Os novos rostos da Premier League: conheça 10 recém-contratados para 2018/19

Conheça alguns jogadores desconhecidos que podem brilhar nesta temporada

1
579
jogadores pouco conhecidos

A janela de transferências da Premier League está aberta e muito movimentada. Muitos jogadores estão chegando à Inglaterra, enquanto outros tantos saem do campeonato mais rentável e mais bem pago do mundo. Com tantas negociações com valores altíssimos no mercado da bola, alguns jogadores pouco conhecidos nem sempre são conhecidos por todos.

Analistas e/ou olheiros acabam encontrando-os em países, times menores, que não estão no foco do futebol internacional.

Por isso, o PL Brasil decidiu analisar 10 jogadores pouco conhecidos e recém-contratados para a Premier League 2018/19, com resumo da carreira e suas principais habilidades. Confira!

Leia mais: 

10 jogadores pouco conhecidos que podem brilhar nesta temporada

Diogo Dalot – Manchester United

Diogo Dalot é dado como uma das maiores promessas desta geração portuguesa (Reprodução/Manchester United)
  • Posição: Lateral-direito
  • Idade: 19 anos
  • Nacionalidade: Português
  • Último clube: Porto
  • Valor: £19m

Formado na base do Porto e campeão europeu sub-17 em 2016 com a seleção portuguesa, Diogo Dalot poderá ser um bom jogador para o futuro, e até presente, caso se adapte ao futebol profissional na Inglaterra.

Ele jogou poucas partidas com a camisa do time português e, a maioria das oportunidades foram no lado esquerdo, o oposto da sua posição de origem. Entretanto, as boas aparições já serviram para chamar a atenção do conterrâneo José Mourinho e sua comissão técnica.

Em 2017/18, começou jogando no Porto B, que disputa a segunda divisão do Campeonato Português. Mas em fevereiro, quando Alex Telles se contundiu, foi chamado por Sérgio Conceição para atuar entre os titulares.

Na estreia, deu duas assistências. Depois não demonstrou nervosismo em um clássico frente ao Sporting. Depois teve que jogar uma disputa eliminatória contra o Liverpool, válido pelas oitavas de finais da Liga dos Campeões.

Diogo Dalot já mostrou sua versatilidade, além das qualidades defensivas e ofensivas. Já chegou a atuar como meia, ala, lateral e até atacante no período de apenas dois anos. Habilidoso, com boas tomadas de decisões, tem uma boa leitura de quando pode – ou não – ultrapassar seus rivais e chegar à frente.

O Manchester United sofre há um bom tempo com as laterais. Valencia e Young nunca foram unanimidades no time nesta temporada. Diogo Dalot poderá ter chances logo no início de sua passagem pelo time de Old Trafford como titular.

Esperamos que o português nos surpreenda com boas atuações, embora seja tão jovem ainda. Uma boa adaptação será fundamental para o lateral, que, segundo o ex-companheiro Layún, “poderá ir o quão longe quiser”.

Maxime Le Marchand – Fulham

  • Posição: Lateral-esquerdo
  • Idade: 28 anos
  • Nacionalidade: Francês
  • Último clube: Nice
  • Valor: £7,5m

Recém-promovido a Premier League, o Fulham, que subiu via playoffs, se reforçou para tentar se manter na primeira divisão inglesa. Além do meia Jean Michel Seri, contratado junto ao mesmo Nice, Le Marchand é mais um que pode ajudar muito time de Craven Cottage.

O lateral esquerdo é um excelente defensor. Teve a média de quase 3 desarmes, além de outras 3 interceptações por jogo na última temporada na Ligue 1. E ele também ganha aproximadamente 60% das disputas durante uma partida.

Tem também um bom passe. Acertou, em média, 87% dos mais de 55 passes por jogo. No final da liga, contabilizou três assistências.

Como Ryan Sessegnon, uma das maiores promessas inglesas, deixou de ser lateral esquerdo para atuar como ponta muito ofensivo, Le Marchand terá caminho aberto para jogar.

O titular na última temporada no time de Slavisa Jokanovic foi Mark Targett, que encerrou seu empréstimo, e teve de retornar ao Southampton.

