenas 6 minutos, o Darlington já tinha sofrido dois gols, com Pickford sendo responsável pelos dois tentos.

O primeiro gol veio depois que Pickford derrubou Julian Owusu e o árbitro marcou um pênalti. Louie Soares converteu a penalidade.

O segundo gol veio de um lance de Pickford que foi interceptado por Daniel Wishart, que então correu em direção ao gol sem nenhum jogador do Darlington tentando detê-lo.

Leia mais: Goleada do Arsenal em amistoso: as impressões do trabalho de Unai Emery

Em outro jogo contra o Alfreton, com o placar em 1 a 1, Pickford atrapalhou um chute, e a bola caiu para Paul Clayton converter, com o jogo terminando em uma derrota por 3 a 1. Seis semanas depois, contra o  Telford, Pickford cometeu um grave erro.

Como a bola estava pulando e o meia Richard Davies estava correndo em direção a ele, Jordan tomou a decisão errada.

Em vez de afastar o lance para um dos lados, Pickford chutou pra frente e Davies foi rápido ao alcançar a bola e marcar. O jogo terminou em 3 a 3. Após o erro, o técnico Craig Liddle e todo o time se reuniram em torno dele para tranquilizá-lo.

Leia mais: A camisa 7 do Manchester United está amaldiçoada

jordan pickford

Apesar de seus erros, Pickford ainda era um titular confiável. Ele fez algumas defesas importantes no empate em 2 a 2 do Darlington contra o York, ao impedir que o time roubasse os três pontos, depois de salvar um chute de Paddy McLaughlin.

Ele também teve um desempenho digno de crédito na derrota por 2 a 0 do Darlington para o Southport. Depois de Pickford ter se juntado ao Everton, o treinador do Southport e torcedor dos Toffees, Liam Watson, falou sobre sua performance naquele jogo:

“Naquela noite, nós [Southport] jogamos bem e vencemos por 2 a 0, mas o assunto principal depois do jogo foi: “Como foi bom o goleiro?!” Ele era imenso”, afirmou Watson.

A realidade se impôs sobre Pickford e Darlington depois de uma derrota por 5 a 0 para o Lincoln, com os Quakers perdendo por 4 a 0 no intervalo e sofrendo três gols em oito minutos. Durante esse jogo, Pickford foi visto gritando com o zagueiro Neil Wainwright depois que o Darlington sofreu um gol.

Craig Liddle falou recentemente sobre a voz que ele tinha quando estava em campo:

Não tinha medo de dar bronca nos rapazes com quase o dobro da sua idade se achasse que estavam fazendo algo errado. Ele estaria gritando com os defensores.

O rebaixamento do Darlington foi confirmado no jogo seguinte, com uma vantagem de dois gols sendo perdida nos últimos oito minutos para empatar em 2 a 2 com o Bath.

Mas Pickford não se intimidou. No primeiro jogo desde que o rebaixamento do clube foi confirmado, o jovem de 18 anos manteve seu segundo clean sheet em sua carreira no empate em 0 a 0 contra o Newport, com um desempenho semelhante ao de Grimsby.

Seu último jogo pelo clube (e o de Darlington, para sempre) foi uma derrota por 2 a 0 para Forest Green. Foi o fim do time, mas o começo de Pickford.

Em 25 de fevereiro de 2013, Jordan Pickford fez outro empréstimo para as divisões inferiores, desta vez ele atuaria pelo Alfreton. Ele se juntou aos Reds após uma lesão sofrida pelo goleiro Phil Barnes.

No dia seguinte, ele fez sua estreia pelo clube e provou a vitória pela primeira vez quando o Alfreton derrotou o Hyde por 5 a 1. Após sua estréia, o técnico Nicky Law estava cheio de elogios por ele:

“Ele foi um grande ponto positivo hoje à noite. Após a lesão de Phil, perguntamos sobre Jordan. Ele é a terceira escolha no Sunderland, o que diz tudo, e para Martin O'Neill deixá-lo vim, somos muito gratos por isso. O desempenho do goleiro jovem foi imenso e fez uma enorme diferença para nós”, concluiu Law.

Em seu segundo jogo pelo clube, ele repetiu seu heroísmo contra o Wrexham para segurar um empate heroico.

No próximo jogo, ele foi o homem do Alfreton no empate em 1 a 1 contra o Tamworth depois de fazer uma série de defesas. Ele então manteve sua primeira ficha limpa para o clube em uma vitória por 3 a 0 sobre o Ebbsfleet.

