Em alta no Barcelona, João Félix cutuca ex-time: ‘Não me adaptei às ideias do clube e do treinador’

5 minutos de leitura

O Barcelona estreou na Champions League 2023/24 aplicando uma goleada sobre o Royal Antwerp, por 5 a 0, nesta quarta-feira (20). Os gols dos catalães foram marcados por Gavi, Lewandvski, Bataille (contra) e João Félix, que estufou as redes duas vezes.

O português está tendo um início dos sonhos no Barça. Depois de viver uma fase ruim em campo no Chelsea no final da última temporada e passar por maus momentos no retorno do empréstimo ao Atlético de Madrid, o português conseguiu acertar seu empréstimo para a Catalunha no Deadline Day, o último dia da janela de transferências.

João Félix fala sobre período difícil em ex-clube

Contratado pelo Atlético de Madrid em 2019, João Félix não vinha tendo tanto destaque na equipe de Diego Simeone. Tanto que foi emprestado para o Chelsea no início de 2023, mas não desencantou e deixou apenas quatro gols na Inglaterra.

De volta à capital espanhola, ele seguiu sem espaço. As declarações de Simeone davam a entender que o atleta da seleção portuguesa não estava em seus planos.

As coisas pioraram depois de João Félix dar uma entrevista dizendo que seu sonho era jogar no rival Barcelona. A partir daí, a própria torcida do Atlético se voltou contra o atacante e chegou a hostilizá-lo na entrada do centro de treinamento e e vaiá-lo nos primeiros jogos do Campeonato Espanhol.

Depois de uma longa negociação, seu empréstimo foi acertado com o Barcelona. E a história está sendo outra: o português marcou três gols em três jogos, além de ter deixado uma assistência.

Em entrevista ao site espanhol “Mundo Deportivo”, João Félix explicou porque acha que as coisas não deram certo no Atlético de Madrid, dizendo que a ida para o Chelsea também foi uma tentativa de mudar a situação, mesmo que não tenha dado muito certo.

— Já fiz isso (mudei de clube) antes com o Chelsea e agora no Barcelona porque não estava bem lá (no Atlético), não me adaptei às ideias do clube e do treinador, mas sempre tentei fazer o melhor que pude e passei bons momentos lá também.

João Félix contou que precisou “abrir mão de muito dinheiro” para concluir o empréstimo para o Barça. Segundo o atacante, foi um esforço necessário “para voltar a ter alegria em jogar”.

— Eu precisava mudar, precisava ir para um lugar onde pudesse praticar meu futebol e como disse, sempre acreditei que esse seria o lugar ideal. As coisas estão indo bem e tive que fazer esse esforço para voltar a ter alegria em jogar.

No entanto, o empréstimo foi feito sem opção de compra. Questionado sobre isso, Félix disse que prefere não se envolver na discussão porque são “coisas de negócios”.

— Bem, para mim depende de como a temporada termina. Depois é o Barcelona quem tem que negociar com o Atlético, se vai facilitar ou não. Faço o meu trabalho em campo, procuro dar o meu melhor para que no final queiram me contratar e essa coisa de valores, se vou ou não vou ou por quanto, não me convém.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Jornalista pela PUC-SP. Na PL Brasil, escrevo sobre futebol inglês masculino E feminino, filmes, saúde e outras aleatoriedades. Também gravo vídeos pras redes e escolhi o lado azul de Merseyside. Antes, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.