10 jogadores que estão surpreendendo na temporada 2019/2020

Listamos nomes que fazem grande temporada na Premier League

Aston-Villa Jack Grealish Catherine Ivill Collection Getty Images Sport
Catherine Ivill Collection Getty Images Sport

A temporada 2019/2020 da Premier League está pegando fogo. O Liverpool segue na ponta da classificação e dominando todos os seus adversários. Além disso, muitos jogadores têm surpreendido e mostrado um bom futebol ao longo desta temporada. A PL Brasil preparou uma lista com alguns jogadores que vêm surpreendendo e chamando  atenção nesta edição da competição nacional.

Caglar Söyüncü

O Leicester possui a segunda melhor defesa da Premier League com 19 gols sofridos em 21 partidas. E um dos responsáveis pelo bom desempenho do setor defensivo dos Foxes é o zagueiro turco,  Caglar Söyüncü.

Söyüncü foi contratado junto ao Freiburg na temporada 2018/2019 com apenas 22 anos de idade. E em seu primeiro ano com a camisa do Leicester City, o defensor não teve muitas oportunidades já que o setor era composto por Evans e o zagueiro da seleção inglesa, Harry Maguire.

No entanto, com a saída de Maguire para o Manchester United nesta temporada (transação que fez o defensor inglês se tornar o zagueiro mais caro da história do futebol), Söyüncü ganhou o seu espaço com o treinador Brendan Rodgers.

E o seu início de Premier League em 2019 é excepcional. Não só dele, mas de todo o setor defensivo que é composto por Schmeichel, Ricardo Pereira, Evans e Chilwell.

Söyüncü é um zagueiro muito firme e de muita precisão, principalmente nos combates no 1×1. Além disso, tem velocidade para fazer as coberturas, excelente posicionamento e tempo de bola nas jogadas aéreas ofensivas e defensivas.

Sem dúvidas, o defensor turco é uma das principais surpresas deste início de temporada. Tanto que, de acordo com os rumores da imprensa britânica, o jogador já desperta o interesse do grande Manchester City.

Leia mais: Söyüncü faz torcida do Leicester esquecer Maguire 

Tammy Abraham

Com a punição de não poder contratar na última janela de transferências, o Chelsea teve de improvisar e apostar em um elenco recheado de jovens. E essa aposta vem dando muito certo.

E um desses jovens é Tammy Abraham. O atacante inglês de 22 anos passou por vários empréstimos antes de estrear, definitivamente, com a camisa dos Blues. Logo de cara, assumiu a tão emblemática camisa 9, que foi um pesadelo nos últimos anos para vários atacantes.

Abraham é um atacante de muita presença de área e bom posicionamento para definir as situações. Além disso, é um jogador rápido e que consegue fazer ótimos movimentos sem bola para atacar o espaço e receber em profundidade. Um exemplo claro disso foi o seu belíssimo gol diante do Watford, com assistência magistral de Jorginho.

Apesar da oscilação do Chelsea na temporada, Tammy Abraham é a principal surpresa dos Blues. O atacantes inglês é um dos artilheiros da Premier League com 12 gols marcados em 20 partidas, colocando um ponto final na “maldição” da camisa 9 do Chelsea.

Leia mais: Como punição da Fifa ajudou o Chelsea a se destacar na Premier League com jovens promessas

Mason Mount

Outro jovem do Chelsea na lista. Outra grande aposta de Frank Lampard. Mason Mount é mais um jogador das categorias de base que ganhou espaço com o técnico.

Super Frankie conhece muito bem o meio-campista inglês de 20 anos. Eles trabalharam juntos no Derby County na última temporada. E na Championship, Mount teve um papel fundamental no funcionamento do time. Em 35 partidas, foram oito gols e cinco assistências, algo que surpreendeu o comandante do Chelsea e o fez bancar como titular da equipe.

Mount é um meio-campista de muita movimentação. E no 4-2-3-1, que Frank Lampard usou na maioria dos jogos dos Blues, o meio-campista atuou como extremo-esquerdo, mas também se posicionou como um ponta de lança mais centralizado.

O inglês é um jogador que dá muitas opções. Tanto pelo lado técnico, quanto pelo lado tático. Com a bola, é um atleta de muita criatividade, construção com passes curtos e também com passes verticais. Além disso, pode ser incisivo nas jogadas de 1×1 para buscar a finalização.

Taticamente, Mason Mount ajuda muito na transição defensiva com o perde-pressiona. Ele é um atleta de muita intensidade e que consegue fazer essa marcação-alta, facilitando a recuperação da posse.

E com tantos recursos táticos e principalmente técnicos, Mount surpreende pela forma como se adaptou fácil à Premier League, e de não sentir a pressão de jogar em um grande clube.