Após a vitória contra o Ebbsfleet, Nicky Law novamente elogiou Pickford, acreditando que ele estava destinado a ser goleiro titular de um time da Premier League:

“Ele é um rapaz brilhante e tem um grande futuro pela frente. Falando com as pessoas no Sunderland, eles se entusiasmaram e pensam que ele vai jogar no topo da Premier League. Tenho certeza que ele CONSEGUIrá. Se você olhar para os últimos quatro jogos, sofremos apenas três gols, e não é coincidência que Jordan Pickford tenha sido uma grande parte disso.”

Pickford sofreu sua primeira derrota como jogador do Alfreton, perdendo por 2 a 1 para o Braintree, mas apesar disso, ele foi escolhido pela segunda vez como o melhor jogador do clube por negar que o adversário transformasse a derrota em um vexame.

Outra derrota seguiu-se contra o Lincoln, mas Pickford foi eleito o homem do jogo do Alfreton na partida pela terceira vez em cinco jogos, depois do time adversário ter feito 10 tiros ao alvo, com Pickford salvando oito deles na derrota por 2 a 0.

Leia mais: Os novos rostos da Premier League: conheça 10 recém-contratados para 2018/19

Reprodução/Getty

O jogo contra o Lincoln foi o início das coisas boas para o arqueiro, com Pickford mantendo três clean sheets consecutivos.

Pickford originalmente queria se juntar a um clube da Liga antes de ir para o Alfreton, mas não teve sucesso. No entanto ele não teve arrependimentos, pois o empréstimo ajudou-o a continuar seu progresso subindo a pirâmide:

“Eu queria tentar encontrar um clube da Liga na época, mas isso não aconteceu e eu saí para um clube das divisões inferiores. Eu precisava atuar em vários jogos e eu mantive algumas folhas limpas lá também. Foi outra grande experiência e uma oportunidade de entrar no fundo do poço e aproveitar minha chance”, concluiu Jordan.

Seu período no Darlington o preparou bem para o que estava por vir no Sunderland e no Everton.

A agitação na época foi uma lição bem aprendida, já que nas duas últimas temporadas, Pickford se tornou excessivamente crucial.

Leia mais: Até que ponto o dinheiro influencia na tabela da Premier League?

Apesar de toda a desconexão em Darlington e do vazamento de gols em todos os outros jogos, isso não o afetou.

Considerando que ele tinha 17 e 18 anos na época em que esteve no time, alguém assumiria que um goleiro daquela idade teria sua confiança perdida. Mas não Pickford.

“Foi minha primeira experiência no futebol de primeira equipe quando fui para o Darlington, aos 17 anos. Eles estavam com dificuldades e me perguntaram se eu queria ir lá e ajudá-los. O meu treinador pensou que eu estava a ultrapassar o futebol dos sub-17 que jogava no Sunderland e joguei quase 20 jogos por eles e foi de qualidade. Eu realmente gostei, foi uma grande experiência para mim, apesar do time ser agredido todas as semanas durante o período difícil para o clube”, afirmou o goleiro.

Outra coisa que ele aprendeu nas divisões inferiores da Inglaterra foi se adaptar a críticas e abusos. Contra a Bélgica, na fase de grupos da Copa, ele foi criticado por “usar a mão errada” e “não ser alto o suficiente”.

Mas ele afastou essas palavras duras e as usou para se aperfeiçoar depois de se acostumar a ouvir insultos como nos dias em Darlington e Alfreton.

“Quando há apenas 500 torcedores dentro de um estádio, você pode ouvir tudo o que eles dizem, cada pequena palavra que está sendo dita. Então é isso que transforma você de criança em homem.”

Leia mais: O que esperar de Maurizio Sarri no Chelsea?

Ele ainda comete alguns erros. Mas muito raramente. E sempre que ele cometer um erro, ele é seu crítico mais duro. Ele não se deixa levar por isso e sempre promete fazer melhor da próxima vez.

Jordan Pickford agora é adorado pelos torcedores de futebol de todo o país. Eles estiveram inicialmente desconfiados sobre ele, mas agora estão vendo o que ele é verdadeiramente.

Seu período em Darlington e Alfreton foram uma curva de aprendizado para Pickford. Darlington foi um teste que ele passou voando e Alfreton permitiu que ele desabrochasse.

Eles lhe deram a oportunidade de mostrar sua habilidade, melhorar seu desempenho, cometer erros e aprender com eles, e enfrentar críticas e abusos.

Eles permitiram que Jordan Pickford crescesse como jogador de futebol e, por isso, temos que agradecer ao futebol inferior por nutrir um dos melhores jovens goleiros do mundo.

Texto originalmente escrito por Bradley Cates, do EFC Statto. Para ler em inglês, clique aqui.

Não há posts para exibir