Morre aos 27 anos atleta que acumulava funções de jogadora e diretora de marketing de clube inglês

1 minuto de leitura

A jogadora da equipe feminina do Sheffield United, Maddy Cusack, morreu nesta quarta-feira (20) aos 27 anos de idade. A informação foi confirmada pelo próprio clube na última quinta (21) e a causa da morte não foi divulgada.

Cusack também trabalhava como diretora de marketing para o Sheffield United.

É uma notícia trágica para todos em Bramall Lane. Maddy tinha uma posição única por fazer parte de vários times do Sheffield United e era popular entre todos com quem teve contato — disse Stephen Bettis, diretor executivo do clube.

Bettis também afirmou que “a sua personalidade e profissionalismo fizeram dela um valor para sua família. Sua falta será tristemente sentida“. O diretor também garantiu que “o clube oferecerá todo o apoio possível à família, amigos e colegas de Maddy“.

O clube imediatamente mudou toda a identidade visual das suas redes sociais para externar o luto da entidade.

Sheffield x Newcastle tem homenagens a Maddy Cusack

Neste domingo (24), na partida em casa diante do Newcastle, os jogadores do Sheffield entraram em campo com a camisa 8, número que usava Maddy Cusack pelo time feminino, e um minuto de silêncio foi respeitado antes do pontapé inicial no estádio Bramall Lane em homenagem ao falecimento da jogadora.

https://x.com/SheffieldUnited/status/1705969984076218701?s=20

No minuto de número oito, os torcedores do Sheffield promoveram uma salva de palmas à Cusack. As companheiras de time da atleta estiveram presente no

Maddy Cusack era recordista de jogos no Sheffield United

Maddy Cusack chegou ao Sheffield em 2019 e fez mais de 100 partidas pelo clube, se tornando a primeira a fazê-lo. A meio-campista ainda assinou um novo contrato em julho último, nas vésperas do que seria a sexta temporada seguida pelo clube, que disputa a segunda divisão da Women Super League.

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista formado pela ECA-USP, campineiro e repórter na PL Brasil. Passagens por EL PAÍS, Revista Veja e Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]