Em 21 jogos do Campeonato Inglês, ele balançou as redes em cinco oportunidades e deu ainda deu três assistências. Hoje é um dos pilares do setor ofensivo dos Blues ao lado de Tammy Abraham e Pulisic.

Jack Grealish

Aston-Villa Jack Grealish Catherine Ivill Collection Getty Images Sport
Catherine Ivill Collection Getty Images Sport

O meia-campista inglês e grande ídolo do Aston Villa é um dos grandes destaques desta Premier League. Apesar de o Villa fazer uma campanha ruim, Jack Grealish vem chamando a responsabilidade.

Grealish é um meio-campista ofensivo de muita mobilidade. Naturalmente, joga aberto pelo lado esquerdo explorando os dribles curtos para gerar vantagem numérica para o setor ofensivo. É muito comum, também, ele fazer o movimento de fora para dentro com a bola nos pés.

Além de ser um ótimo condutor, Jack Grealish tem também como característica jogar com o passe vertical, criando oportunidade para seus companheiros de ataque. Ele é o grande maestro da equipe do Aston Villa. É o jogador que dita o ritmo para o time de Birmingham.

E o que comprova essa grande influência de Grealish para o time são os seus números. Ele participou diretamente de 40% dos gols do Aston Villa na Premier League. Em 19 jogos, o inglês marcou seis gols e deu cinco assistências.

Além dos bons números, Jack chama atenção pelo seu bom desempenho em jogos grandes. Deu passe para gol contra o Arsenal no Emirates Stadium e marcou gols contra o Manchester United em Old Trafford e diante do Leicester no Villa Park.

Leia mais: Jack Grealish: enfim a joia do Aston Villa brilha na Premier League

Marcus Rashford

Apesar de ser jovem, apenas 22 anos, podemos dizer que Marcus Rashford é o grande nome do Manchester United. A sua evolução nesta temporada é um dos principais motivos de felicidade dos torcedores dos Red Devils.

Assumindo o comando de ataque ao lado de Daniel James, Rashford já alcançou a marca dos 12 gols nesta edição da Premier League em apenas 21 jogos. Ao todo, o Manchester United marcou 32 gols na competição, e o atacantes inglês é responsáveis por participar diretamente de 16 desses 32, ou seja, Rashford está envolvido em 50% dos gols dos Diabos Vermelhos na competição.

Além dos 12 tentos marcados, ele ainda deu quatro assistências. Seus números desta temporada só mostram a sua grande evolução. Em 2019/2020 ele já alcançou a sua maior quantidade de gols na Premier League. A sua antiga marca era de apenas dez gols em 33 partidas, na temporada 2018/2019.

O fato é que Rashford vem mostrando uma maior maturidade e responsabilidade nesta temporada. Ele é um atacante de muito recurso. Consegue sair da área para criar situações, é forte no 1×1 e explora muito bem os lados de campo, além de fazer boas movimentações sem bola e ocupar espaços nas costas dos defensores.

E nesta edição da Premier League, Marcus Rashford vem sendo a principal estrela do Manchester United, principalmente com a ausência de Paul Pogba. E sem dúvidas, o jovem atacante inglês faz a sua melhor temporada da carreira.

Leia mais: Rashford vive fase artilheira e se torna protagonista 

Todd Cantwell

Novamente na elite do futebol inglês, o Norwich City começou a temporada de forma surpreendente na Premier League, com direito a vitória categórica diante do Manchester City em casa pelo placar de 3 a 2. No entanto, após o início promissor, os Canários caíram de rendimento ao decorrer dos jogos.

Porém, mesmo com a fase ruim, o Norwich tem apresentado alguns jovens jogadores de muito potencial. E o inglês Todd Cantwell é um dos bons atletas do time do leste da Inglaterra, e que tem surpreendido na Premier League.

Cantwell é um meio-campista ofensivo que joga aberto pelo lado esquerdo. Porém, ele tem a característica de fazer o movimento de fora para dentro com a bola dominada e partir em direção ao gol para finalizar, ou achar Teemu Pukki nos desmarques.

O jovem inglês é o grande pensador e criador do Norwich. E nesta Premier League ele tem brilhado cada vez mais. Em 21 rodadas da competição nacional, Cantwell marcou seis gols e ainda distribuiu duas assistências. Ele é o vice-artilheiro do time (ficando atrás apenas de Pukki), e o segundo jogador que mais participou dos gols dos canários no Campeonato Inglês.

Leia mais: Todd Cantwell, joia do Norwich vem fazendo temporada de gente grande 

Jetro Willems

O Newcastle faz uma temporada de altos e baixos até aqui. O time está na 13ª primeira posição da Premier League com 25 pontos. No entanto, o lateral-esquerdo holandês Jetro Willems é um dos bons destaques dos Magpies.

