Imprensa critica a Seleção Holandesa e reconhece que jogando assim, não iriam longe na competição

1 minuto de leitura

A Seleção Holandesa fez o seu 2º jogo da fase de grupos da Copa do Mundo 2022 na sexta-feira (25), empatando em 1 x 1 com o Equador. Mas novamente não conseguiu fugir das críticas da imprensa de seu país, já que o desempenho da equipe não está agradando muitos, inclusive o treinador Louis van Gaal. Então, acompanhe aqui na Premier League Brasil tudo sobre a análise da mídia.

De antemão, mesmo com um desempenho abaixo do esperado até agora, o time lidera o Grupo A com quatro pontos e precisa apenas de um empate na última rodada contra o Catar, que soma duas derrotas na competição, para se classificar para as oitavas de final.

Com isso, tanto o técnico como o capitão da Holanda, van Dijk, já haviam reconhecido um desempenho pouco animador na vitória na estreia, por 2 x 0 em cima do Senegal. Agora, foi a vez de um dos jornais com mais renome nos Países Baixos, Algemeen Dagblad, criticar a seleção. Assim, destacando os méritos para o time equatoriano, consideram-nos como vencedores morais, acompanhe abaixo:

A seleção holandesa saiu de campo em Doha na noite de sexta-feira, com os olhos baixos, após um empate em 1 a 1 contra o Equador. Os aplausos e as cantorias só soaram do outro lado, onde a seleção sul-americana não só tinha mais torcedores como, acima de tudo, podia se autodenominar a vencedora moral.

Por outro lado, os jornais Het Parool e De Telegraaf foram por outra linha de raciocínio, projetando que com esse futebol, a Laranja Mecânica não deve ir longe na competição, mesmo que avance de fase.

Por fim, Het Parool ainda fez comparações à outras seleções, como Brasil, França e Espanha, e o quanto elas demonstraram tecnicamente nessas duas primeiras rodadas, alegando que esses elencos sabem o que é preciso para ser campeão. Já De Telegraaf, considerou o empate contra o Equador, um revés para a conquista de títulos da Seleção Holandesa.

Miguel Lussac
Miguel Lussac

Primeiramente, o futebol virou minha paixão, confesso que antes eu não gostava tanto de acompanhar, mal sabia eu o que estava perdendo. Agora, quero que isso faça parte da minha vida, criando uma carreira com aquilo que eu gosto!