Guia da Premier League 2023/24 – Tottenham: pés no chão para voltar a crescer, mesmo sem Kane

4 minutos de leitura

A seca de 15 anos sem título incomoda o torcedor do Tottenham, mas mais do que isso, o declínio do clube ao longo dos últimos anos tem diminuído cada vez mais a relevância dos Spurs no Big Six, ao mesmo tempo que o Newcastle cresce com todo o seu poderio financeiro vindo da Arábia Saudita. Enquanto isso, o clube ainda convive com a saída do maior artilheiro da sua história, Harry Kane.

Desde a saída de Mauricio Pochettino, em novembro de 2019, o Tottenham tenta encontrar um treinador que faça um trabalho que empolgue. Nos últimos quatro anos, José Mourinho, Nuno Espírito Santo e Antonio Conte não conseguiram dar ao time um espírito competitivo a ponto de disputar os principais títulos. Muito pelo contrário, a cada ano que passa, os Spurs parecem regredir. Mas, para 2023-24, o time do Norte de Londres quer fazer diferente.

Avaliação da última temporada do Tottenham:

👎RUIM A DANÇA DOS TÉCNICOS. O que parecia ser mais uma temporada de G4 acabou se tornando um desastre simbolizado por Antonio Conte. O treinador italiano repetiu a postura que teve no Chelsea e na Inter de Milão, e atacou não apenas a diretoria do clube como seus próprios jogadores, após um frustrante empate em 3 a 3 contra o lanterna do campeonato fora de casa. Com isso, o técnico foi demitido no final de março, com a equipe na quarta posição da Premier League, mas eliminada nas oitavas de final da Champions League para o Milan.

Desde a saída de Antonio Conte, o mundo do Tottenham virou. O auxiliar do ex-treinador Cristian Stellini ficou para terminar a temporada, mas os resultados pioraram. Foram quatro jogos, uma vitória, dois empates e duas derrotas, uma delas por 6 a 1 para o Newcastle, o que se tornou o estopim para a demissão do comandante italiano.

Para terminar a desastrosa temporada, o Tottenham teve o interino Ryan Mason. Mas pouco o jovem treinador, de 32 anos, pôde fazer. Os Spurs finalizaram 2022-23 na oitava posição, com 60 pontos, um a menos que o Aston Villa, e fora de qualquer competição internacional, algo que não acontecia há dois anos.

Posição na última Premier League:

Hora de Richarlison?

O Tottenham anunciou Ange Postecoglou como seu novo treinador. O comandante grego foi bicampeão do Campeonato Escocês com o Celtic, mas será sua estreia na Premier League. Como vai ser o trabalho do técnico é uma incógnita, não só por ser estreante na Inglaterra, mas por conta de um desfalque crucial em seu plantel. O ídolo e principal jogador do time, Harry Kane, está de saída para o Bayern de Munique.

Sem Harry Kane, Richarlison, que fez uma péssima temporada em 2022-23, marcando apenas um gol em 27 jogos na Premier League, terá a oportunidade de se redimir e comandar o ataque spursy. Mas também é fato que o clube deve ir ao mercado de transferências para gastar ao menos uma parte dos mais de 100 milhões de euros recebidos pelo centroavante.

Depois da marcar apenas um gol na última Premier League e sofrer com lesões ao longo da temporada, Richarlison pode receber mais protagonismo no Tottenham (Foto: Iconsport)

O mercado do Tottenham 🔄

REFORÇOS PONTUAIS – O Tottenham contratou James Maddison, do Leicester, Manor Salomon, do Shakhtar Donetsk que estava emprestado para o Fulham, e Guglielmo Vicario, do Empoli. Todos não são exatamente grandes estrelas, mas grandes o suficiente para as ambições do Spurs, que não tem competições europeias por disputar. As contratações podem simbolizar uma nova fase, em que se valorize mais o encaixe do esquema tático de seu novo treinador.

REFORÇOS: Manor Solomon (A, Shaktar-UCR), Guglielmo Vicario (G, Empoli-ITA), James Maddison (M, Leicester), Alejo Véliz (A, Rosario Central-ARG)

SAÍDAS: Harry Winks (M, Leicester), Lucas Moura (M, sem contrato) e Harry Kane (Bayern).

📝 Time-base para 2023/2024

(4-2-3-1): Vicario; Pedro Porro, Romero, Micky van de Ven e Ben Davies (Udogie); Skipp e Bissouma; Kulusevski, Maddison e Son; Richarlison. Técnico: Ange Postecoglou.

👑 CRAQUE DO TIME: Son – Mesmo em uma temporada fraca do Tottenham e do jogador, Son conseguiu marcar incríveis 10 gols em 36 jogos. O atacante sul-coreano se torna a maior referência do time sem a presença de seu grande parceiro, Kane, e precisará recuperar a melhor fase para que o time possa sonhar alto.

🔎 FICAR DE OLHO: James Maddison – O meia é a principal contratação do Tottenham para a temporada. Seu estilo de jogo é de um camisa 10 e pode ser a peça que faltava para encaixar o ataque dos Spurs. Espera-se que o meia seja o criador de jogadas e que se entenda muito bem com Son.

🔮Palpite do autor: briga por G4

Por que não? O Tottenham definitivamente entrou em um período de reconstrução e, portanto, o primeiro degrau a subir é na tabela de classificação da Premier League. Portanto, os Spurs trabalham num projeto para voltar a brigar no G4 e ser protagonista no Campeonato Inglês. Assim como aconteceu com o Manchester United na temporada passada, pode ser que o time do Norte de Londres consiga beliscar algum troféu nas copas, o que traria um alívio imenso não apenas ao torcedor, mas à própria equipe para seguir o trabalho com seu novo treinador.

Opinião dos colunistas 💭

RENATO SENISE: Novo técnico, com filosofia que encaixa com os jogadores. Não disputa torneios europeus, foco total na Premier League. Previsão: 3º.

VICTOR CANEDO: A perspectiva será uma com Harry Kane e outra totalmente diferente sem. Neste momento, com ele em campo, é possível sonhar numa temporada competitiva. Maddison foi uma excelente aquisição, e o novo técnico pode recuperar a alegria de Son. Previsão: 7º.

TIM VICKERY: Os últimos anos foram um desastre. Três técnicos sem a identidade histórica do clube na última temporada. O novo técnico é totalmente novo neste nível. Inclusive pela situação do Kane, vai entrar nessa temporada como incógnita total.

Fala, torcedor 📯

Tottenham Brasil @TottenhamBrasil

A próxima temporada vai ser diferente porque… será a primeira em anos que o Tottenham vai fugir do pragmatismo adotado com Mourinho, Nuno e Conte.

Um jogador do meu rival que gostaria é Saliba.

Um jogador que eu pagaria Uber para ir embora éEric Dier.

Tottenham

Tottenham

Cidade: Londres, no sul da Inglaterra
Bairro: Tottenham
Estádio: Tottenham Hotspur Stadium
Apelidos: Spurs
Títulos do Campeonato Inglês: 2


Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.