Guia do Liverpool na Premier League 2020/2021

Reds querem repetir temporada histórica para igualar títulos ingleses do Manchester United

0
562
Liverpool
Divulgação/Liverpool

O incômodo tabu de mais de 30 anos foi quebrado. A Premier League finalmente conheceu Anfield. Mas o Liverpool não quer parar por aí. A equipe de Jürgen Klopp tem sede de taças. E, mais uma vez, o Liverpool vai em busca do título inglês na temporada 2020/2021. Os Reds foram campeões na temporada passada com 99 pontos, 32 vitórias, três empates e três derrotas.

Com um modelo de gestão exemplar e vencedor, o time está consolidado como um dos grandes projetos esportivos do planeta. Um trabalho de formiguinha que começou lá em 2010, quando John Henry, dono da Boston Red Sox e Fenway Sports Group, comprou os Reds e, sem pular etapas, reviveu este gigante que estava adormecido.

Sob o comando de Jürgen Klopp, que já colocou suas digitais como um dos maiores técnicos da história do clube, o Liverpool entra na Premier League 2020/2021 como um dos principais favoritos ao título da competição. Torneio esse que tem tudo para ser ainda mais disputado, visto que os rivais se reforçaram bem.

Falando em reforços, o torcedor do Liverpool ganhou uma aquisição para lá de especial. Trata-se do meio-campista Thiago Alcântara, que veio do Bayern de Munique para os Reds por um cerca de 22 milhões de libras. Depois de algumas semanas de muita especulação, o atleta desembarcou na Inglaterra.

Com status de um dos melhores meio-campistas do mundo, Thiago chega ao Liverpool para trazer características diferentes e importantes ao setor do clube. É uma peça com mais controle da bola e que tem facilidade em sair da marcação adversária com dribles em progressão, além de passes verticais importantes para quebrar as linhas de defesa.

Além do poder técnico, também é versátil para atuar em qualquer função do meio-campo. Seja mais recuado, numa dupla de volantes ou mais avançado como uma das peças do time no 4-3-3. Sua presença no setor deve potencializar ainda mais os dois laterais do Liverpool na fase ofensiva, peças que participam ativamente da criação da equipe.

Thiago no Liverpool é um reforço importante não apenas tecnicamente e taticamente, mas também por ser um atleta vencedor. O espanhol é acostumado a ganhar títulos. E esse tipo de atleta agrega e muito a um clube com mentalidade vencedora.

Mentalidade que vem sendo diferencial para o Liverpool voltar ao caminho das conquistas. Algo que foi trabalhado por Klopp desde que chegou ao clube e foi sendo maturado temporada a temporada. Prova disso é a quantidade gols que o time faz na reta final das partidas – seja contra adversários inferiores ou até mesmo diante dos rivais. Já virou “rotina”.

liverpool 2020 21
Laurence Griffiths/Getty Images

Leia mais: Os 10 maiores ídolos da história do Liverpool

Além de Thiago, outra peça que o Liverpool trouxe foi o atacante Diogo Jota, destaque do Wolverhampton nas últimas três temporadas. Podendo atuar pelos lados, como referência e numa dupla de ataque, é uma peça importante para o técnico Jürgen Klopp usar tanto durante as partidas como numa ausência de um dos atacantes titulares.

Além de Thiago e Diogo Jota, o Liverpool também trouxe o lateral-esquerdo Konstantinos Tsimikas. O grego estava no Olympiacos e chega para ser o reserva de Andrew Robertson e solucionar a carência de um suplente para a posição.

Sobre saídas, as principais foram a do zagueiro Dejan Lovren e do meio-campista Adam Lallana. Dois nomes com serviços prestados ao clube, mas que já vinham perdendo espaço na equipe. Existiu uma possibilidade de Giorginio Wijnaldum, que ainda não renovou o contrato, deixar o clube e ir para o Barcelona. No entanto, isso esfriou nas últimas semanas e a tendência é de que o atleta permaneça em Liverpool para a temporada 2020/2021.