Matteo Guendouzi – Arsenal

Matteo é um dos jogadores mais promissores do Arsenal agora (Reprodução/Arsenal)
  • Posição: Meio-campista
  • Idade: 19 anos
  • Nacionalidade: Francês
  • Último clube: Lorient
  • Valor: £8m

Com a saída de Wenger do comando do Arsenal, um novo ciclo com Unay Emery se iniciou. Para poder haver mudanças significativas, necessita-se de novos jogadores com perfis diferentes e pensando em um projeto para o futuro.

Por isso, o clube londrino contratou o goleiro Bernd Leno, o lateral Stephan Lichtsteiner, o zagueiro Sokratis Papastathopoulos e o volante Lucas Torreira, que foram algumas das transferências mais faladas da janela.

Porém, um jovem meio-campista que também chegou agora ao Emirates Stadium poderá chamar muita atenção no futuro com a camisa dos Gunners.

Embora tenha vindo do Lorient, que jogou a Ligue 2, a segunda divisão do campeonato francês, seu potencial é de jogador de qualquer clube do topo do futebol mundial.

Na última temporada, participou de 18 jogos, sendo titular em 17. Teve aproximadamente 89% dos passes certos, com a média de quase 50 por jogo.

Ele sabe bem usar o corpo para conseguir faltas perigosas para seu time ofensivamente. Matteo sofre quase 4 faltas por jogo. Além disso, ganha mais da metade das disputas de bola na partida.

Um meia muito bom defensivamente, comparado a David Luiz, que mostra ser um excelente box-to-box para fazer companhia com Torreira. Entretanto, terá de brigar com Granit Xhaka, que parece estar à frente do francês, e com Mohamed Elneny.

Entretanto, há uma chance de ele ter que atuar no time B do Arsenal, para pegar experiência, haja vista o salto enorme da Ligue 2 à Premier League. Mas o preço gasto pelo atleta pode indicar que ele chega para compor elenco nos Gunners.

Mohamed Elyounoussi – Southampton

Elyounoussi é muito habilidoso e surpreender nesta Premier League (Reprodução/Southampton)
  • Posição: Ponta-esquerda/direita
  • Idade: 23 anos
  • Nacionalidade: Norueguês
  • Último clube: Basel
  • Valor: £16m

O Southampton, nos últimos anos, sempre foi reconhecido como o clube que contrata jovens atletas por um valor baixo e depois vende caro para os grandes clubes da Inglaterra. Foi assim com Sadio Mané, Adam Lallana, Dejan Lovren, Virgil van Djik, dentre outros.

Agora, a nova jovem promessa do clube é norueguesa e se chama Mohamed Elyounoussi. Recém-chegado do Basel, da Suíça, o jovem ponta-esquerda/atacante é um dos jogadores que você deve prestar atenção.

Na última temporada, em 33 jogos na Liga Suíça, marcou 11 gols e deu 7 assistências, ajudando a equipe chegar ao título do campeonato nacional.

Extremamente habilidoso, Mohamed sabe improvisar quando precisa e se colocar no espaço certo. Ataca muito bem a bola, com uma boa visão de jogo também.

Agora, no novo clube, o camisa 11 terá alguns adversários pela titularidade. Mark Hughes terá um bom atleta no plantel e que pode ser titular logo de cara.

Bernardo – Brighton and Hove Albion

O lateral brasileiro Bernardo pode ser peça-fundamental para permanência do Brighton (Reprodução/Brighton)
  • Posição: Lateral esquerdo ou zagueiro
  • Idade: 23 anos
  • Nacionalidade: Brasileiro
  • Último clube: Red Bull Leipzig
  • Valor: £9m

Pouco conhecido no Brasil, Bernardo fez uma boa temporada no Red Bull Leipzig. Muito versátil na defesa, chegou a jogar em todas as posições defensivas na carreira.

O Brighton conseguiu fazer algo histórico na última temporada, ao se manter na Premier League em uma competição com tantos times bons.

