James Rodríguez – Mercado da bola, Transferências, Rumores e Estatísticas

0
355
James Rodríguez
Foto: Reprodução/Everton

James David Rodríguez Rubio, ou James Rodríguez, é um futebolista colombiano que atualmente defende as cores do Everton, da Premier League. A saber, nasceu em Cúcuta, na Colômbia, em 12 de julho de 1991. Ademais, deu seus primeiros passos num campo de futebol muito novo, com apenas quatro anos de idade.

James Rodríguez – Início da carreira

Primeiramente, o garoto iniciou sua carreira no Envigado, em 1995, com quatro anos de idade. Assim, o jogador foi subindo nas categorias de base do clube colombiano até chegar no profissional em 2006, momento em que o time estava na segunda divisão do campeonato nacional.

Trajetórias, conquistas e highlights de James Rodríguez

Em 2006, se tornou o segundo jogador colombiano mais jovem a iniciar uma partida profissional, quando jogou com 14 anos de idade. Em 2007, foi campeão da 2ª divisão colombiana. No Envigado, permaneceu até 2008, quando foi à Argentina, defender o Banfield.

Transferências e Mercado da Bola de James Rodríguez

Em 2008, jogou algumas partidas pelo time argentino e balançou as redes pela primeira vez. No entanto, foi utilizado poucas vezes. A saber, entrou em campo em apenas 11 jogos. No ano seguinte, se tornou um jogador a entrar sempre durante os duelos.

Dessa forma, disputou todas as partidas do Apertura naquela temporada. Assim, se tornou o estrangeiro mais jovem a marcar um gol na Argentina. Além disso, marcou um gol importante para o Banfield alcançar o primeiro Campeonato Argentino de sua história.

Se destacando com uma boa finalização, a Udinese, da Itália, foi ao mercado da bola e contratar o meia por 5 milhões de euros. No entanto, o time argentino recusou a proposta, alegando que era insuficiente.

Em 2010, marcou um golaço no clássico contra o Lanús e, ao fim da partida, o Diário Olé comparou o estilo de jogo de James com o de Cristiano Ronaldo. Ademais, o o jornal o apelidou de James Bond de Banfield.

Na mesma temporada, marcou vários gols, inclusive na Libertadores, contra o Internacional, que seria campeão meses depois. A saber, terminou aquela Liberta com cinco tentos e duas assistências em oito jogos. Além disso, na temporada, foram nove redes balançadas e oito passes em 35 partidas.

Enfim, finalizou sua passagem na Argentina com dez gols e oito assistências em 50 jogos disputados. Se destacando muito na Argentina e no Continente, os rumores de que sairia do Banfield foram crescendo e alguns times cogitaram ir ao mercado de transferências investir no jovem. No entanto, ele escolheu ir a Portugal.

Porto

Dessa forma, os rumores se concretizaram e James assinou com o Porto, gigante português, para a temporada 201/11. A equipe pagou 7,35 milhões de euros pelo passe do jogador. No amistoso de estreia, contra o Ajax, já marcou seu primeiro gol com a camisa dos Dragões.

Competitivamente, se destacou mais uma vez pela sua ótima finalização de média e longa distância. Assim, com medo dos rumores do mercado da bola, assinou uma prolongação de contrato com uma cláusula de liberação no valor de 45 milhões de euros.

Marcou seis gols e deu oito passes em 31 jogos e conquistou três títulos. Dessa forma, foi campeão do Campeonato PortuguêsTaça de PortugalUEFA Europa League. Tudo isso em apenas uma temporada no Velho Continente.

Na temporada seguinte, 2011/12, marcou 14 vezes e deu 11 assistências em 38 partidas. Ao fim do campeonato, foi eleito o Jogador Revelação (primeiro colombiano a vencer o prêmio) e o Bola de Ouro do Campeonato. Foi campeão do Campeonato Português pela 2ª vez seguida.

