10 jogadores que passaram pelo Blackburn e você talvez nem saiba

Lembra de todos esses rostos conhecidos nos Rovers?

10 jogadores que passaram pelo Blackburn e você talvez nem saiba
NOTTINGHAM, UNITED KINGDOM, SEPTEMBER 22: Phil Jones of Blackburn Rovers in action during the Carling Cup Second round match between Nottingham Forest and Blackburn Rovers at The City Ground on September 22, 2009 in Nottingham, England. (Photo by Michael Regan/Getty Images)

A PL Brasil retoma a série de posts de dez atletas que você nem se lembra que atuaram nos clubes do futebol inglês. O post da vez é sobre os os jogadores que passaram pelo Blackburn e temos dez nomes que você provavelmente nem sabia que tinham vestido o uniforme dos Rovers.

10 jogadores que passaram pelo Blackburn e você talvez nem saiba

Leia mais: 10 jogadores que passaram pelo Fulham e você talvez não saiba

Craig Bellamy – 2005/2006

Laurence Griffiths/Getty Images

Retornando ao Newcastle após empréstimo ao Celtic, Craig Bellamy foi vendido ao Blackburn, por sete milhões e meio de euros. O galês rapidamente assumiu a titularidade da equipe e fez ótima Premier League, com 13 gols em 27 partidas. Também balançou as redes duas vezes na Copa da Inglaterra.

Já na campanha semifinalista na Copa da Liga, destaque quando, vindo do banco de reservas, deu hat trick de assistências na vitória por 3 a 0 sobre o Leeds. Dado seu sucesso pelos Rovers, foi contratado pelo Liverpool já na temporada seguinte, por nove milhões de euros. No futebol inglês, ainda passaria por West Ham, Manchester City e Cardiff.

Leia mais: Os jogadores que passaram por Liverpool e Manchester City na carreira

Robbie Fowler – 2008/2009

Clive Brunskill/Getty Images

Ex-Liverpool, Manchester City e Leeds, Robbie Fowler deixou o Cardiff após o final da temporada 2007/2008. Sem jogar muito pelo clube galês, acertou com o Blackburn, sua última equipe no futebol inglês, e onde ficaria por apenas três meses. Depois disso, rodaria por Austrália, Tailândia e Índia.

Nos Rovers, aos 33 anos, foram apenas seis partidas, sendo três na Premier League e três na Copa da Liga. Sem balançar as redes, registrou uma assistência, contra o Everton, na copa nacional. Por isso, integra a lista dos jogadores que passaram pelo Blackburn e você talvez não se lembre.

Em 2018, em entrevista à FouFourTwo, reconheceu que a saída do Cardiff para o clube foi o grande arrependimento de sua carreira. 

Leia mais: Top 10 craques que nunca venceram a Premier League

Danny Simpson – 2008/2009

Jamie McDonald/Getty Images

Campeão inglês pelo Leicester, Danny Simpson é cria das categorias de base do Manchester Uited. Contudo, sem se firmar em Old Trafford, passou o vínculo com os Red Devils quase sempre emprestado. No período, rodou por Antuérpia, Ipswich, Blackburn e Newcastle.

A passagem do lateral pelo Blackburn foi na temporada 2008/2009. Após um início promissor, titular na Premier League e nas copas nacionais, acabou perdendo espaço no elenco. Assim, foram apenas 20 partidas pelos Rovers, sendo 12 na elite inglesa.

Franco Di Santo – 2009/2010

Matthew Lewis/Getty Images

Com passagem recente pelo Atlético Mineiro, Franco Di Santo foi contratado pelo Chelsea em 2008 por quatro milhões e meio de euros. Entretanto, teve poucas oportunidades em Londres e acabou emprestado ao Blackburn, para a disputa da temporada 2009/2010.

O atacante argentino também não conseguiu se firmar nos Rovers, apesar de diversas chances na equipe principal, totalizando 24 partidas, das quais 16 como titular. Di Santo anotou apenas um gol e uma assistência, ambos na mesma partida, em vitória sobre o Burnley. Na sequência, foi vendido ao Wigan, onde teria mais sucesso.

