A ótima temporada de James Maddison no Leicester

Jovem meia é uma das gratas revelações da temporada

0
333
Maddison-Leicester

James Maddison é, certamente, um dos principais talentos desta “nova geração” inglesa. A aposta do Leicester para a atual temporada vem se firmando a cada jogo na Premier League e se consolidou como um dos jovens mais promissores da competição.

Maddison chama atenção pela sua capacidade de criar situações de gol e por articular o meio-campo.

(Divulgação/Premier League)

Início de carreira de James Maddison

Maddison começou a sua carreira nas categorias de base do Coventry City, atualmente está na terceira divisão. O meia foi promovido à equipe principal na temporada 2014/2015. O jogador permaneceu nos Sky Blues até 2016, quando na ocasião, foi negociado com o Norwich City.

Na equipe do leste da Inglaterra, o meia inglês viveu altos e baixos, diversos empréstimos para times menores e poucos minutos em campo. No entanto, a temporada passada foi o divisor de águas para Maddison.

Ele se firmou como um dos principais jogadores do Norwich City na campanha da Championship, que terminou na 14ª posição com 60 pontos.

A mudança radical: a temporada 2017/2018

Depois de uma temporada abaixo em 16/17, James Maddison chegou com tudo para a campanha 17/18. Sempre atuando pela faixa central do meio-campo do Norwich, o jovem inglês era o principal responsável pelo setor de criação dos Canaries.

Pelo Norwich City, o jogador atuou em 49 partidas e teve números bem expressivos. Foram 15 gols e 11 assistências durante toda a temporada. Além disso, vale destacar que o atleta foi responsável por 44% dos gols da equipe canarinho durante a Championship.

O Norwich fez 49 gols na competição, e Maddison teve participação direta em 22 deles, com 14 gols e mais oito assistências.

Com esse grande desempenho, Maddison chamou atenção dos clubes da Premier League e foi contratado junto ao Leicester. No começo de 18/19, os Foxes pagaram 25 milhões de euros para contar com o jovem jogador inglês.

Divulgação/Premier League

Análise técnica e tática de James Maddison pelo Leicester City

Atuando nesta temporada com a camisa do Leicester, Maddison começou a campanha 18/19 como o meio-campista titular da equipe. E em seu primeiro ano com os Foxes, ele vem sendo titular, até o momento, em 92% dos jogos da equipe na temporada.

Isso mostra a grande qualidade do atleta, que atua pela primeira vez na Premier League, e a influência do jogador no time, agora comandado por Brendan Rodgers.

Taticamente, Maddison pode atuar em diversos setores do meio-campo. Em algumas partidas da temporada, o meio-campista inglês jogou aberto pelo lado esquerdo, de forma mais avançada (como um jogador de lado de campo num 4-3-3), ou no segundo terço final em um 4-2-3-1.  

Em outros jogos e também em certas situações de jogo, onde a equipe esteve atrás do placar, James Maddison atuou na faixa central do campo, porém, um mais pouco mais atrás para auxiliar na saída de bola da equipe e conseguir fazer melhor a transição entre o meio e o ataque.

No entanto, foi como meio campo central, que o camisa 10 do Leicester mais jogou ao longo da campanha.

(Reprodução/Leicester City)

Leia mais: Goleador e mortal: Raheem Sterling faz a melhor temporada de sua vida

No entanto, apesar de atuar como meio-campista avançado durante boa parte da temporada, o jogador tem números regulares no que diz respeito a gols e assistências.

Mas, isso é pelo fato de Maddison não apresentar uma característica de entrar tanto na área para finalizar.

O seu jogo é muito mais baseado na posse e controle de bola, buscando passes verticais para sempre deixar o companheiro em condições de arremate.

Em muitas ocasiões, Maddison utiliza o drible curto para ganhar vantagem diante do marcador e quebrar a linha bem posicionada do meio-campo da equipe adversária. Com espaço e com a sua capacidade de achar passes em profundidade, o atleta inglês cria diversas situações ofensivas.

E quem mais se beneficia dessa virtude de Maddison é, certamente, Jamie Vardy. O atacante campeão com o Leicester tem a facilidade de atacar os espaços vazios, receber a bola e partir em direção ao gol.

Outra grande arma do meio-campista inglês são as situações criadas através das bolas paradas. Seja por jogadas de escanteios, cobranças de faltas longas ou laterais e até mesmo faltas frontais.

Muitas de suas assistências e gols vieram deste recurso. Além disso o jogo aéreo do Leicester é uma das principais armas da equipe, muito por conta da forte presença do zagueiro Harry Maguire.

O inglês é especialista nas bolas paradas e a maior parte de seus gols saíram dessa maneira. (Divulgação/Premier League)

Números na temporada 2018/2019

Até o momento, James Maddison entrou em campo em 38 partidas na temporada e fez sete gols e sete assistências.

Os números não mostram a grande influência do jogador para a equipe do Leicester. Mesmo que apresente um número razoável de gols e assistências, ele é o jogador que mais cria chances de gol com a camisa dos Foxes, e um dos que mais criam em toda a Premier League.

Ele está atrás apenas de Ryan Fraser, Eden Hazard, Salah, Robertson e David Silva. Ao todo, Maddison teve 13 grandes chances criadas durante a campanha do Leicester na Premier League. Além disso, ele está entre os 15 jogadores com mais assistências no Campeonato Inglês.

Sem dúvidas, Maddison ainda é um jogador em formação, que vem se firmando ano após ano e chamando atenção como um dos jogadores mais criativos da Premier League.

Ele é responsável por 27% dos gols do Leicester na competição, e isso mostra a sua grande capacidade ofensiva e seu recurso como armador principal dos Foxes.