Champions League: Como foi o desempenho dos ingleses na fase de grupos

Os quatro ingleses se classificaram. City e Liverpool mostraram mais força

0
195
ingleses na fase de grupos

Com o término da fase de grupos da atual temporada da Uefa Champions League é possível afirmar que os clubes ingleses tiveram sucesso em suas participações. Os quatro conseguiram classificações para as oitavas de final.

Manchester City e Liverpool mostraram mais força e condições de terem uma boa caminhada no restante do campeonato. Sendo que o time de Guardiola teve mais destaque, dominando seu grupo.

O Tottenham apresentou dificuldades para classificar-se. Já o Manchester United garantiu sua vaga nos mata-matas com uma rodada de antecedência. No entanto, mostrou, possivelmente, o futebol mais problemático dentre os quatro.

Leia mais Era pós-Ferguson: onde está a glória do Manchester United?

Daqui até a próxima fase, em fevereiro de 2019, os ingleses vão passar pelas exaustivas rodadas de natal e ano novo da Premier League. Haverá também a janela de contratações do inverno europeu, que costumam ser animadas na Inglaterra.

Tudo isso pode alterar a maneira como serão vistos City, Liverpool, Spurs e United quando começarem as oitavas.

Há também que se ressaltar que todos os confrontos da Champions League, a partir de agora, são definidos por sorteio, o que dificulta prognósticos mais precisos.

No entanto, os desempenhos dessas equipes na fase de grupos podem apontar para possíveis caminhos para elas dentro da competição.

Como foi o desempenho dos ingleses na fase de grupos

Manchester City

Apesar de estreia com derrota para o Lyon, em casa, o City não teve dificuldades para dominar o grupo F e garantir a primeira posição com antecedência.

Após a derrota foram quatro vitórias e um empate, totalizando 13 pontos (cinco a mais do que o segundo colocado, o Lyon). Os 16 gols marcados mostram o ataque funcionando bem.

IMPRESSIONANTE!

Pep Guardiola é mais uma vez líder de seu grupo da Champions League pela 9ª vez em 10 ocasiões como treinador ??? pic.twitter.com/QKpwdAoJM3— PL Brasil (@plbrasil1) 12 de dezembro de 2018

Mesmo assim o time apresentou certa dificuldade para definir partidas quando não contou com Sergio Aguero como centroavante. Gabriel Jesus, definitivamente, não está em sua melhor fase.

A equipe demonstrou dominância e parece ter condições de brigar até o fim pelo título. Seria a primeira conquista de Champions League do Manchester City e de Pep Guardiola, desde que deixou o Barcelona.

Liverpool

https://twitter.com/plbrasil1/status/1073266062160994304

Em um grupo difícil, com PSG e Nápoli, o Liverpool mostrou muita força jogando em casa, onde venceu seus três jogos. Também apresentou sérios problemas atuando fora de casa, sendo derrotado três vezes (inclusive pelo fraco Estrela Vermelha).

A garantia da classificação na chave C, em segundo lugar, veio apenas na última rodada, em uma partida dificílima contra o Napoli.

A possibilidade de enfrentar um adversário difícil já nas oitavas é grande. Tendo terminado em segundo lugar, os Reds enfrentarão um dos primeiros colocados (excluindo PSG e Manchester City).

Para ter mais chances de avançar na competição o time precisará ser mais competitivo nos confrontos longe de Anfield. Investimento em mais um defensor também pode ser uma boa ideia.

O lado positivo é que as contratações feitas para a temporada encorparam o elenco. Jurgen Klopp pode fazer substituições sem se preocupar muito com quedas de rendimento.

O investimento alto no goleiro brasileiro Alisson cada vez mais parece certeiro. Ele tem sido peça fundamental na caminhada do Liverpool até aqui. A diferença em relação a Karius e Mignolet é muito grande.

Tottenham

Os Spurs garantiram classificação no grupo B com apenas duas vitórias. Era de se esperar dificuldades para o time de Londres em uma chave com Barcelona e Inter de Milão. O clube italiano fez investimentos importantes para a temporada.

O Tottenham não fez nenhuma contratação, devido aos gastos com a construção de seu novo estádio (que ainda não ficou pronto). Aliás, a impossibilidade de atuar em sua própria casa foi mais um obstáculo.

A equipe até teve bons momentos em suas partidas. Mostrou qualidade de jogo ofensivo e boa técnica individual de seus atletas. Mas a verdade é que os Spurs tiveram muitos problemas para conquistar seus oito pontos.

A classificação aconteceu muito mais pelo péssimo desempenho de Inter e de PSV do que pelas qualidades dos londrinos.

O Tottenham não deve ser colocado entre os favoritos ao título. Uma possível classificação para as quartas de final deve ser considerada um bom resultado.

Manchester United

https://twitter.com/plbrasil1/status/1072977996879982593

O United garantiu sua classificação no grupo H com uma rodada de antecedência. Apesar disso, o futebol apresentado pelos comandados de José Mourinho não dá a seus torcedores tranquilidade para o restante da competição.

Os Red Devils conquistaram sua vaga para as oitavas com mais tranquilidade do que Liverpool e Tottenham. Já seu desempenho técnico esteve abaixo dos de seus rivais.

O time teve muitas dificuldades para jogar ofensivamente. Marcou apenas sete gols em seis jogos. Na última rodada poderia ter assumido a liderança da chave com uma vitória sobre o eliminado Valencia. Fez um jogo apático, foi derrotado e deixou o primeiro lugar com a Juventus.

Mesmo com um elenco caro e qualificado, o United apresenta os mesmos defeitos e dificuldades para criar jogadas de ataque das duas temporadas anteriores. A diferença é que, na atual, tem conquistado menos pontos e vitórias.

Sendo assim fica difícil vislumbrar a mudança necessária para que a equipe esteja entre os favoritos acontecendo tão cedo. Seria preciso ter sorte nos sorteios para as próximas fases e apostar na mística que o United sempre teve em competições europeias.

O sorteio dos confrontos para as oitavas da Champions League acontece no dia 17 de dezembro. Os confrontos acontecem em fevereiro e março de 2019. 

Não há posts para exibir