Steven Nzonzi – 2009 a 2012

Shaun Botterill/Getty Images

Campeão da Copa do Mundo de 2018, Steven Nzonzi chegara ao Blackburn quase uma década antes, ainda desconhecido, contratado junto ao Amiens por pouco mais de 500 mil euros. Portanto, 26 milhões de euros a menos do que seria gasto pela Roma para tirá-lo do Sevilla após o Mundial na Rússia.

Pelos Rovers, o francês disputou três temporadas, totalizando 96 partidas, em sua maioria como titular, nas quais anotou cinco gols e cinco assistências. Ele deixaria o clube em 2012, após rebaixamento para a Championship, para se juntar ao Stoke City.

Leia mais: Os 10 maiores franceses da história da Premier League

Phil Jones – 2009 a 2011

Michael Regan/Getty Images

No Manchester United desde 2011, Phil Jones foi revelado pelo Blackburn, chegando à equipe profissional do clube na temporada 2009/2010. Vindo da base para compor o elenco, rapidamente assumiu a titularidade dos Rovers.

Assim, foram duas temporadas do zagueiro inglês clube, totalizando 40 partidas, das quais 35 na Premier League. Na sequência, foi contratado pelos Red Devils por quase 20 milhões de euros.

Míchel Salgado – 2009 a 2012

Chris Brunskill/Getty Images

Multicampeão pelo Real Madrid, incluindo duas Champions League e quatro ligas nacionais, Míchel Salgado chegou ao Blackburn na janela de transferências 2009/2010, sem custos, após 10 temporadas no clube merengue. Sua ida para a Inglaterra teria sido recomendada por Cristiano Ronaldo, recém-chegado em Madrid.

O lateral espanhol aos poucos assumiu a titularidade do Blackburn, em especial na Premier League 2010/2011. Já na temporada seguinte, sua última no clube, ficou encostado, sobretudo por divergências contratuais com a diretoria. Assim, após 73 partidas pelos Rovers, deixou o futebol inglês para se aposentar.

Bruno Ribeiro – 2011 a 2013

Em 2011, rescindido vínculo com o Grêmio Barueri, Bruno Ribeiro fez testes no Blackburn e, após participar da pré-temporada do clube, foi oficializado como reforço, com três anos de contrato. Lateral de origem, esteve no banco de reservas nas duas primeiras rodadas da Premier League 2011/2012, mas não voltaria a ser relacionado às partidas na primeira divisão.

Já na Championship 2012/2013, o brasileiro teve início como titular, atuando como meio-campista. Contundo, foram apenas cinco partidas na segunda divisão inglesa, não sendo mais aproveitado pelo clube.

Na mesma temporada, o jogador foi emprestado ao Linense – e contratado em definitivo em janeiro de 2014. No Brasil, entre tantos clubes, acumula passagens por Marília, Palmeiras, Figueirense e Juventude.

Leia mais: 10 brasileiros que passaram pela Championship e você não sabia

Nuno Gomes – 2012/2013

Scott Heavey/Getty Images

Um dos principais jogadores do Benfica neste século, Nuno Gomes chegou ao Blackburn em 2012, aos 36 anos, após passar uma temporada no Braga. Os Rovers haviam sido recém-rebaixados à segunda divisão e o português firmou contrato de dois anos.

Após a sexta rodada da Championship, Nuno já contabilizava uma assistência e quatro gols, dando esperanças de uma passagem histórica. Contudo, logo foi para o banco de reservas, sendo pouquíssimo aproveitado no clube, totalizando 20 partidas naquela temporada. Assim, ao final dela, foi liberado pelo Blackburn, encerrando sua carreira.

Michael Keane – 2013/2014

Jan Kruger/Getty Images

No Everton desde 2017, Michael Keane é cria das categorias de base do Manchester Uited. Contudo, sem se firmar em Old Trafford, passou o vínculo com os Red Devils quase sempre emprestado. No período, rodou por Leicester, Derby, Blackburn e Burnley. E a passagem do zagueiro pelo Blackburn foi bastante curta, entre março e maio de 2014.

Mas foi bem nos Rovers, assumindo a titularidade logo que chegou ao Ewood Park, ainda que atuando, na maioria das vezes, como lateral direito. Assim, foram 13 partidas pelo clube, quando conquistada sequência de 12 jogos sem derrota, na reta final da Championship 2013/2014.

Da lista dos jogadores que passaram pelo Blackburn, quais deles você se lembrava de terem atuado nos Rovers?