Após corte de Saka, Inglaterra confirma 3 desfalques de peso para amistoso contra o Brasil

5 minutos de leitura

A seleção inglesa enfrenta o Brasil neste sábado (23), às 16h (horário de Brasília) e terá vários desfalques de peso para o amistoso. O técnico Gareth Southgate confirmou a ausência de três atletas para o jogo realizado no Wembley, após o corte de Bukayo Saka na última quinta-feira.

Em coletiva de imprensa concedida na tarde desta sexta-feira (22), Southgate divulgou que Harry Kane, Cole Palmer e Jordan Henderson não estarão à disposição para o amistoso contra a seleção brasileira. O treinador ainda confirmou que capitão é dúvida para o jogo contra a Bélgica na terça-feira (26).

— Não há Harry Kane, Jordan Henderson ou Cole Palmer amanhã. Eu diria que Cole e Henderson têm melhores chances de jogar contra a Bélgica do que Harry. Ele seria extremamente duvidoso.

Kane sofreu uma lesão no tornozelo no dia 16 de março, na vitória do Bayern de Munique contra o Darmstadt pela Bundesliga. Segundo informações divulgadas pelo “Mail Sport”, o atacante não participou dos treinamentos durante a semana com a seleção inglesa, realizando apenas o trabalho na academia para recuperação física.

No entanto, Southgate não confirmou quais são as lesões de Palmer e Henderson. Os dois jogadores estão trabalhando na recuperação para enfrentar a Bélgica no segundo compromisso da Data Fifa.

Oportunidade para outros jogadores enfrentaram o Brasil

No intervalo de dois dias, Southgate ganhou desfalques de peso para o amistoso contra a seleção brasileira. No entanto, o treinador entende que a partida contra o Brasil pode ser uma ótima oportunidade para testar alguns atletas para a Europa 2024.

—  É uma oportunidade brilhante para outros jogadores.

Watkins e Toney são as opções para entrarem em campo no lugar de Kane. Em conversa com a imprensa, Southgate afirmou que está analisando as alternativas, mas não confirmou que será o atacante titular contra o Brasil.

— Essa é uma decisão que teremos que tomar. O número 9 é uma posição especializada. Eles têm atributos diferentes. Dependerá de lesões em outras posições e jogadores que podem desempenhar mais de uma função. Ambos estão cientes de que a oportunidade é grande. Ambos estão em boa forma e passaram algum tempo conosco. Ollie (Watkins) se saiu bem. Ivan (Toney) teve o impacto que esperávamos.

Southgate minimiza retrospecto negativo

A seleção brasileira tem ótimo retrospecto contra a Inglaterra. Em 26 jogos, o Brasil venceu 11, enquanto os ingleses levaram a melhor em apenas quatro oportunidades, todos em amistosos.

Mesmo com a ampla desvantagem no confronto, Southgate minimizou os números e demonstrou confiança para conseguir um ótimo resultado em Wembley.

— Começamos a fazer isso nos últimos anos. Só vencemos o Brasil quatro vezes. Há muitos jogos contra grandes adversários contra os quais não temos excelentes registro, mas essa equipe conseguiu vencer. É mais uma oportunidade para marcarmos. Seremos testados em todos os aspectos do nosso jogo.

Ao lado de Southgate, John Stones também participou da coletiva de imprensa e elogiou o Brasil, mas enfatizou sobre a seriedade no amistoso.

— Não vejo amistosos ​​como amistosos, somos nós contra uma das melhores equipes do mundo. Uma equipe cheia de jogadores de topo. Um grande teste para nós, como equipe, tirarmos algum proveito disso.

Gabriel Lemes
Gabriel Lemes

Me formei em Jornalismo pela Univap em 2019 e sou redator da PL Brasil. Já escrevi para o Quinto Quarto, Minha Torcida, Futebol na Veia e Portal Famosos.