Conheça 4 jogadores que são destaques da seleção inglesa sub-17!

A English Team sub-17 disputará vaga na final da Copa contra o Brasil. Conheça alguns jogadores que podem causar problemas para os canarinhos!

0
264
destaques da seleção inglesa
Titulares da seleção inglesa contra os americanos (Getty Images)

Nesta quarta-feira (25), às 09h15 (de Brasília), a Inglaterra sub-17 enfrentará o Brasil, na Índia. Válido pela Copa do Mundo, o jogo definirá quem fará parte do seleto grupo dos dois melhores times, alcançando a final do torneio. Selecionamos os principais destaques da seleção inglesa.

Os ingleses, atuais campeões na categoria sub-20, começaram a competição num grupo considerado por muitos como o mais difícil, já que tinha seleções como o Chile e o México, que contam com um bom histórico, além de sempre revelar bons jogadores para suas equipes principais.

Os ingleses, que estão em sua melhor participação, jogaram muito bem contra os três times do grupo F: estreou com uma vitória por 4 a 0 contra o Chile; depois ganhou, num jogo duríssimo, do México por 3 a 0; e por fim, venceu o Iraque com outro 4 a 0.

Na fase eliminatória, o time da Terra da Rainha pegou o Japão, nas oitavas, e venceu nos pênaltis. Nas quartas, enfrentou o Estados Unidos, ganhando por 4 a 1.

Para o jogo de amanhã a Seleção deve tomar cuidado com alguns jogadores ingleses, pois a Inglaterra é a segunda equipe com mais gols na competição, e também é uma das melhores defesas da copa – marcou 15 gols e tomou apenas três até agora.

Conheça quatro jogadores destaques da seleção inglesa sub-17

Sancho

Sancho comemorando o gol que fez contra o México. Atrás, Folden e Brewster correm para comemorar com Jadon (Getty Images)

O craque desta equipe não estará no jogo contra o Brasil. Jadon Sancho foi retirado da seleção após o término da fase de grupos, por conta de uma solicitação de seu time, o Borussia Dortmund.

Um dos mais promissores jogadores de base da Inglaterra, Sancho passou um longo tempo no Watford e no Manchester City, quando foi transferido ao time alemão por cerca de 8 milhões de Euros. Algumas fontes dizem que ele decidiu sair do time de Pep Guardiola justamente porque ele não o convocou para a pré-temporada com o time profissional dos Citizens.

O atleta, que tem dupla nacionalidade, pois pode se naturalizar trinitário-tobagense, marcou 25 gols e 14 assistências em 30 jogos que fez pela seleção de base da Inglaterra em torneios e amistosos, além de ganhar o prêmio de melhor jogador da seleção no campeonato europeu sub-17.

No torneio, o ponta-esquerda marcou gols três gols em três jogos, sendo dois no primeiro e um na segunda partida. Entretanto, após a fase de grupos, o Borussia o chamou para fazer parte da equipe principal.

O treinador inglês, Steve Copper, foi bem crítico quando noticiou a saída do jogador. Ele afirmou: “um grande desfalque e, ao mesmo tempo, um contratempo para nossa equipe. Quero vê-lo como titular, porque é o único motivo para que ele não esteja mais conosco.” 

Phil Foden

Phil Foden fez uma belíssima partida contra o Estados Unidos (Getty Images/FIFA)

Uma das promessas que Guardiola escolheu para jogar a pré-temporada pelo time de Manchester no lugar de Sancho foi Foden. O meia encantou o técnico espanhol nos jogos que participou. Após o jogo contra o rival Manchester United, Pep exaltou o talento do garoto:

“Não tenho palavras. Gostaria de ter palavras para descrever o que eu vi. Vocês são muito sortudos por terem tido a oportunidade de ter visto a primeira partida deste garoto pela equipe principal do Manchester City”

O atleta é criativo com a bola e usa esta habilidade junto com uma visão diferenciada. Ele ainda tem um belíssimo chute – na última edição da Premier League sub-18, ele marcou 11 gols de fora da área.

Na competição, o camisa 7 marcou um gol contra o México, além de fazer belíssimas participações nos outros jogos.

Leia mais: Os 5 estádios mais antigos da Premier League

Angel Gomes

Angel Gomes contra o Japão na única partida que a Inglaterra não venceu, já que só conseguiram se classificar nos pênaltis (Getty Images/FIFA)

Camisa 10 e capitão da equipe, o jogador é um dos atletas mais promissores do Manchester United. Com 16 anos, Angel foi o primeiro jogador dos anos 2000 a jogar na Premier League. Ele atuou contra a equipe do Crystal Palace, entrando aos 88 minutos de jogo.

Primo de Nani, ex-jogador dos Reds Devils e atleta da Lazio, e filho de Gil, ex-jogador português, ele foi o primeiro jogador a marcar um hat-trick na Premier League sub-15.

Na Copa do Mundo sub-17 da Índia, Angel marcou um gol no Chile e outro contra o Iraque – neste último jogo, o inglês ainda deu uma assistência e foi um dos melhores jogadores da partida. 

Brewster

Rhian Brewster com a bola do jogo, após marcar três vezes contra o EUA (Getty Images/FIFA)

Um dos principais destaques da seleção inglesa e uma das maiores promessas do Liverpool é Brewster. Assim como seu companheiro de equipe em Anfield, Dominic Solanke na Copa do Mundo sub-20, ele é artilheiro no sub-17. Marcou 4 gols na competição até agora e é o maior goleador da equipe.

Rhian chegou a Liverpool em 2015 após passar pelo Chelsea, e já vem chamando atenção. Após o jogo contra Estados Unidos, válido pelas quartas-de-finais do torneio, por ter marcado um hat-trick, diversos Reds já disseram que Klopp deve olhar para Brewster como uma possível solução para os problemas do time.

O jogo, que ocorrerá no estádio Salt Lake, em Kolkata –  o estádio Indira Gandhi Athletic, da cidade de Guwahati, seria o palco da semifinal, porém, por más condições, a FIFA decidiu alterar o local da partida – definirá quem será um dos finalistas do Mundial sub-17. Do outro lado da chave, Mali e Espanha brigam pela segunda vaga para a final do torneio.