Willems é um jogador de muita força física e intensidade, que atua como uma “válvula de escape” para o Newcastle. Sempre utilizando o corredor esquerdo e dando profundidade ao ataque, o holandês fez excelentes jogos neste início de competição.

Em 17 jogos com a camisa do Newcastle na Premier League, o atleta anotou dois gols e ainda deu duas assistências. O detalhe é que os dois gols marcados foram em jogos contra os principais times do grupo Big 6, Liverpool e Manchester City.

Leia mais: A inesperada boa fase do Newcastle na Premier League

Daniel James

O Manchester United não vive os seus melhores momentos. O time é o sexto colocado da Premier League, mas com um desempenho muito abaixo do esperado. Porém, uma das principais notícias positivas da temporada dos Red Devils é o jovem galês Daniel James.

O jogador foi uma grande aposta do time na janela de transferência de verão. Contratado junto ao Swansea City por apenas 15 milhões de euros, Daniel James chegou sem badalação. Porém, rapidamente conquistou a sua vaga de titular logo no começo de temporada, e hoje é um das peças fundamentais para o setor ofensivo do técnico, Ole Gunnar Solskjaer.

James é um jogador de muita velocidade. É um extremo que pode atuar pelo lado direito e pelo lado esquerdo, sempre dando muita profundidade para o ataque dos Red Devils. E com a sua velocidade e habilidade, o atleta consegue gerar superioridade numérica para o setor ofensivo nos lances de 1×1.

Nesta temporada, em 20 partidas, o galês marcou três gols e contribuiu com seis assistências. Mesmo com números “tímidos”, Daniel James vem mostrando uma grande regularidade, e sendo um dos principais jogadores do Manchester United em 2019/2020.

Leia mais: Daniel James: o começo animador da grande aposta do Manchester United

Youri Tielemans

Outro grande destaque do vice-líder e grande sensação da temporada é Youri Tielemans. O belga de 22 anos tem sido uma peça fundamental para o setor de meio-campo do Leicester City ao lado de Ndidi e Maddison.

O jogador chegou ao Leicester por empréstimo junto ao Monaco em janeiro de 2019. Porém, em 2019/2020, os Foxes exerceram a opção de compra e contrataram o jogador em definitivo por 38 milhões de euros.

Tielemans é mais um atleta da “ótima geração belga”. É um meio-campista que tem como característica a construção do jogo. No Leicester, ele atua como um “segundo homem” de meio. Seja em um 4-3-1-2 (com Praet jogando ao seu lado e Ndidi na contenção), ou em um 4-2-3-1 (formando a primeira linha de meio-campo com o nigeriano).

O belga tem a função de dar ritmo e criação ao setor de meio-campo do Leicester ao lado de Maddison. O jogador está sempre participando da construção ofensiva. Seja com passes mais curtos (na base da jogada), ou até mesmo com passes mais verticais, achando Maddison entre as linhas e Jamie Vardy atacando os espaços vazios.

E nesta temporada, Tielemans está cada vez mais participativo. Ele está entre os jogadores que mais dão passes na Premier League. Ao todo são 1056 passes na competição, mostrando a sua grande participação nas jogadas de ataque dos Foxes.

Além disso, em 21 jogos do Campeonato Inglês, ele marcou três gols e contribuiu com três assistências. Youri Tielemans vem mostrando aos poucos ser um dos melhores meio-campistas da Premier League.

Leia mais: Tielemans, o belga que domina o meio-campo na Premier League

Teemu Pukki

De volta à Premier League, o Norwich City tem em seu elenco bons jogadores que vêm se destacando neste início de temporada, mesmo em uma campanha difícil. Apesar de ter começado com bons jogos, a equipe é a penúltima colocada.

No entanto, o grande destaque do time vem correspondendo muito bem. O artilheiro Teemu Pukki é, talvez, o principal jogador dos Canários nesta primeira parte de Premier League.

E esse destaque já não é de hoje. Em 2018/2019, na Championship, Pukki foi o artilheiro da equipe na competição com 29 gols marcados em 43 jogos disputados. Com essa ótima média de 0,67 tentos por partida, Pukki ajudou o Norwich City a ser campeão da segunda divisão inglesa e de quebra garantir a vaga para a tão sonhada Premier League.

Pukki é um atacante que trabalha muito bem nos espaços curtos para finalizar. Além disso, o jogador tem a característica de fazer bons desmarques nos defensores e atacar o espaço vazio para receber a bola em profundidade e ir em direção ao gol.

E o seu impacto no time do Norwich é bem significativo. Os Canários fizeram 18 gols na Premier League. E Teemu Pukki participou diretamente de 12 desses 22 tentos. Em 21 partidas, o atacante finlandês marcou nove gols e deu três assistências, o que dá uma participação de 54% dos gols do time da equipe do leste da Inglaterra.

Leia mais: Conheça Teemu Pukki, o “GOAT” finlandês e artilheiro do Norwich