10 jogadores que passaram pelo Crystal Palace e você talvez nem saiba

Será que você lembra desses dois goleiros brasileiros nos Eagles?

10 jogadores que passaram pelo Crystal Palace e você talvez nem saiba
Ian MacNicol/Getty Images

A equipe da PL Brasil preparou uma série de dez atletas que você nem se lembram que atuaram em determinados clubes ingleses. O post de hoje é dedicado a jogadores que passaram pelo Crystal Palace e provavelmente alguns deles você nem imaginava que defenderam a camisa dos Eagles.

10 jogadores que passaram pelo Crystal Palace e você talvez nem saiba 

Ray Wilkins – 1994

O meio-campista inglês foi um dos principais jogadores da Terra da Rainha entre os anos 1970 e 1980, com passagem marcante no Chelsea, Manchester United, Milan, PSG e Rangers. O jogador chegou na temporada 1994/1995 aos Eagles, a custo zero do Queens Park Rangers, onde também foi ídolo.

Contratado para desempenhar o cargo de jogador e auxiliar-técnico de Alan Smith, fez apenas uma partida pela equipe e nela sofreu uma séria lesão em seu pé esquerdo. Em novembro de 1994, retornou ao QPR onde foi jogador-treinador até 1996. Wilkins faleceu, vítima de um ataque cardíaco, em abril de 2018.

Gregg Berhalter – 2001/2002

O zagueiro norte-americano se notabilizou por sua passagem no futebol alemão, mais especificamente no Energie Cottbus, porém o jogador teve uma curta passagem na equipe do sul de Londres por apenas uma temporada, quando o time disputava a segunda divisão.

Em 19 jogos, Berhalter marcou apenas um gol em temporada na qual o time ficou distante do retorno à Premier League. Após essa curta passagem, seguiu para o futebol alemão até se aposentar em 2011 pelo Los Angeles Galaxy. Atualmente, é o treinador da seleção masculina dos Estados Unidos.

Ivan Kaviedes – 2004

Um dos principais atacantes da história do futebol equatoriano, Kaviedes chegou ao Palace no início da temporada 2004/2005 em negociação confusa e que não se sabia ao certo se era compra em definitivo junto ao Barcelona de Guayaquil ou empréstimo.

Com apenas quatro jogos, o equatoriano não se adaptou ao estilo de jogo inglês e retornou ao seu país em janeiro de 2005. Disputou as Copas do Mundo de 2002 e 2006, se aposentando em 2019 no CD Santo Domingo, time de sua cidade natal.

José Campaña – 2013

jogadores crystal palace
Warren Little/Getty Images

Revelado no Sevilla, o volante chegou na temporada 2013/2014, quando o Palace retornou à Premier League. Contratado por 2 milhões de euros, tinha boas perspectivas para despontar bem na elite do futebol inglês.

Campaña fez apenas seis jogos na Premier League, tendo duas assistências, contra Sunderland e Liverpool. Sem ser aproveitado por Tony Pulis, foi emprestado ao Nuremberg. Após ser vendido à Sampdoria, onde mal jogou, passou por Porto e Alcorcón e hoje é um dos destaques do Levante na La Liga.

Shola Ameobi – 2015

O centroavante teve passagem destacada no Newcastle, onde marcou 79 gols em 397 jogos com a camisa dos Magpies em 14 anos. Após curta passagem pelo futebol turco, retornou ao futebol inglês em janeiro de 2015 para defender os Eagles, treinados na época por Alan Pardew, velho conhecido dos tempos de Newcastle.

Com apenas quatro jogos e um curto contrato de meia temporada, Ameobi não repetiu os tempos goleadores do Newcastle e foi dispensado no final da temporada. Após passagens por Bolton, Fleetwood Town e Notts County, se aposentou em 2018 e atualmente faz parte da comissão técnica da equipe sub-23 do Newcastle.

Alex McCarthy – 2015/2016

Stephen Pond/Getty Images

O goleiro revelado no Reading chegou ao Crystal Palace após uma passagem apagada pelo Queens Park Rangers, onde fez apenas quatro jogos na temporada de rebaixamento da equipe londrina na qual foi reserva de Robert Green.

A passagem do goleiro nos Eagles também foi apagada, com apenas sete partidas, sendo preterido a Wayne Hennessey. Ao final da temporada, assinou com o Southampton, clube que defende até os dias atuais, sendo um dos destaques nas últimas temporadas, inclusive recebendo convocações a seleção da Inglaterra.

Mathieu Flamini – 2016/2017

Mike Hewitt/Getty Images

O volante francês revelado no Olympique de Marselha teve passagens por Arsenal e Milan antes de chegar a custo zero ao Crystal Palace em setembro de 2016. Na época, o jogador já estava envolvido com a GFBiochemicals, empresa destinada a produção do ácido levulínico, substância feita a partir da biomassa e que pode cumprir as funções do petróleo, em escala comercial.

Sua passagem pelo Palace foi discreta, com 10 jogos na Premier League e três na Copa da Inglaterra, onde deu uma assistência. Dispensado ao final da temporada, assinou com o Getafe e atualmente está sem clube.

Steve Mandanda – 2016/2017

Ian MacNicol/Getty Images

O goleiro campeão do mundo com a França em 2018 foi revelado no Le Havre e se destacou com a camisa do Olympique de Marselha entre 2007 e 2016. Depois, assinou com o time do sul de Londres a custo zero.

Se esperava muito do francês, porém sua adaptação ao futebol inglês não veio. Além disso, uma séria lesão no joelho o tirou de boa parte da temporada. No total, foram nove jogos na Premier League e um na Copa da Liga Inglesa, onde conseguiu seu único clean sheet. Ao fim da temporada, retornou ao Marselha.

Diego Cavalieri – 2018

diego cavalieri jogadores crystal palace
Credit Crystal Palace

O goleiro brasileiro, que foi revelado no Palmeiras e contratado em 2008 pelo Liverpool, retornou ao futebol inglês a pedido de Roy Hodgson. Os dois trabalharam juntos nos Reds e tiveram um novo encontro agora em Londres.

Hodgson buscava um reserva para Hennessey, visto que o experiente Julian Speroni estava lesionado.

Sem atuar em nenhum jogo oficial, Cavalieri foi dispensado ao final da temporada e, em dezembro de 2018, assinou com o Botafogo, onde é reserva do paraguaio Gatito Fernandez.

Lucas Perri – 2019

jogadores crystal palace perri
Credit Crystal Palace

O jovem goleiro brasileiro foi mais um entre os tantos goleiros da lista que não tiveram sucesso ou oportunidades na equipe londrina. O contrato inicial era de empréstimo junto ao São Paulo com opção de compra.

Sem nenhum jogo, sequer no banco, na equipe cujo titular absoluto Vicente Guaitá vinha se destacando, Perri retornou ao São Paulo onde atualmente é reserva de Tiago Volpi.