Agora, com Bernardo, a maior contratação do Brighton para essa temporada até aqui, cria-se a expectativa de novamente permanecer em uma das maiores ligas do mundo.

O atleta fez 18 jogos na Bundesliga 2017/18, sendo titular em 15. Marcou apenas um gol, mas foi muito bem defensivamente. Na Liga dos Campeões, manteve a média de quase 70% de passes certos e quase 4 roubadas de bola por jogo.

Chris Hughton terá alguns amistosos e treinos para ver Bernardo jogar, mas o brasileiro provavelmente roubará a posição do camaronês Gaëtan Bong na lateral esquerda.

James Maddison – Leicester City

O meia inglês James Maddison poderá ser o substituto de Mahrez? (Reprodução/Leicester City)
  • Posição: Meio-campista
  • Idade: 21 anos
  • Nacionalidade: Inglês
  • Último clube: Norwich City
  • Valor: £24m

Claude Puel perdeu uma de suas melhores peças no elenco com a saída de Riyad Mahrez para o Manchester City.

Porém, um reforço para o futuro do clube pode surpreender sob os seus comandos. James Maddison veio do Norwich City e tem qualidades para figurar entre os titulares em determinadas ocasiões.

Com 14 gols na última temporada da Championship, Maddison esteve no topo da artilharia do campeonato. Ainda deu 8 assistências, participando assim, de 22 dos 49 gols da equipe.

James tem um bom controle de bola e consegue passar pelos seus adversários com dribles na maioria das vezes que tenta. Além disso, tem uma média de 81% passes certos e sofre muitas faltas por jogo também.

O novo meia do Leicester é muito bom no um contra um. Não tem medo de partir para cima do adversário. Sabe quando atacar os poucos espaços deixados no campo e tem habilidade na improvisação.

Sem Mahrez no elenco, ele terá um pouco mais de espaço, podendo atuar mais na ponta, embora seja meia de origem. Muito jovem, chega para somar ao elenco dos Foxes. Entretanto, já pode aparecer entre as promessas do campeonato.

Juninho Bacuna – Huddersfield Town

A promessa holandesa Bacuna chega para ajudar Mooy e Sobhi (Reprodução/Huddersfield)
  • Posição: Meio-campista
  • Idade: 20 anos
  • Nacionalidade: Holanda
  • Último clube: Groningen
  • Valor: £2,5m

Quem gosta de jovens promessas nos jogos de videogame conhece Juninho Bacuna. O holandês é dado como uma das grandes promessas da Holanda nesta geração.

Com uma visão de jogo, Bacuna tem um bom controle de bola e consegue dar o passe que quebra as linhas defensivas adversárias.

Diferente da temporada de estreia profissional em 2014/15, com apenas 17 anos, Juninho já está mais experiente, errando menos e com mais tranquilidade para ter as melhores tomadas de decisões.

Acerta 73% dos 30 passes, em média por jogo, que tenta. Também tem um bom drible curto, aqueles que com um simples corte ou finta, o deixa com um grande espaço atrás do marcador para dar continuidade as jogadas rapidamente.

Com Bacuna e Ramadan Sobhi, o Huddersfield, do treinador David Wagner, terá mais jogadores interessantes. Junto com Aaron Mooy, as duas novas contratações do time inglês podem dar uma nova cara aos Terriers, que buscarão permanecer na Premier League.

Vicente Guaita – Crystal Palace

Guaita era desejado por Roy Hodgson desde janeiro (Reprodução/Crystal Palace)
  • Posição: Goleiro
  • Idade: 31 anos
  • Nacionalidade: Espanhol
  • Último clube: Getafe
  • Valor: free-agent

Vicente Guaita é um dos poucos jogadores que nunca movimentaram grana em suas transferências. Vindo da base do Valencia, foi emprestado ao Recreativo de Huelva. Depois teve seu contratado encerrado e foi para o Getafe. Isto se repetiu nesta temporada, com o Crystal Palace como destino.

O mais velho desta lista fez uma temporada muito boa com o clube espanhol. Muito bom na bola aérea e teve 100% de aproveitamento quando precisou sair no um contra um na La Liga 2017/18.

