‘Profeta’ Isaías, o primeiro brasileiro a jogar na Premier League

Apesar de ter uma passagem discreta pelo futebol inglês, Isaías marcou a história

0
527
Isaías Premier League
Clive Mason/ALLSPORT

Pouco conhecido no Brasil, ídolo no Benfica e o primeiro brasileiro a jogar na Premier League, Isaías Marques Soares ficou marcado na história moderna do Campeonato Inglês. Atuando como meia, segundo atacante e até centroavante, Isaías chegou ao Coventry City em 1995 e estreou com as cores da equipe logo na segunda rodada da liga. 

O “profeta” Isaías, como também ficou conhecido, nasceu em 1963, em Linhares, no Espírito Santo e foi revelado pelo Fluminense. Também defendeu Friburguense e Cabofriense, ambos do Rio de Janeiro, antes de partir para a Europa, em 1987, rumo ao Rio Ave, onde ficaria até 1988. Na sequência, ainda em Portugal, foi contratado pelo Boavista, com o qual disputou a temporada 1989/1990. 

Leia mais: Quais brasileiros já foram campeões da Premier League?

O início de uma carreira de sucesso

Em 1990, Isaías foi contratado pelo Benfica, de Lisboa, dando início a uma bem sucedida história no clube português. Por lá, jogou 178 partidas e marcou 71 gols, conquistando dois títulos do campeonato nacional: em 1990/1991, na primeira temporada pela equipe, e em 1993/1994. Além disso, campeão também da Taça de Portugal, na edição 1992/1993. 

Nesse ínterim, Isaías ficou marcado especialmente por vitória sobre o Arsenal na Copa dos Campeões da temporada 1991/1992. Na ocasião, 3 a 1 para o Benfica e dois gols do goleador capixaba. Aliás, Isaías foi o maior artilheiro brasileiro da história do Benfica até 2017, quando ultrapassado por Jonas, que seguiria no time até 2019. 

Já em 1995, Isaías trocou o Benfica pelo Coventry City, da Inglaterra, e em seguida se tornou o primeiro brasileiro a jogar uma partida de Premier League. 

Leia mais: Por que a Premier League não atraiu grandes atacantes brasileiros?  

O primeiro brasileiro na PL

Isaías Coventry City
Clive Mason/ALLSPORT

Isaías chegou na Inglaterra aos 32 anos, em 1995, para defender o modesto Coventry City. Contudo, foram apenas 12 jogos e dois gols marcados pelo clube, números bem abaixo daqueles que o brasileiro apresentara no Benfica. Assim, diferentemente do período em Portugal, não conquistou nenhum título em sua curta passagem pela Terra da Rainha. 

No entanto, Isaías exibe, com orgulho, o “título” de primeiro brasileiro a atuar na Premier League. Naquele mesmo ano, Juninho Paulista também jogou por um clube inglês, o Middlesbrough, mas estreou na elite inglesa apenas na 12ª rodada, enquanto Isaías fez sua estreia logo na segunda partida. 

E Isaías ainda se destacou por ter marcado um gol diante do Chelsea, em Stamford Bridge. Na ocasião, o tento do brasileiro fez o Coventry reagir após estar perdendo por 2 a 0. Assim, o time conseguiu buscar o empate, graças, portanto, ao gol do “profeta” Isaías. 

Depois de dois anos sem muito brilho na Inglaterra, Isaías voltou a Portugal. Porém, seus antigos clubes, Rio Ave, Boavista e Benfica, não quiseram contratá-lo, em função, sobretudo, da idade. Afinal, o brasileiro já tinha 34 anos. Ele então reforçou o Campomaiorense, ajudando a salvar o time do rebaixamento na temporada 1999/2000. 

Leia mais: 5 brasileiros que passaram pela League One e você talvez não sabia

Volta ao Brasil e dificuldades financeiras

Na sequência, em 2000, Isaías retornou ao Brasil para jogar pela Cabofriense, uma de suas primeiras equipes. Já na temporada seguinte, sua última como jogador de futebol profissional, novamente defendeu as cores do Friburguense

Contudo, apesar da trajetória vitoriosa, a vida do brasileiro não está sendo fácil após a aposentadoria. Hoje, as 56 anos, Isaías tenta recomeçar a vida em Portugal, mas sem o suporte financeiro de outrora, fruto do período no futebol.

Em 2016, em entrevista ao jornal portuguesa A Bola, o “profeta” contou sobre as dificuldades que enfrentava e explicou que decidiu deixar São Pedro da Aldeia, cidade no interior do Rio de Janeiro. E destacou ainda que, em busca de emprego, voltou à Portugal junto dos filhos Isaías Júnior e Lucas Cardoso para trabalhar no restaurante de um amigo. 

Leia mais: Mirandinha: o primeiro brasileiro a jogar na Inglaterra