Guia do Southampton na Premier League 2020/2021

Saints confiam em boa temporada, com muitos gols do artilheiro Danny Ings

0
415
Southampton
Divulgação/Southampton

A temporada 2019/2020 do Southampton pode se dividir em duas partes. O pré 9 a 0 sofrido diante do Leicester e o pós, no qual os Saints se reafirmaram sob um novo panorama tático, terminando a Premier League no meio da tabela e sem ameaças de rebaixamento. A edição 2020/2021 do Southampton traz ao torcedor boas expectativas.

Após um início de PL 2019/2020 marcado pela irregularidade, com apenas duas vitórias nas 13 primeiras rodadas, o time iniciou sua recuperação no mês de novembro com duas vitórias seguidas.

Entre dezembro e janeiro, quatro triunfos e um empate em cinco partidas, destacando as vitórias diante de Chelsea e Leicester City, ambos fora de casa. Na volta pós-pandemia, apenas uma derrota – e Ralph Hasenhüttl eleito o treinador do mês de julho.

Hasenhuttl southampton 2020 21
Clive Mason/Getty Images

Leia mais: Os 10 maiores ídolos da história do Southampton

O Southampton em 2020/2021 tem tudo para ser novamente um time interessante para se acompanhar na Premier League. Os torcedores confiam em Hasenhüttl e se mostram confiantes após a renovação de James WardProwse, novo capitão do time que prolongou seu contrato até 2025.

É evidente que a saída de Pierre Emile Hojbjerg para o Tottenham vai ser sentida, por sua qualidade técnica e importância como capitão do clube, porém, era o momento ideal para a negociação. E em relação ao elenco, os Saints correm no mercado em busca de opções acessíveis.

A limpa de jogadores com apenas um ano de contrato tem sido feita. Harrison Reed, destaque do Fulham na última Championship, foi contratado em definitivo pelo clube londrino, que também terá Mario Lemina emprestado pelo Southampton e com cláusula de compra fixada no contrato. Outros atletas que devem sair são o atacante argentino Guido Carrillo e o zagueiro holandês Wesley Hoedt.

ward prowse southampton 2020 21
Jack Thomas/Getty Images

Leia mais: Montamos a seleção do Southampton no século XXI; confira

Na Premier League 2019/2020, o time teve desempenho muito ruim como mandante e excelente como visitante. Sem tantos reforços, ficou à frente de equipes como Everton e West Ham, que investiram mais que os Saints. Dito isso, as expectativas iniciais são que o clube faça campanha segura e possa terminar no meio da tabela, sem riscos de queda para a Championship, a segunda divisão inglesa.

O projeto do clube é a longo prazo. Hasenhüttl renovou até 2024 e se mostra empolgado com o potencial do Southampton, não só em termos de elenco, mas também nas categorias de base.

Danny Ings, artilheiro do time na Premier League, será de novo peça chave para guiar a equipe a bons resultados. Aos torcedores, expectativas boas e uma grande dúvida: quem será o substituto de Hojbjerg?

Informações gerais

  • Estádio: St Mary's Stadium;
  • Cidade: Southampton (Hampshire);
  • Posição na última Premier League: 11º;
  • Títulos do Campeonato Inglês: nenhum;
  • Rival: Portsmouth;
  • Apelido: Saints.

Vai e Vem

VEM:

Kyle Walker-Peters (Tottenham Hotspur, £12m); Mohamed Salisu (Real Valladolid, £10.9m)

VAI:

Mohamed Elyounoussi (Celtic, empréstimo); Alexander Cull (dispensado); Maya Yoshida (dispensado); Cedric Soares (Arsenal, free-agent); Pierre-Emile Hojbjerg (Tottenham Hotspur, £15m); Aaron O'Driscoll (Mansfield Town, free-agent); Mario Lemina (Fulham, empréstimo); Harrison Reed (Fulham, £6m); Jack Rose (Walsall, free-agent); Alfie Jones (Hull City, não revelado)

Jogador destaque – Danny Ings

southampton 2020 21
Arte: Rafael Mércio

Impossível falar do Southampton sem citar Danny Ings. O camisa 9 marcou 22 gols na Premier League passada, sendo o vice-artilheiro ao lado de Pierre-Emerick Aubameyang – ambos superados apenas por Jamie Vardy.

Extremamente disciplinado, sem os problemas físicos que o comprometeram no Liverpool, se encaixou no esquema tático do time da costa sul inglesa. Como um centroavante moderno, se movimenta, cria jogadas de gols e chutes precisos.

Além do bom desempenho, Ings também se destacou formando dupla com Che Adams, que encerrou a temporada de maneira positiva.

É um dos mais queridos pelos torcedores por sua identidade com o clube. Tudo leva a crer que, com boas atuações, possa estar em uma possível lista inglesa para a Eurocopa 2021.

Fique de olho – Stuart Armstrong

Arte/Rafael Mercio

Apesar das contratações do zagueiro Mohammed Salisu, que chega para ser uma opção a longo prazo para comandar a zaga, e do lateral Kyle Walker-Peters, que já mostrou seu potencial em empréstimo na temporada passada, vale a pena observar o meio-campista escocês Stuart Armstrong. Ele é conhecido por seus passes precisos, boas finalizações e visão de jogo.

Armstrong não é um ponta clássico, visto que não é tão veloz quanto Nathan Redmond, Sofiane Boufal ou Moussa Djenepo. No entanto, no esquema de Ralph, se converte em um meio-campista armador, quase que como um “camisa 10”, posição na qual ele se destacou pelo Dundee United.

Após não ter impacto imediato com a chegada de Hasenhüttl, tem tudo para ser um dos grandes destaques do Southampton em 2020/2021 e, sem dúvidas, uma figura crucial – com gols, passes e criatividade no meio.

Time-base

4-4-2: McCarthy; Walker-Peters, Bednarek (Stephens), Salisu, Bertrand; Romeu, Ward-Prowse, Armstrong, Redmond; Adams, Ings. Técnico: Ralph Hasenhüttl.

Southampton 2020 2021 Premier League
Arte/André Correia

Palpites