Inter de Milão torce para venda de Gabigol

Inegavelmente, a passagem de Gabigol pela Inter de Milão não teve sucesso. Assim, depois de ser emprestado algumas vezes. A Nerazurri vendeu o camisa nove para o Flamengo. Onde joga desde 2019 e se tornou ídolo da equipe e uma bandeira do clube.

Porém, a Inter ainda tem algum interesse em Gabriel. Com isso, o clube italiano, segundo o jornal La Gazzetta dello Sport, ainda ficou com 10% de uma venda futura do camisa 9.

Neste cenário, a projeção da Inter de Milão é que Gabigol pode render até 3 milhões de euros (R$ 15,77 milhões) em um futuro próximo. Porém, o Flamengo, que já recebeu investidas do futebol inglês, não promete facilitar uma possível venda. Já que o atacante é visto como peça-chave dentro do elenco.

Comprado do Santos, em 2016, e com expectativas altíssimas, o brasileiro não conseguiu mostrar sua qualidade em Milão. Três anos mais tarde, depois de empréstimos a Benfica e Santos, ele foi cedido definitivamente ao Flamengo por 17.5 milhões de euros. No time rubro-negro, ele conseguiu quatro títulos nacionais e dois continentais. Se trocar de uniforme, a Inter faria valer os 10% que ainda tem direito sobre ele.

Essa foi uma cláusula inserida como ‘segurança’ por uma eventual explosão de Gabigol no futebol brasileiro. De acordo com as estimativas atuais, ele poderia render de 2 a 3 milhões de euros em uma venda” informou o diário.

Flamengo não tem intenção de vender Gabigol

Por outro, o Flamengo não parece ter nenhuma intenção em vender Gabi. Recentemente, Marcos Braz revelou que Gabigol foi alvo de uma oferta de 30 milhões de euros da Europa. Assim, mesmo sem citar o time, informações do início do ano deram conta que o West Ham tentou fechar por empréstimo com o atacante. Como o acordo seria com opção de compra, o Flamengo descartou de imediato a negociação.

Além do West Ham, Newcastle, Aston Villa também foram especulados como destinos de Gabigol. Neste cenário, a tendência é que o Flamengo siga exigindo o pagamento de 33 milhões de euros (R$ 173 milhões), valor da multa rescisória do atacante.