Guia do Newcastle na Premier League 2020/2021

Mesmo com poucos recursos para investir, Magpies miram uma campanha segura na PL

0
475
Newcastle
Divulgação/Newcastle

Com a frustração pela não venda do clube, o Newcastle United certamente terá muitas dificuldades na temporada 2020/2021. A pandemia da Covid-19 prejudicou bastante os negócios do dono do clube, Mike Ashley. Portanto, o orçamento para transferências está bastante limitado.

Dono de uma importante rede de artigos esportivos, Ashley teve de fechar suas lojas durante parte da pandemia, o que prejudicou seus lucros. No entanto, ele desobedeceu ordens do governo britânico e manteve as suas lojas abertas por um período, alegando que seus produtos eram essenciais para a população.

No final de agosto, Ashley gastou cerca de 37 milhões de libras em ativos da DW Sports, uma empresa de artigos de academia que está em falência. Curiosamente, é a mesma companhia responsável pelo controle do Wigan, que acabou rebaixado para a League One justamente por conta de problemas financeiros.

A atitude revoltou a torcida do Newcastle, que terá apenas 35 milhões de libras, além de vendas de jogadores, para serem gastos na janela de transferências. Para um time tradicional e com sérios problemas no elenco, é uma quantia bem pequena. No entanto, o clube fez bom uso do orçamento disponível e fez boas contratações para a temporada.

martin dubravka newcastle 2020 21
Catherine Ivill/Getty Images

Leia mais: Os 10 maiores ídolos da história do Newcastle United

No futebol, a equipe terminou a última Premier League na 13ª colocação com 44 pontos. Foram 11 vitórias, 11 empates e 16 derrotas, com 38 gols marcados e 58 sofridos. O artilheiro da equipe foi o volante Jonjo Shelvey, que marcou apenas seis gols.

Os Magpies não chegaram a sofrer com um risco de queda, mas a campanha foi longe do que a torcida gostaria. Enquanto muitos clubes aproveitam do poderio financeiro da Premier League, o Newcastle sempre economiza nos gastos e acaba frustrando o seu torcedor ano após ano.

Para a temporada atual, o Newcastle trouxe alguns nomes com grande experiência na Premier League. Além de Jeff Hendrick, do Burnley, e Mark Gillespie, do Motherwell, o clube contratou o atacante Callum Wilson, do Bournemouth, o meia Ryan Fraser, que estava sem clube após deixar os Cherries e o lateral-esquerdo Jamal Lewis, ex-Norwich.

No entanto, os Magpies sofreram com algumas saídas. Os laterais Jetro Willems e Danny Rose, o volante Nabil Bentaleb e o ala Valentino Lazaro voltaram para seus respectivos clubes com o encerramento de seus empréstimos. Com isso, o Newcastle corre contra o tempo para repor essas saídas.

Por enquanto, o clube não sofreu tantas perdas e a equipe base deve ser parecida com a da última temporada. A única grande preocupação fica por conta do goleiro Martin Dubravka, que se lesionou e não jogará as primeiras rodadas da Premier League. O seu reserva imediato, Karl Darlow, deverá ser o titular no período em que Dubravka esteja fora de combate.

newcastle 2020 21
Divulgação/Newcastle

Leia mais: Montamos a seleção do Newcastle no século XXI; confira

As grandes carências do clube estavam na lateral-esquerda e no ataque, mas isso já foi resolvido. Com os empréstimos de Rose e Willems encerrados, o clube não possuía um jogador de origem para a posição. No entanto, o lateral Jamal Lewis, que disputou a última Premier League pelo Norwich, chegou ao clube após o Newcastle pagar a quantia de 15 milhões de libras aos Canários, e deve ser o titular da posição.

Já no ataque, Dwight Gayle deve desfalcar a equipe por pelo menos três meses devido a uma lesão. Com isso, os Magpies contam com o brasileiro Joelinton, que não agradou em sua primeira temporada pelo clube, além de Andy Carroll, que vem sofrendo constantemente com as lesões. Com isso, o recém-contratado Callum Wilson deve assumir o posto de titular do time no comando ofensivo.

Apesar de ter mantido o clube na elite em sua primeira temporada, o técnico Steve Bruce não inspira muita confiança da torcida nem a garantia de um futebol bem jogado. No entanto, a disposição mostrada pelo elenco nas últimas temporadas, além das contratações de renome dos Magpies, são fatores positivo a serem vistos no Newcastle para a temporada 2020/2021.

Informações gerais

  • Estádio: St James' Park;
  • Cidade: Newcastle upon Tyne;
  • Posição na última Premier League: 13º;
  • Títulos do Campeonato Inglês: quatro;
  • Rival: Sunderland;
  • Apelidos: Magpies e Toons.

Vai e Vem

VEM:

Mark Gillespie (Motherwell, free-agent); Jeff Hendrick (Burnley, free-agent); Jamal Lewis (Norwich, não revelado); Ryan Fraser (Bournemouth, free-agent); Callum Wilson (Newcastle, £20m);

VAI:

Luke Charman (dispensado); Jack Colback (Nottingham Forest, free-agent); Robert Elliott (dispensado); Liam Gibson (dispensado); Nathan Harker (dispensado); Jake Turner (Morecambe, empréstimo); Tom Allan (Accrington Stanley, empréstimo); Freddie Woodman (Swansea City, empréstimo); Kelland Watts (Plymouth Argyle, empréstimo); Mo Sangare (Accrington Stanley, empréstimo)

Jogador destaque – Saint-Maximin

newcastle 2020 21
Arte: Daniela Oliveira

O meia-atacante Allan Saint-Maximin é certamente o jogador mais criativo e habilidoso do elenco dos Magpies. Sua velocidade, capacidade para realizar dribles e abrir espaços são certamente um dos trunfos do Newcastle para a temporada de 2020/2021.

Na última edição da Premier League, o francês sofreu com lesões, mas certamente foi uma das peças-chaves da equipe que conseguiu se manter na primeira divisão. Foram 23 partidas com três gols e quatro assistências no total. Além disso, ele foi o 3º colocado na liga em dribles, atrás apenas de Adama Traoré e Wilfried Zaha.

Fique de olho – Matty Longstaff

Arte: Daniela Oliveira

Vale ficar de olho no jovem Matty Longstaff de 20 anos. O meia possui poucos jogos em seu nome na Premier League, mas já chamou a atenção de diversos clubes. Por conta de interesses de outras equipes, sua renovação com o Newcastle ficou ameaçada, mas o jovem meia acabou renovando seu contrato por mais 2 anos.

Por conta dessa pendência, Matty não foi muito utilizado por Bruce na última temporada. No entanto, a tendência é que ele atue mais nesta temporada. Seu talento e esforço podem ser fundamentais para uma equipe carente de nomes como a do Newcastle.

Na última temporada, o meia marcou 2 gols em apenas 9 partidas. No clube, Matty tem a pesada concorrência de Isaac Hayden, Jonjo Shelvey, do irmão Sean Longstaff, além do recém-chegado Jeff Hendrick. No entanto, com o calendário apertado por conta da pandemia da covid-19, a tendência é que Matty ganhe mais chances na equipe. Vale a pena observar o talentoso jovem dos Magpies.

Time-base

newcastle 2020 2021
Arte/André Correia

4-5-1: Dubravka, Manquillo, Lascelles, Fernandez, Lewis; Hayden, Shelvey, Saint-Maximin, Almirón, Fraser; Wilson. Técnico: Steve Bruce

Palpites