Jesus marca, Havertz desencanta e Arsenal volta à liderança com vitória sobre o Brighton

4 minutos de leitura

O Arsenal recebeu o Brighton neste domingo (17), no Emirates Stadium, em partida válida pela 17ª rodada da Premier League. A partida foi completamente dominada pelo time de Arteta, que venceu por 2 a 0. Gabriel Jesus marcou o primeiro e Havertz o segundo.

Entre os brasileiros disponíveis, os três do Arsenal começaram jogando: Gabriel Jesus, Gabriel Martinelli e Gabriel Magalhães. Igor Julio e João Pedro começaram no banco pelo Brighton e entraram no segundo tempo.

Havertz marca e brasileiros em alta

Os Gunners não tiveram grandes dificuldades diante de um Brighton bastante desfalcado, mas só conseguiram abrir o placar no segundo tempo, de escanteio, com cabeçada de Gabriel Jesus.

Saka foi o grande destaque da primeira etapa e se sobressaiu sobre a marcação do veterano James Milner, mas foi pelo outro lado, com Martinelli, que os Gunners levaram mais perigo no segundo tempo.

havertz arsenal brigjhton
Foto: Icon Sport

O time de De Zerbi, por sua vez, não finalizou durante todo o primeiro tempo e foram raras as vezes em que conseguiu chegar na área de David Raya ao longo do jogo.

No fim do jogo, Havertz ainda foi aplaudido ao ser substituído logo depois de marcar seu quarto gol em menos de um mês nos Gunners, após belo passe de Nketiah, e fechar a vitória em 2 a 0.

Destaques de Arsenal x Brighton

Gabriel Jesus – 7,5

O camisa 9 abriu o placar e foi importante na criação dos Gunners no último terço com dribles, passes e finalizações, bem como na pressão alta que o Arsenal exercia na defesa. Deixou o campo para a entrada de Nketiah aos 80 minutos.

Gabriel Martinelli – 7,5

Foi quem mais levou perigo no ataque durante o segundo tempo, sempre levando vantagem em situações de um contra um, em contra-ataques e na linha de fundo para gerar cruzamentos perigosos em escanteios e com bola rolando. Saiu para a entrada de Trossard no fim do jogo.

Gabriel Magalhães – 6,5

O zagueiro foi seguro nas poucas vezes que precisou defensivamente e também foi importante na criação desde atrás com passes. Venceu todas as disputas em campo e ainda teve 89% de precisão no passe.

Igor Julio – 6

Entrou junto com o compatriota no início do segundo tempo, mas viu o Brighton sofrer grande pressão ofensiva dos mandantes. Ainda assim teve uma atuação consistente: acertou todos os seus passes, todas as disputas aéreas e todos os dribles que tentou.

João Pedro – 5

O camisa 9 dos Seagulls teve uma participação bem discreta. Tocou apenas dez vezes na bola e deu somente três passes em pouco mais de 30 minutos, não conseguiu furar a boa defesa do Arsenal na partida.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]