Lembra dele? Joe Cole revela maior arrependimento em passagem pelo Liverpool

5 minutos de leitura

O ex-jogador Joe Cole fez história no Chelsea, onde viveu seu auge na primeira década dos anos 2000. No entanto, ao final de seu contrato, em 2010, o meia da seleção inglesa trocou Stamford Bridge por Liverpool — apesar do interesse do Tottenham. Ele foi uma das primeiras contratações de Roy Hodgson em Anfield, mas passou longe de ter sucesso nos Reds.

Joe Cole mal jogou com Hodgson, que foi demitido apenas seis meses depois. ‘Esquecido' pelo sucessor, Sir Kenny Dalglish, o meia foi emprestado ao Lille, da França, mas retornou ao Liverpool com o técnico Brendan Rodgers.

No entanto, seis meses após a chegada de Rodgers, já em 2013, ele foi autorizado a retornar ao West Ham (clube que o revelou) em uma transferência gratuita, mesmo restando 18 meses de contrato com os Reds. Ao todo, foram apenas 42 jogos pelo Liverpool.

Agora, o ex-jogador tricampeão da Premier League e da Copa da Inglaterra e bicampeão da Copa da Liga Inglesa com o Chelsea declarou que teria preferido permanecer no Stamford Bridge em vez de ir para o Liverpool. Seu mau desempenho, após uma grave lesão no joelho, sofrida em 2009, o fez mudar de clube na época.

— As negociações (de um novo contrato com o Chelsea) começaram e estávamos chegando lá, mas então eu machuquei meu joelho. Eu tinha quase 29 anos ou acabado de completar 29 (quando saí). Eu machuquei o joelho e isso provavelmente foi o início do fim da minha carreira, porque nunca mais fui o mesmo jogador depois disso — disse Joe Cole ao podcast “The Obi One”, do ex-jogador John Obi Mikel.

Joe Cole, ídolo do Chelsea (Foto: Icon Sport)

O Chelsea, então, interrompeu as negociações, mesmo com Carlo Ancelotti, então treinador dos Blues, querendo que Joe Cole ficasse em Stamford Bridge.

— Acredito em Carlo porque ele é um ser humano bom e decente. Ele disse: “Quero jogar com você, mas Kalou e Malouda estão jogando muito bem”. Sou sensato o suficiente para saber que eles estão jogando bem. Chegamos ao final da temporada e meu corpo estava falhando.

O único título que faltou pelo Chelsea

Joe Cole relembrou o episódio contra o Manchester United em abril de 2010, quando o Chelsea venceu o concorrente direto ao título inglês em Old Trafford. O meia-atacante e Didier Drogba marcaram os gols da vitória londrina por 2 a 1 na 33ª rodada, que foi crucial para a conquista da Premier League.

— Tínhamos que vencer o jogo, não conseguimos empatar senão perderíamos o campeonato. Marquei, vencemos o jogo, mas acho que não conseguiria treinar por três ou quatro dias depois. Eu realmente me destruí. Foi assim que meu corpo ficou depois disso. Algo subconscientemente clicou e pensei comigo mesmo: “Nunca vou voltar a ser o jogador que era. Tenho que sair.” Eu não queria terminar a minha carreira no Chelsea, apenas sentado na mesa de lesões.

A lenda do Chelsea também revelou sua frustração por não ter conquistado o único título que o faltou no clube londrino.

— O único arrependimento que tenho, e não há nada que eu possa fazer, penso comigo mesmo, se não tivesse machucado o joelho e poderia ter passado mais cinco, seis ou sete anos no Chelsea, acho que teria vencido a Champions League em 2012.

Ida de Joe Cole para o Liverpool

Falando sobre sua mudança para o Liverpool, Cole compartilhou por que tomou a decisão de ir para Anfield. No entanto, olhando para trás, ele disse que gostaria de ter escolhido jogar no fora da Inglaterra.

— Tive de escolher entre Liverpool ou Tottenham, porque o Arsenal desistiu e simplesmente não pude ir para os Spurs. Eu simplesmente não poderia ir. Teria feito sentido, Harry Redknapp era o técnico, eles tinham um bom time, eu morava em Londres, metade dos meus amigos são torcedores do Spurs. Mas eu simplesmente não poderia ir.

Entretanto, Joe Cole demonstrou respeito ao Liverpool, clube que defendeu de 2010 a 2013, marcou cinco gols e deu três assistências em 42 jogos.

— Minha filha tinha acabado de nascer e o Liverpool é um grande clube. Não funcionou para mim lá, mas é um clube fantástico, uma instituição global. Mas se eu pudesse ter meu tempo novamente, eu provavelmente diria: “Não, quer saber, espere”. E eu teria ido para o exterior, para algum lugar quente, porque jogar no calor realmente ajudou meu joelho.

Depois do Liverpool, Joe Cole jogou por Lille, West Ham, Aston Villa, Coventry City e encerrou sua carreira no Tampa Bay Rowdies, dos Estados Unidos.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.