‘Pesadelo’ e ‘presente para Bélgica’: Inglaterra empata amistoso com falhas feias e é criticada por jornais

5 minutos de leitura

O amistoso entre Inglaterra e Bélgica terminou em 2 a 2, nesta terça-feira (26). Os gols no estádio Wembley foram marcados por Youri Tielemans (2) para os belgas e Ivan Toney e Jude Bellingham para os ingleses.

Os dois gols da Bélgica aconteceram a partir de falhas na defesa da Inglaterra, que assim como no amistoso contra o Brasil, não teve uma boa atuação. Os erros cometidos pelo goleiro Jordan Pickford (Everton) e o zagueiro Lewis Dunk (Brighton) foram repercutidos pela imprensa no Reino Unido.

Pickford comete “primeira grande falha” na seleção

Aos 11 minutos do primeiro tempo, Pickford cobrou o tiro de meta mandando a bola para o meio do campo. Mas Onana facilmente ficou com a bola e passou para Tielemans, que aproveitou o gol desprotegido para mandar a bola pro fundo das redes.

A falha de Pickford rendeu comentários negativos da mídia britânica. Jim Proudfoot, do site “talkSPORT”, chamou o atleta do Everton de “goleiro horrível” após a falha. Já o jornal “The Sun” noticiou o lance como “pesadelo”, dizendo que Pickford “presenteou a Bélgica com um gol prematuro”.

image-19
“Jordan Pickford sofre pesadelo na Inglaterra quando o goleiro do Everton comete erro embaraçoso para presentear a Bélgica com um gol prematuro”

Já Matt Jones, editor do site local “Liverpool Echo Sport”, ironizou a situação em sua conta no “X”, dizendo que por ser o primeiro grande erro de Pickford na seleção, “com certeza” seria tratado de forma equilibrada.

“O primeiro grande erro de Pickford na Inglaterra… de todos os tempos? Claro que a reação será calma e comedida…”

Toney empata, mas Bélgica vira em mais uma falha inglesa

Além da grande falha, a reação da imprensa se deve ao fato de que, até então, a Inglaterra fazia um bom jogo. Superiores na posse de bola na etapa inicial, os britânicos chegavam ao ataque com boas trocas de passes. Foi em uma dessas jogadas, na qual Mainoo passou a bola para Bellingham na área, que nasceu o pênalti que levou ao gol da seleção da casa.

Aos 17 minutos, Ivan Toney foi para a cobrança e abriu o placar para os ingleses. Segundo a plataforma de estatísticas “OptaJoe”, o jogador do Brentford foi o primeiro a marcar um gol de pênalti em sua primeira partida pela Inglaterra desde Allan Clarke na Copa do Mundo de 1970, contra a extinta Tchecoslováquia.

Porém, a alegria dos ingleses durou pouco. Depois de ter um gol anulado por impedimento identificado pelo VAR, a Inglaterra sofreu novamente com uma falha na defesa. Lukaku disparou em contra-ataque e Lewis Dunk tentou dar um carrinho para impedir o avanço do belga. Porém, a bola acabou escapando e o atleta da Roma seguiu no lance, fazendo um belo lançamento para Tielemans ampliar o placar.

Bellingham salva Inglaterra de derrota

A Inglaterra cresceu no segundo tempo, finalizando mais vezes (9 versus 3), mas a defesa belga vinha sendo eficiente até o último minuto da partida. No lance final, Jude Bellingham, enfim, conseguiu estufar as redes e salvou a equipe de Gareth Southgate de terminar a Data Fifa com o saldo de duas derrotas.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Me formei em Jornalismo pela PUC-SP em 2020. Antes de escrever para a PL Brasil, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.