Inglaterra x Brasil: Andreas é decisivo e Endrick faz história em Wembley

5 minutos de leitura

O Brasil venceu a Inglaterra por 1 a 0 na tarde deste sábado (23) no amistoso disputado no Wembley. Aos 35 minutos do segundo tempo, Vinicius Junior recebeu um belo lançamento de Andreas Pereira, saiu cara a cara com Jordan Pickford, parou no goleiro e no rebote Endrick, que entrou no segundo tempo, marcou o gol da vitória brasileira.

A seleção brasileira quebrou um jejum de 14 anos e quatro meses (ou três jogos). A última vitória do Brasil sobre a Inglaterra foi em 14 de novembro de 2009, em um amistoso disputado em Doha. Na oportunidade, a canarinho, comandada por Dunga, venceu por 1 a 0, com gol de Nilmar de cabeça.

De acordo com a “BBC”, Endrick é o jogador mais jovem a marcar na história de Wembley. Foi a estreia do atacante de 17 anos no time principal da seleção brasileira. Além disso, a promessa revelada pelo Palmeiras se tornou o quarto jogador mais jovem da história a marcar um gol com a amarelinha. Segue a lista:

  • Pelé: 16 anos e 257 dias
  • Edu: 16 anos e 306 dias
  • Ronaldo: 17 anos e 228 dias
  • Endrick: 17 anos e 246 dias

O jogo

O primeiro tempo foi de um Brasil muito intenso. Logo nos primeiros minutos, Vinicius Junior quase abriu o placar, chutando na saída do goleiro, mas o chute saiu fraco e Kyle Walker interviu. Curiosamente, a bola acertou a cabeça de Harry Maguire. Pouco tempo depois, o craque do Real Madrid tentou cavar um pênalti, mas não colou.

Destaque para Lucas Paquetá, que voltou à seleção brasileira em excelente forma. Melhor jogador da canarinho na partida, o craque lembrou seus momentos de West Ham, encontrando Vinicius Junior com lançamentos rasteiros primorosos e com saídas de bola com excelência ao lado de Bruno Guimarães. Aos 34 minutos de partida, o camisa 10 dos Hammers acertou a trave.

Aos 41 minutos de jogo, Maguire recuou mal para Jordan Pikford e a bola parou em Raphinha na área. Porém, o atacante do Barcelona chutou rasteiro no canto esquerdo para fora.

Pelo lado da Inglaterra, o lance de mais perigo foi no meio da primeira metade, com Ollie Watkins perdendo um gol cara a cara com Bento. Fabrício Bruno chegou a tempo de bloquear o arremate.

Nos últimos minutos da partida, Endrick recebeu uma bola primorosa, mas parou no pé de Pickford e perdeu a chance de ampliar o placar.

Segundo tempo

No segundo tempo, o primeiro susto veio logo aos cinco minutos com Anthony Gordon quase acertando a meta brasileira, mas Bento fez uma boa defesa. Aos 17′, Bruno Guimarães deu um belo passe para Paquetá, que deu um chutaço, tirando tinta da trave. Aos 24′, foi a vez de Conor Gallagher tentar cavar um pênalti, mas também não foi atendido pelo árbitro.

Preocupação para o Manchester City

Walker Inglaterra e Brasil
Walker saindo machucado em Inglaterra e Brasil (Foto: Icon Sport)

Perto da metade do primeiro tempo, Kyle Walker foi substituído pelo estreante Ezri Konsa e a braçadeira de capitão passou para Maguire. A possível lesão do lateral-direito titular se tornou dor de cabeça para Pep Guardiola, já que o Manchester City tem um confronto direto pela liderança da Premier League contra o Arsenal daqui oito dias e o jogo de ida das quartas de final da Champions League contra o Real Madrid em 12 dias.

Próximos jogos de Inglaterra e Brasil

  • Inglaterra x Bélgica – terça-feira (26), às 16h45 (horário de Brasília) no Wembley (amistoso)
  • Espanha x Brasil – terça-feira (26), às 17h30 (horário de Brasília) no Santiago Bernabéu (amistoso)
Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.