Caso Israel: Premier League enfim se posiciona sobre guerra após receber críticas

6 minutos de leitura

O conflito entre Israel e o grupo armado Hamas na Faixa de Gaza tem gerado comoção entre jogadores de futebol, que têm usado suas redes sociais para se posicionar. Após quase uma semana de conflitos, a Premier League também se pronunciou sobre o caso no perfil oficial da liga.

No comunicado divulgado nesta quinta-feira (12), a PL informou que jogadores, técnicos e árbitros irão usar braçadeiras pretas e fariam um minuto de silêncio antes das partidas seguintes à pausa para a Data-Fifa.

Premier League se posiciona sobre guerra em Israel

No comunicado, a Premier League condenou “veementemente os atos horríveis e brutais de violência contra civis inocentes” e diz que espera pela paz no conflito.

A liga também relatou que fará uma doação à Cruz Vermelha Britânica “para apoiar os esforços de ajuda aos que necessitam urgentemente”.

O comunicado foi divulgado pouco depois de a Associação de Futebol da Inglaterra (FA) anunciar que no amistoso da seleção contra a Austrália, que será disputado nesta sexta (13), também haverá um minuto de silêncio e utilização de braçadeiras.

A liga inglesa vinha sendo bastante criticada pelo torcedores por não ter se pronunciado antes sobre o conflito. Até o momento, Fifa e Uefa não falaram de forma oficial sobre o assunto.

O presidente da entidade europeia, Aleksander Ceferin, no entanto, escreveu uma carta ao presidente da Federação Israelita de Futebol. Ele relatou seu “profundo pesar” pelos “atos de violência sem sentido”. Apesar de Israel estar localizado na Ásia, a seleção compõe das seleções ligadas à Uefa.

Troféu da Premier League é exposto antes de jogo da liga inglesa
Troféu da Premier League é exposto antes de jogo da liga inglesa (Foto: Icon Sport)

Confira a nota da PL na íntegra

A Premier League está chocada e triste com a escalada da crise em Israel e Gaza e condena veementemente os atos horríveis e brutais de violência contra civis inocentes.

Esperamos pela paz e mandamos as nossas mais sinceras condolências vão para as vítimas, as suas famílias e as comunidades afetadas.

Como sinal de respeito a todos os afetados, os jogadores, técnicos e árbitros da Premier League usarão braçadeiras pretas e farão um momento de silêncio nos jogos que acontecerão de sábado, 21, a segunda-feira, 23 de outubro.

A Liga também fará uma doação à Cruz Vermelha Britânica para apoiar os esforços de ajuda aos que necessitam urgentemente.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Jornalista pela PUC-SP. Na PL Brasil, escrevo sobre futebol inglês masculino E feminino, filmes, saúde e outras aleatoriedades. Também gravo vídeos pras redes e escolhi o lado azul de Merseyside. Antes, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.