João Pedro marca, Thiago Silva ‘não erra’ e Chelsea protagoniza jogo ‘interminável’ com o Brighton

4 minutos de leitura

O Chelsea recebeu o Brighton neste domingo (3), no Stamford Bridge, em partida válida pela 14ª rodada da Premier League. Os Blues começaram vencendo por 2 a 0 ainda no primeiro tempo e tiveram um jogador expulso, mas venceram por 3 a 2.

Entre os brasileiros, dois zagueiros começaram jogando: Igor Julio pelo lado dos visitantes e Thiago Silva para os donos da casa. João Pedro, atacante dos Seagulls, começou no banco, entrou no segundo tempo e marcou o segundo gol dos visitantes.

Chelsea ‘dinizista' e com quatro zagueiros

Mauricio Pochettino escalou os Blues com quatro zagueiro para enfrentar o Brighton: Disasi, Thiago Silva, Badiashile e Cowill. E mesmo assim, adotou uma postura de toques bem curtos desde o goleiro.

Mauricio Pochettino, técnico do Chelsea
Foto: Icon Sport

Em alguns desses lances quase os Blues se complicaram, incluindo um erro de domínio de Robert Sánchez que quase resultou em gol contra. No entanto, quando conseguia furar a marcação alta, a equipe londrina tinha bastante campo para atacar em velocidade.

E os quatros zagueiros se mostraram produtivos em lances de bola aérea, levando grande perigo e, inclusive, gerando o primeiro gol do jogo, de Enzo Fernández, após escanteio rebatido por Disasi. Três minutos depois, em outro lance pelo alto, Cowill marcou o segundo.

O jogo mudou quando Buonanotte marcou aos 43 da primeira etapa e, dois minutos depois, Gallagher foi expulso. No entanto, mesmo com mais ímpeto no segundo tempo, o Brighton não conseguiu reverter o resultado e acabou levando mais um gol, de pênalti, em contra-ataque.

Destaques de Chelsea x Brighton

Enzo Fernández – 8

O argentino marcou dois dos três gols do Chelsea na partida e foi importante na criação dos mandantes no primeiro tempo. Ainda teve 67% de acerto nos lançamentos e venceu cinco duelos ao longo do jogo.

Cowill – 7,5

O ex-zagueiro do Brighton marcou o segundo gol e foi bem na primeira fase de construção do Chelsea, principalmente progredindo a bola a partir do drible. Ainda foram três bolas afastadas e seis ações defensivas.

Thiago Silva – 7

O brasileiro foi seguro na defesa e não errou nenhum dos seus 31 passes na partida. Ainda teve seis disputas, afastou seis bolas e dois desarmes.

João Pedro – 7

Autor do gol no meio da semana, o camisa 9 começou no banco e ajudou a levar perigo no segundo tempo. Marcou o segundo gol do Brighton nos acréscimos do segundo tempo.

Igor Julio – 6,5

O zagueiro teve uma atuação sólida na última partida e manteve o bom momento. Foram oito ações defensivas e uma boa partida na distribuição, com 74 passes certos em 79 tentados.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]