Jogador ‘esquecido’ no Manchester United define próximo destino: ‘Está com os dias contados’

4 minutos de leitura

Na lista de problemas internos que o Manchester United enfrenta está o descontentamento de alguns jogadores com a perda da titularidade no elenco.

Um deles é o zagueiro Raphael Varane. Além de ter sofrido com problemas físicos recentemente, o jogador de 30 anos não está entre os favoritos de Erik Ten Hag. Nos 12 jogos disputados, ele foi titular em apenas sete. Com a chegada da próxima janela de transferências, já ocorrem algumas movimentações no mercado para uma mudança de clube do francês.

‘Com os dias contados’: Varane define próximo destino fora do United

De acordo com o jornal inglês “The Sun”, Raphael Varane está decidido a sair do United. Fontes relataram ao veículo que o jogador “está com os dias contados” no United. O principal motivo seria o fato de ele estar sendo preterido em relação a outros atletas. Hoje, Varane é a quarta opção na lista da defesa, atrás de Jonny Evans e Harry Maguire.

Os destinos preferidos do zagueiro de 30 anos seriam a Itália ou a Arábia Saudita, seguindo o êxodo de outros importantes jogadores do futebol europeu.

— Já há interesse da Arábia Saudita, na qual Varane poderia embolsar um grande aumento em seu salário. Mas ele também está interessado na Itália, pois é uma liga que ele admira e da qual adoraria fazer parte — relatou uma fonte ao “The Sun”.

No entanto, ele não deve sair em janeiro, sendo necessário aguardar até a janela do meio de 2024, no fim da atual temporada. Segundo o jornal, Ten Hag deseja que ele permaneça até o fim de 2023/24, enquanto tenta chegar aos quatro primeiros lugares da tabela.

Mais cedo, a “Sky Sports” informou que Bayern de Munique está interessado em contratar o francês. O Manchester United poderia negociar o atleta por um valor entre 20 e 30 milhões de euros (entre R$ 106 milhões e R$ 160 milhões), mas ainda não existem tratativas oficiais.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Jornalista pela PUC-SP. Na PL Brasil, escrevo sobre futebol inglês masculino E feminino, filmes, saúde e outras aleatoriedades. Também gravo vídeos pras redes e escolhi o lado azul de Merseyside. Antes, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.