Por outro lado, não é tão bom com a bola no pé. Erra cerca de 60% dos passes que tenta, embora ele nunca arrisque com a bola nos pés perto do gol.

Pegou uma das penalidades no Campeonato Espanhol, além de defender quase 80% das bolas que vai ao seu gol, cerca de três defesas por jogo.

Wayne Hennessey foi quem jogou na última temporada sob o comando de Roy Hodgson. Mas o treinador já queria o goleiro espanhol em janeiro, mesmo que tivesse que pagar algum valor. Ele veio de graça nesta janela e tem muitas chances de começar a Premier League 2018/19 como titular.

Bobby Reid – Cardiff City

Reid fez uma temporada brilhante no Bristol City e está disposto a repetir, agora na Premier League (Reprodução/Cardiff City)
  • Posição: Meio-campista
  • Idade: 25 anos
  • Nacionalidade:
  • Último clube: Bristol City
  • Valor: £10m

Um dos melhores jogadores da última temporada da segunda divisão do futebol inglês, Bobby Reid marcou 19 gols e ficou a dois do líder na artilharia, Matej Vydra. Além disso, deu 7 assistências na competição.

Apesar de ser meia de origem, ele já chegou a ser o atacante principal da equipe. Com boa visão de jogo e liberdade, pode conseguir uma boa jogada rumo ao gol adversário.

Incansável, jogou todos os 46 jogos da competição, participando de quase todos os minutos das partidas em campo.

Suas primeiras partidas mais importantes nacionalmente, foi muito bem. Ajudou o Bristol vencer o Manchester United na Copa da Liga Inglesa. Depois, foi a vez do Manchester City ser surpreendido, embora os Citizens tenham passado de fase.

Foi de Bobby Reid o único gol do time na derrota por 2 a 1 na primeira partida. No jogo de volta, quase conseguiram fazer história ao estarem empatando por 2 a 2 e a um gol da classificação até o sexto minuto dos acréscimos, quando o Manchester City venceu a partida.

O Cardiff City já o conhecia. Ele foi um dos jogadores que deu trabalho ao clube galês na Championship 2017/18. Com certeza, o treinador Neil Warnock deve saber muito bem em qual posição usar o jogador, seja no trio do ataque ou mais recuado, armando o jogo com uma boa chegada à área.

Issa Diop – West Ham

Diop foi um lider no Toulouse e pode ser importante futuramente no time de Londres (Reprodução/West Ham)
  • Posição: Zagueiro
  • Idade: 21 anos
  • Nacionalidade: Francês
  • Último clube: Toulouse
  • Valor: £22m

O West Ham vem fazendo uma janela incrível nesta temporada. Balbuena, Felipe Anderson, Wilshere e Yarmolenko são alguns dos recém-contratados que serão treinados pelo também novo comandante Manuel Pellegrini.

Outro bom nome é o do jovem Issa Diop. Mesmo com pouca idade, o defensor era o capitão da equipe francesa e também já teve participações nos times de base da seleção. Um líder nato, o jogador de 1,91m pode ajudar muito o treinador chileno.

Diop se impõe frente aos adversários. Quando está no um contra um, o zagueiro sempre usa o físico para os desarmes eficientes – são quase 2 desarmes por jogo em situação contra quem está com a bola.

Como é muito alto, também tem uma boa disputa aérea, seja defensiva ou ofensivamente. Marcou seis gols na carreira até aqui, mas impressionantemente a maioria foi com os pés.

Caso se adapte ao futebol inglês, o zagueiro francês Issa Diop será peça importante para o projeto do West Ham no futuro.

Quer acompanhar todas as negociações da janela? Fique atento na área do Mercado de Transferências no blog e em todos as nossas redes sociais.

Seja o primeiro na sua roda de amigos a dar a informação sobre quem seu time contratou, quem saiu e quem pode estar chegando!

1 COMENTÁRIO

  1. Que janela interessante essa do West Ham tem tudo para se estabilizar na liga busca classificação competições europeias.
    O Arsenal também se movimentou bem agora United, e para variar o Newcastle estão parado

Comments are closed.