Hoffenheim – História, estatísticas e conquistas

O Hoffenheim nasceu na Alemanha, no dia 1º de julho de 1899, situado na cidade de Hoffenheim, subúrbio de Sinsheim, no estado de Baden-Württemberg.

O TSG 1899 Hoffenheim cresceu ainda mais as suas ambições em 2006, quando o clube decidiu construir um novo estádio, o Rhein-Neckar-Arena, com capacidade de 31 mil torcedores, para assim, jogar a Bundesliga. O Rhein-Neckar-Arena foi inaugurado em 24 de janeiro de 2009.

Trajetória do Hoffenheim: fundação, conquistas e ascensão

Por volta de 1990, o magnata Dietmar Hopp retornou ao clube da sua juventude como um apoio financeiro. Dietmar Hopp foi o co-fundador da empresa de software SAP e colocou parte do seu dinheiro no clube.

As suas contribuições geraram resultados quase imediatos. Em 2000, o Hoffenheim venceu a Verbandsliga e foi promovido para a 4ª divisão (Oberliga Baden-Württemberg).

O clube foi promovido até a Regionalliga Süd (III) para a temporada 2001/02. Terminaram em 13º na sua 1ª temporada na Regionalliga, mas melhoraram significativamente no ano seguinte, obtendo um 5º lugar.

Conquistas e campanhas de destaque:

  • 4x Landespokal Baden, em anos consecutivos (2002, 2003, 2004 e 2005)
  • Promovido à Bundesliga 2 (2006/07)
  • Promovido à Bundesliga (2007/08)
  • Única participação em Liga dos Campeões (2018/19)

Mercado de Transferências do Hoffenheim

Desde já, confira as principais contratações no mercado da bola, maiores vendas e rumores.

Joelinton, do Hoffenheim para o Newcastle, por € 44 milhões em 2019/20

Antes de tudo, no dia 5 de junho de 2015, o Hoffenheim anunciou o atacante brasileiro Joelinton. Logo após ganhar destaque no clube alemão, alguns rumores tomavam conta no mercado da bola de 2020, entre os clubes interessados, Crystal Palace e Éverton, ambos da Inglaterra. Porém, Joelinton optou assinar contrato com o Newcastle e tornou-se a venda mais cara da história do clube, vendido por € 44 milhões

Roberto Firmino, do Hoffenheim para o Liverpool, por € 41 milhões, no mercado da bola 2015/16

Antecipadamente, Firmino chegou ao Hoffenheim em dezembro de 2010, assinando contrato por cinco anos. O atacante brasileiro fez a sua estreia após um mês, diante do Mainz 05, partida válida pela Bundesliga e que terminou com uma derrota. Entretanto, marcou o seu primeiro gol pelo clube em abril, e contribuiu na vitória contra o Eintracht Frankfurt.

Após boas atuações no Hoffenheim e rumores com o seu nome, o Liverpool, da Inglaterra, o contratou por € 41 milhões (aproximadamente R$ 240 milhões) no mercado da bola de 2015, sendo a segunda contratação mais cara da história do clube.

Luiz Gustavo, do Hoffenheim para o Bayern de Munique, por € 17 milhões, em 2010/11

Mais um jogador brasileiro que passou pelo clube, Luiz Gustavo logo se adaptou à equipe alemã. Após um ano, foi contratado pelo Bayern de Munique por € 15 milhões. Enfim, na equipe do Bayern, fez parte do elenco vencedor que ganhou a tríplice coroa (Campeonato Alemão, Copa da Alemanha e Liga dos Campeões da UEFA), na temporada 2012/13, sob comando de Jupp Heynckes.

Diadie Samassékou, do RB Salzburg, por € 14 milhões, em 2019/20

No mercado de transferências de 2019/20, o Hoffenheim trouxe o meia malês Diadie Samasseókou, confirmando a maior compra do clube na história até o momento. Em 153 jogos, marcou 49 gols e deu 36 assistências, atraindo a atenção do Liverpool, da Inglaterra.

Andrej Kramarić, do Leicester, por € 11 milhões, em 2016/17

Primeiramente, no mercado de transferências de 2016, o croata Kramarić foi emprestado pelo Leicester ao time alemão, para jogar a Bundesliga. Na sua estreia, foi do céu ao inferno, marcando um gol no empate contra o Werder Bremen, e logo em seguida, foi expulso. Posteriormente, em 25 de maio de 2016, o Hoffenheim concluiu a sua transferência por quatro anos.

No mercado da bola 2016/17, se tornou artilheiro do clube com 18 gols, sendo 15 na Bundesliga. Foi o artilheiro do clube alemão na temporada 2016/17 com 18 gols, levando ao 4º lugar daquele ano. Por fim, marcou o seu 48º gol pelo Hoffenheim, tornando-se o maior goleador do clube na era da 1ª divisão.

Vítor, 32 anos, natural de Criciúma-SC, apaixonado por esportes, especialmente por futebol. Já escrevi para alguns portais de Criciúma e região, e atualmente estou no portal 4oito de Criciúma. Tenho um blog que leva meu nome, Vítor Rizzatti e escrevo de um a dois posts por semana, abordando temas atuais no âmbito esportivo. Faço jornalismo digital na Uniasselvi e estou na 1 fase.
Artigo anteriorSassuolo – História, estatísticas e conquistas
Próximo artigoMainz 05 – História, estatísticas e conquistas