7 jogadores importantes que voltam de lesão depois da quarentena

Confira os atletas que retornarão aos gramados ingleses

1
352
jogadores lesão
PAUL ELLIS/AFP via Getty Images

A Premier League completará 100 dias de paralisação por conta da pandemia. O retorno está previsto para o dia 17 de junho. A suspensão deu tempo de vários jogadores se recuperarem de lesão para o término da liga.

A PL Brasil separou os sete nomes mais importantes que estavam lesionados (e praticamente descartados da temporada), mas se recuperaram durante o período de quarentena e vão reforçar os times na reta final de campeonato.

7 jogadores importantes que voltam de lesão depois da quarentena

Alisson (Liverpool)

Michael Regan/Getty Images

O goleiro do Liverpool se lesionou em março deste ano num treino e perdeu três jogos da equipe. Sem ele, os Reds foram eliminados da Copa da Inglaterra para o Chelsea e da Champions League com erros do seu reserva, Adrián.

Portanto, a volta do camisa 1 é essencial para a manutenção da solidez defensiva do time, assim como a confirmação do título da Premier League, que deve vir em breve.

Aymeric Laporte (Manchester City)

View this post on Instagram

Ain't no place like home ????????

A post shared by Aymeric Laporte ⓮ (@laporte) on

Laporte foi um pedido especial de Pep Guardiola para reforçar a defesa dos Citizens. Entretanto, o físico do jogador pouco colaborou e, vez ou outra, sofreu com lesões. Nesta temporada, não foi diferente.

Antes de se machucar em fevereiro contra o Real Madrid na Champions, Laporte fazia uma grande dupla de defesa ao lado de John Stones (ou Nicolas Otamendi). A expectativa de retorno era de 30 dias, mas a quarentena fez sua nova ausência menos sentida.

Com o francês fora, o treinador teve que improvisar o brasileiro Fernandinho na defesa por falta de opção. Por mais que o ídolo do City desempenhe um bom papel, trata-se de um meio-campista no miolo da zaga. Com Laporte de volta, a defesa fica muito mais completa.

Leroy Sané (Manchester City)

Michael Regan/Getty Images

O ponta alemão teve uma grave lesão no ligamento cruzado do joelho direito no jogo da Supercopa da Inglaterra (Community Shield). Até a temporada passada, pelo menos, Sané alternava entre titularidade e banco de reservas.

Contudo, a briga por posição no ataque do City nesta temporada está muito mais acirrada agora. A boa fase dos concorrentes (Raheem Sterling e Riyad Mahrez) pode deixar o camisa 19 sem muito espaço no elenco. Com essa lesão, ele vai ter que lutar para recuperar o prestígio.

Apesar de tudo, a volta de Sané agrega velocidade e muita qualidade em dribles  como opção para Pep Guariola para escalar o ataque dos Sky Blues.

Leia mais: Por que o Manchester City aposentou a camisa 23?

Marcus Rashford (Manchester United)

View this post on Instagram

Big hair don’t care…

A post shared by Marcus Rashford (@marcusrashford) on

O atual camisa 10 do Manchester United lesionou as costas em janeiro de 2020 e deveria voltar somente em meados de abril ou até mesmo maio. A princípio, a lesão parecia simples. Depois, até a sua participação na Eurocopa foi questionada.

No entanto, com as rodadas postergadas, Rashford ganhou tempo para se recuperar. Claro que a chegada de Bruno Fernandes diminuiu o tamanho da ausência, mas o seu retorno ao campo transforma o patamar do ataque Red Devil.

Ao invés de ter um novato como Daniel James ou Mason Greenwood, Ole Gunnar Solskjaer ganha uma alternativa muito mais sólida e confiável. Afinal, Rashford era (e ainda é) o artilheiro do time na temporada com 19 gols.

Paul Pogba (Manchester United)

jogadores lesão
PAUL ELLIS/AFP via Getty Images

A temporada 2019/2020 de Paul Pogba, além de polêmica, tem sido parada. Principalmente por conta de sua lesão no tornozelo direito que aconteceu após apenas sete jogos de Premier League.

A previsão de retorno era para um mês depois, mas a lesão se agravou e o francês teve até que passar por uma cirurgia no pé em janeiro.

“Ele está lesionado agora e provavelmente precisará de uma operação no pé. E vamos ver quanto tempo leva para ele voltar.”, disse Solskjaer, em entrevista coletiva.

Sem uma data concreta para a sua volta, especulações começaram a aparecer e seu destino no clube foi questionado porque o próprio atleta parecia não demonstrar interesse em jogar novamente.

Entretanto, a pausa nas competições esportivas providenciou o tempo necessário para o camisa seis estar disponível. Agora, a ansiedade da torcida é ver o jogador mais talentoso do elenco junto da nova contratação Bruno Fernandes no meio de campo.

Leia mais: Fergie time: as maiores vitórias do Manchester United nos minutos finais

Harry Kane (Tottenham)

jogadores lesão
Richard Heathcote/Getty Images

Sem dúvidas, Kane é o jogador mais importante dos Spurs há alguns anos. Apesar da lesão, ele se manteve como artilheiro da equipe no campeonato com 11 gols. Seu tempo longe dos gramados foi bastante prejudicial para os Spurs.

A recuperação deveria durar três meses, no mínimo. A parada “antecipou” sua volta. De fora desde janeiro por conta de uma lesão no tendão da coxa esquerda, José Mourinho foi obrigado a testar várias escalações e chegou a utilizar Dele Alli como um falso nove.

De casa, o atacante inglês viu seu time ser eliminado da Champions League pelo RB Leipzig e cair de rendimento com o técnico português na Premier League. Tanto que atualmente o clube está fora da zona de classificação para competições europeias.

Heung-Min Son (Tottenham)

jogadores lesão
JUSTIN TALLIS AFP via Getty Images

É impressionante como Son acaba desfalcando o Tottenham nos momentos mais cruciais da temporada. Não é culpa do sul-coreano, óbvio, mas vale relembrar que ele já ficou de fora por causa de competições envolvendo o seu país natal e até por problemas com o serviço militar.

Dessa vez, Son teve uma lesão no dia 16 de fevereiro na partida contra o Aston Villa. Mesmo com o braço dolorido, o atacante ainda foi capaz de marcar duas vezes na heroica vitória por 3 a 2.

Mourinho, já sem Kane, chegou a descartá-lo da temporada em entrevista coletiva. Contudo, a paralisação dos jogos proporcionou uma solução para o problema do camisa sete, tanto fisicamente quanto como cidadão sul-coreano (o atleta quitou seus deveres com o serviço militar) e estará disponível para o retorno da competição no dia 17 de junho.

E para você, torcedor, qual é o retorno mais importante?

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.