Heerenveen – História, estatísticas e conquistas

O Sportclub Heerenveen é um clube de futebol da cidade de Heerenveen, na Holanda, que atua na Eredivise, elite nacional. Fundado em 1920, atua no estádio Abe Lenstra, que tem capacidade para 27 mil torcedores. De fato, é considerado um grande clube do país. A saber, o clube possui apenas dois títulos holandeses, com a terceira divisão e uma copa.

Trajetória do Heerenveen: fundação, conquistas e ascensão

O Sportclub Heerenveen foi fundado em 20 de julho de 1920 no município de Heerenveen, Frísia, como Athleta. Decerto, a equipe mudou de nome duas vezes, primeiro para Spartaan e depois para v.v. Heerenveen, em 1922. 

De fato, o maior jogador da história do time, Abe Lenstra (nome do estádio) levou o Heerenveen a uma famosa vitória sobre o Ajax, em um dos jogos mais notáveis da história do futebol doméstico holândes. Após estar perdendo por 5 a 1, com apenas 25 minutos restantes para o final da partida, a equipe frísia, com uma reação épica, conseguiu obter a vitória por 6-5. O time tinha domínio do futebol local enquanto acontecia a segunda guerra, nos anos 40.

O time tem dois títulos nacionais, após a profissionalização do futebol no país. Entre idas e vindas pelas divisões, se firmou na primeira e teve o 2º lugar como maior posição, na temporada 1999/2000.

Mercado de Transferências do Heerenveen

De fato, o Heerenveen não é muito de gastar no mercado de transferências. Aliás, não é um clube acostumado nem a trazer jogadores de outras equipes. A saber, sua principal filosofia é mais voltada para as divisões de base. Mas a Premier League Brasil lista aqui alguns rumores no mercado da bola que deram muito certo no time.

Alfonso Alves, por £4,5 milhões em 2006/07

A maior jogada do Heerenven foi o brasileiro Alfonso Alves. O atacante chegou na temporada 2006/07, custando 4,5 milhões de euros, vindo do Malmo FF. O jogador teve uma passagem brilhante na equipe, com 50 gols e 48 gols, conseguindo chegar até defender a seleção brasileira.

Foi um ano e meio na Holanda, se mudando para o Middlesbrough, da Inglaterra, por 17 milhões de Euros.

Tarik Elyounoussi, por £3,7 milhões em 2008/09

Tarik é um centroavante norueguês, que custou 3,7 milhões de Euros a equipe, um pouco dos 17 milhões da venda de Afonso Alves. Decerto, o jogador passou dois anos nos holandeses, mas não brilhou.

Foram 44 jogos e apenas seis gols, deixando a decepção da esperança em ter um novo prospecto do futebol.

Bas Dost, por €2,75 milhões em 2010/11

Outro atleta que marcou época no time é o centroavante holandês Bas Dost. O jogador custou cerca de 2,75 milhões de Euros, chegou do Heracles e passou dois anos na equipe, jogando muito bem.

Foram 73 jogos e 52 gols, com grandes participações, e se mudando em 2012 para o Wolfsburg, por cerca de 7 milhões de Euros, quase o triplo do valor de chegada.

Radoslaw Matusiak, por £2,7 milhões em 2007/08

Portanto, o centroavante polonês chegou para a equipe na temporada 20007/08, custando quase 3 milhões de Euros. O atacante passou apenas sete meses no time, deixando má impressão na torcida.

Foram 13 jogos e apenas um gol, sem deixar saudades.

Michal Svec, por £2,4 milhões em 2007/08

Por fim, o jovem zagueiro, que tinha apenas 20 anos, chegou no time na temporada 2007/08. Svec era da base do Slavia Praga, e passou quatro anos na equipe e defendeu o esquadrão por 105 vezes, com apenas um gol e duas assistências.

Em 2012, o jogador se mudou para o Ahop, da Hungria, por final de contrato, sem custos.

Foto destaque: Divulgação/SCH