Em 2012/13, começou a usar a camisa 10 e se tornou titular absoluto da equipe. Marcou gol na Champions League, contra o PSG e vinha se destacando muito, até lesionar o tendão da coxa. No início do ano de 2013, voltou aos gramados e teve a mesma lesão. Ficou um mês e meio afastado das quatro linhas.

Após ser eliminado da Champions daquela temporada, o Manchester United foi ao mercado de transferências e tentou investir no meia, oferecendo 30 milhões de euros para o Porto. No entanto, o time português achou a proposta muito baixa e escolheu não aceitar.

Continuou se destacando até o fim da temporada e o mercado da bola foi agitado com o seu nome. Assim, alguns times tinham interesse na contratação do atleta, que rumou à França.

Mônaco

Mônaco, da França, comprou o passe do atleta por 45 milhões de euros e firmou a 2ª transferências mais cara da história do futebol português, atrás apenas de Hulk, que também pertencia ao Porto.

Pelo time francês se destacou como um dos principais jogadores e ficou por lá apenas uma temporada. Marcou, em 38 jogos, 10 gols, juntamente com 14 assistências.

No entanto, o torneio de sua vida foi a Copa do Mundo de 2014, a qual foi considerado, por muitos, o melhor jogador da competição. A saber, venceu o Prêmio Puskás com o gol contra o Uruguai no Mundial.

Em cinco jogos, marcou seis gols e deu duas assistências. Dessa forma, marcou ao menos uma vez em todas as partidas da Colômbia no campeonato. Sua seleção foi eliminada nas quartas de final, contra o Brasil.

Após uma ótima Copa do Mundo, surgiram muitos rumores sobre o futuro de James no futebol. Assim, assinou com o clube que declarou ter uma paixão e sonho de defender.

Real Madrid

Finalizando os rumores, James fechou com o Real Madrid, gigante espanhol. Estima-se que o valor pago pelos merengues foi de 75 milhões de euros. Assim, foi a 3ª contratação mais cara do Real e a mais cara envolvendo um colombiano na história.

Na temporada de 2014/15, o camisa 10 vinha participando de muitos gols, até fraturar o 5º metatarso do pé direito, o que o deixou fora de combate durante dois meses. Voltou já no fim da temporada, mas ainda conseguiu participar de algumas bolas na rede.

Na temporada 2015/16, sofreu com diversas lesões e não teve muito tempo dentro de campo. Ainda assim, participou dos jogos finais da Champions League, a qual terminou vitorioso.

Em 2016/17, o meia colombiano não chamava a atenção de Zidane, técnico do Real, e mesmo participando de gols não tinha oportunidades dentro de campo. Insatisfeito, pediu para se transferir e clubes foram ao mercado da bola negociar com o atleta.

Bayern Munique

Assinou com o gigante alemão por dois anos e continuou fazendo gols e dando assistências. Foi considerado peça-chave na conquista da Bundesliga 2017/18Karlz-Heinz Rummenigge agradeceu, em entrevista, Carlo Ancelloti pela contratação do atleta.

Em 2018/19, venceu mais uma vez a Bundesliga e foi campeão da Copa da Alemanha, apesar de estar lesionado. Entretanto, o Bayern não quis exercer a opção de compra de 43 milhões de euros e James voltou ao Real Madrid. Terminou sua passagem no time alemão com 15 gols e 20 assistências em 67 jogos.

Retorno ao Real

Em sua volta ao clube merengue, em 2019/20,  não teve muitas oportunidades e entrou em campo apenas oito vezes. Assim, seu contrato acabou e, no mercado de transferências, assinou com um time inglês.

Everton

Desde então, defende as cores azuis do Everton, da cidade de Liverpool. Até o momento, disputou 26 partidas pela equipe, marcou seis gols e deu nove assistências.

James Rodríguez pela Seleção Colombiana

No time nacional, é titular absoluto e camisa 10. Assim, é importantíssimo para a seleção. Até o atual momento, conta com 23 gols e 25 assistências em 80 jogos.