10 jogadores que passaram pelo Manchester City e talvez você nem saiba

Confira uma lista de dez jogadores que vestiram a camisa dos Citizens, mas não são tão lembrados assim

10 jogadores que passaram pelo Manchester City e talvez você nem saiba
Sky Sports

A equipe da PL Brasil separou uma série de posts de dez atletas que você nem se lembra que atuaram no futebol inglês. O post de hoje é sobre os jogadores que passaram pelo Manchester City e temos dez nomes que você provavelmente nem sabia que tinham vestido o uniforme dos Citizens.

10 jogadores que passaram pelo Manchester City e talvez você nem saiba

Andy Cole (2005-06)

Divulgação/Manchester City

Andy Cole foi campeão da Premier League cinco vezes e ganhou até Champions League pelo Manchester United entre 1995 e 2001.

Depois de defender os Red Devils, Cole teve uma boa passagem pelo Blackburn e uma trajetória nem tão brilhante no Fulham antes de chegar ao Manchester City em 2005. Pelos Citizens, foram 23 partidas disputadas e 10 gols marcados.

Jérôme Boateng (2010-11)

Getty Images

Depois de se destacar com a camisa do Hamburgo, Boateng foi contratado pelo City em 2010 por 10 milhões de libras. As atuações – em sua maioria pela lateral direita – passaram longe das que vemos hoje em dia e que o credenciam como um dos melhores defensores do mundo.

O alemão jogou apenas 24 partidas com a camisa do City e fez parte do elenco campeão da FA Cup daquela temporada. É um dos jogadores que passaram pelo Manchester City que acabaram brilhando fora do clube.

David Pizarro (2012)

Sky Sports

Jogador memorável da Udinese e da Roma, o chileno foi emprestado pelo time da capital italiana ao Manchester City em 2012. Pizarro foi o primeiro chileno a vestir a camisa do City, mas o fato não se repetiu muitas vezes – foram apenas sete atuações e um gol marcado.

O número de atuações não foi nem suficiente para que ele recebesse uma medalha pelo título da Premier League da temporada 2011-12.

Denis Suárez (2011-13)

Getty Images

Atualmente no Barcelona, o meia Denis Suarez já ganhou um título pelo Manchester City – o de melhor jogador jovem do ano de 2012, escolhido pela torcida dos Citizens.

Suárez fez apenas duas partidas oficial pelo time profissional: uma vitória por 5 a 2 contra o Wolverhampton em 2011 e uma derrota por 4 a 2 para o Aston Villa em 2012.

Os dois jogos eram válidos pela Copa da Liga Inglesa e Suárez não foi titular em nenhum deles. Pouco aproveitado, foi vendido ao Barcelona, que o emprestou ao Sevilla, o vendeu ao Villarreal e o comprou de volta.

Robbie Fowler (2003-06)

Getty Images

Outro ídolo de um rival, Fowler foi o jogador desta lista que mais se destacou pelo Manchester City. Depois de oito temporadas, cinco títulos e mais de 300 jogos com a camisa do Liverpool, Fowler se transferiu para o Leeds, onde ficou duas temporadas.

Em 2003, Fowler chegou ao City sob desconfiança, mas fez uma ótima temporada em 2004-2005. As lesões, porém, atrapalharam a temporada seguinte e Fowler voltou ao Liverpool no início de 2006.

Leia também: 10 jogadores que passaram pelo Newcastle e talvez você nem saiba

Owen Hargreaves (2011-12)

Action Images

O City foi a última equipe da carreira do talentoso meia, que teve a melhor fase da carreira atuando pelo Bayern de Munique. Depois de 10 anos na Alemanha, Hargreaves voltou para seu país natal para defender o Manchester United, clube pelo qual foi campeão da Champions League em 2007-08.

Hargreaves foi para o City em 2011 e foi outro a não receber a medalha do título da Premier League 2011-12 por não ter disputado partidas o suficiente – ele entrou em campo pela competição apenas uma vez, na vitória por 4 a 1 contra o Aston Villa.

Além desse jogo, Hargreaves fez mais três aparições pelos Citizens – duas pela Copa da Liga e uma pela FA Cup.

David Seaman (2003-04)

Divulgação/Manchester City

Quem também se aposentou com a camisa do Manchester City foi o goleiro David Seaman, ídolo do Arsenal.

Depois de 13 temporadas defendendo a meta dos Gunners, Seaman se transferiu para o Manchester City um ano depois de tomar aquele gol de falta do Ronaldinho na Copa de 2002. Pelos Citizens, foram apenas 26 partidas disputadas.

Daniel Sturridge (2006-09)

Sky Sports

O atacante do Liverpool e da seleção inglesa foi revelado pelo Manchester City e estreou na equipe principal em fevereiro de 2007, numa derrota para o Reading por 2 a 0.

No total, Stu jogou 33 partidas pelo City e marcou sete gols. Os números não foram suficientes para renovar seu contrato com o City e, em 2009, Sturridge trocou Manchester por Londres e foi jogar no Chelsea.

Sylvinho (2009-10)

Divulgação/Manchester City

Depois de fazer sucesso no Corinthians, no Arsenal, no Celta de Vigo e no Barcelona, Sylvinho foi mais um a se aposentar jogando pelo Manchester City. Em 15 jogos, o lateral-esquerdo marcou uma vez: contra o Scunthorpe, pela FA Cup.

Ao fim da temporada, Sylvinho não teve seu contrato renovado e deixou o City. Depois disso, não assinou com mais nenhum time e anunciou sua aposentadoria em 2011.

George Weah (2000)

All Sport

O melhor jogador do mundo em 1995 foi outro a vestir a camisa dos Citizens. As atuações, porém, ficaram muito aquém das que o renderam o Ballon D’Or.

A passagem pelo Manchester City, depois de jogar pelo Chelsea no mesmo ano, foi apagada: foram apenas 11 partidas e quatro gols marcados.

Um conflito com o então treinador Joe Royle, que só permitiu que ele jogasse os 90 minutos em três dessas 11 partidas, culminou na saída precoce do liberiano para o Olympique de Marseille.

Acompanhe a PL Brasil no Youtube

  • Os maiores técnicos da história da Premier League