Inglaterra: 5 jogadores ‘injustiçados’ por Southgate na convocação

9 minutos de leitura

O técnico Gareth Southagate não é uma unanimidade no comando da seleção inglesa há um bom tempo. Apesar de ter sido finalista da última Eurocopa, o treinador não tem todo o crédito de parte da imprensa e da torcida na Inglaterra. O comandante voltou a ser alvo na última quinta-feira (9), após uma convocação polêmica para os próximos jogos do time.

Southagate chamou 25 jogadores para os jogos da Inglaterra contra Malta e Macedônia do Norte, pelas Eliminatórias da Eurocopa, nos próximos dias 17 e 20, respectivamente. O treinador manteve a base da Data Fifa de outubro e apenas trocou Eddie Nketiah (Arsenal) por Callum Wilson (Newcastle). Lesionado, John Stones (Manchester City) também saiu.

O comandante ainda precisou realizar trocas de última hora, já que Jude Bellingham (Real Madrid), Levi Colwill (Chelsea), Lewis Dunk (Brighton), Callum Wilson e James Maddison (Tottenham) foram cortados por lesão. Cole Palmer (Chelsea), Rico Lewis (Manchester City) e Ezri Konsa (Aston Villa) entraram na lista.

Os jogadores ‘injustiçados’ por Southagate na Inglaterra

A convocação, em linhas gerais, desagradou muitas pessoas. Southgate é daqueles treinadores que vai até o fim com seus homens de confiança, por mais que eles estejam em fases ruins. Na lista desta quinta, isso ficou evidenciado. Nomes como Kalvin Phillips, Jordan Henderson, Aaron Ramsdale e Marcus Rashford foram convocados mesmo estando em baixo.

Alguns atletas que vivem bons momentos foram deixados de lados. Por isso, a PL Brasil listou cinco jogadores que mereciam compor a convocação da Inglaterra para a Data Fifa de novembro.

Ben White – Arsenal

A titularidade absoluta de White no Arsenal não é capaz de comover Southgate, que prefere oportunizar Maguire, Lewis Dunk, Guehi, Tomori e o jovem Colwill. Nem mesmo a polivalência do zagueiro, que também joga (muito) pela lateral-direita, faz o treinador achar que o gunner merece uma oportunidade.

Na entrevista coletiva da convocação, o treinador admitiu as qualidades do defensor, mas disse ainda assim ver outros atletas à frente de Ben White.

—  Ben tem sido muito sólido no Arsenal nesta temporada. Ele tem um perfil diferente de zagueiro, um zagueiro atuando como lateral. Ele está fazendo um bom trabalho para seu clube, ele está atrás de alguns outros no momento —, comentou.

Southagate negou, mas a ausência de White pode se relacionar com motivos fora do nível técnico do atleta. O jogador deixou a seleção inglesa em meio à disputada Copa do Mundo do Catar por conta de problemas pessoais. Isso não pegou bem e desde então ele não foi mais convocado.

Ben White em jogo do Arsenal - Foto: Icon Sport
Ben White em jogo do Arsenal (Foto: Icon Sport)

James Ward-Prowse – West Ham

Kalvin Phillips e Jordan Henderson foram duas das escolhas mais criticadas pelo público. O primeiro ainda não se firmou pelo Manchester City, pouco joga no time de Guardiola e já é considerado um flop. Já o ex-jogador do Liverpool atua na Arábia Saudita, o que diminui seu prestígio dentro da Inglaterra.

Uma opção para o meio-campo seria WardProwse, que vem de boas temporadas e começou muito bem pelo West Ham. O camisa 7 é tido como um dos melhores cobradores de bolas paradas do futebol inglês. Na atual temporada, o volante já tem dois gols e oito assistências em 14 jogos.

Raheem Sterling – Chelsea

Outro nome de destaque do Chelsea é o de Sterling. Outrora presença frequente na Inglaterra, o experiente jogador perdeu espaço nas convocações desde a Copa do Mundo. O espaço ofensivo foi ocupado por Jack Grealish, Marcus Rashford, Phil Foden, Jarrod Bowen, James Maddison, Harry Kane, Ollie Watkins e Callum Wilson. O atleta de 28 anos está sem espaço.

Sterling se reencontrou com o bom futebol após a chegada de Mauricio Pochettino. Ele já marcou cinco gols na temporada e tem sido um pilar na reconstrução dos Blues.

Sterling celebra gol pelo Chelsea (Foto: IconSports)
Sterling celebra gol pelo Chelsea (Foto: IconSports)

Anthony Gordon – Newcastle

Gordon assumiu ainda mais protagonismo no Newcastle nessa temporada e, por isso, poderia entrar na seleção da Inglaterra. De fato, a concorrência na posição é muito dura, mas ele atravessa um momento melhor que Rashford, por exemplo. O jovem tem quatro gols na temporada e balançou as redes contra o Arsenal, na última partida da Premier League.

Southagate justificou a ausência de Gordon citando as outras boas opções no setor ofensivo. Ele elogiou o meia-atacante, mas lembrou a forte concorrência na área do campo.

— Essa é uma área do campo onde provavelmente temos tanta competição por vagas quanto em qualquer outro lugar. Veja, Jarrod Bowen já marcou sete gols nesta temporada. Anthony Gordon está jogando muito bem no Newcastle–, avaliou.

Eberechi Eze – Crystal Palace

Aos 25 anos, Eze já foi alvo do Manchester City e recentemente renovou seu vínculo com o Crystal Palace. Mais uma vez, ele é destaque na temporada da equipe londrina e já acumula dois gols e três assistências em 11 temporadas.

Com o corte de Bellingham, o meia poderia ser uma alternativa interessante para a função. Eze já convocado em outros momentos por Southgate e tem feito um bom mês de novembro após ficar no estaleiro em outubro por conta de contusão.

Eberechi Eze Crystal Palace City
Eze em campo pelo Crystal Palace (Foto: Icon Sport)
Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.