Leia mais: 5 jogos marcantes da campanha do Liverpool campeão da Premier League

mohamed salah 2020 21
Geoff Caddick/AFP via Getty Images

Carência é algo que o Liverpool só tem no banco de reservas e em alguns setores. Com a saída de Lovren, um 4º zagueiro poderia ser contratado – também levando em conta que Joe Gomez e Joel Matip são propícios a lesões. No entanto, o jovem defensor Billy Koumetio chamou atenção na pré-temporada e surge como opção por ali – além do brasileiro Fabinho que eventualmente pode atuar na zaga.

Outra carência era o atacante reserva, mas a chegada de Diogo Jota põe um fim nisso. Além disso, o setor ainda conta com outros nomes. Divock Origi, por exemplo, busca ter um pouco mais de regularidade, enquanto Xherdan Shaqiri quer ter uma melhor sorte e não se machucar durante a temporada.

Leia mais: Henderson só precisou ser ele mesmo para fazer história no Liverpool

Outra opção é o japonês Takumi Minamino, contratado na temporada passada, e que fez uma ótima pré-temporada e deve corresponder bem quando entrar. Mais adaptado ao sistema de jogo, é praticamente um novo reforço para Klopp. Além do japonês, o garoto Rhian Brewster também pode ficar no elenco e ser um reserva bem útil. Outro que deve ganhar minutos é o jovem Harvey Elliot.

Em outros setores como a lateral-direita e o meio-campo, o Liverpool está muito bem servido tanto em peças titulares como na reserva. Adrián, reserva de Alisson, deve continuar como o substituto do brasileiro – cada vez mais imprescindível no time.

Com muita intensidade e competitividade, o Liverpool comandado pelo técnico Jürgen Klopp vai para mais uma temporada buscando fazer ainda mais história na Europa. Tem totais condições para isso. Se for campeão da Premier League, por exemplo, iguala ao Manchester United em títulos ingleses (20 taças).

Bill Shankly, lendário ex-técnico do Liverpool, costumava dizer que o futebol era feito por uma trindade: técnico, jogadores e torcida. Todos em sintonia para o clube ter sucesso. E, ao seu jeito, Jürgen Klopp cumpriu – e muito – bem esse “manual” do eterno treinador.

Informações gerais

  • Estádio: Anfield;
  • Cidade: Liverpool;
  • Posição na última Premier League: 1º;
  • Títulos do Campeonato Inglês: 19;
  • Rivais: Manchester United e Everton;
  • Apelido: Reds.

Vai e Vem

VAI:

Nathaniel Clyne (dispensado); Pedro Chirivella (Nantes, free-agent); Adam Lallana (Brighton & Hove Albion, free-agent); Daniel Atherton (dispensado); Jack Walls (dispensado); Dejan Lovren (Zenit São Petersburgo, £10.9m); Morgan Boyes (Fleetwood Town, empréstimo); Adam Lewis (Amiens, empréstimo); Ovie Ejaria (Reading, não revelado); Shamal George (Colchester United, free-agent); Kai McKenzie-Lyle (Cambdrige United, free-agent)

VEM:

Kostas Tsimikas (Olympiacos, £11.8m), Thiago Alcântara (Bayern de Munique, £22m) e Diogo Jota (Wolverhampton, £45m)

Jogador destaque – Sadio Mané

Liverpool 2020 21
Arte: Daniela Oliveira

É até difícil escolher o melhor jogador deste Liverpool, mas a última temporada de Sadio Mané o credencia como um dos favoritos ao cargo. Isso porque o senegalês foi muito, mas muito decisivo para os Reds conquistarem o título da Premier League. Com 18 gols e sete assistências em 35 jogos, foi um dos atletas com mais participações efetivas em tentos na edição do campeonato.

Mané é aquele típico jogador que não se esconde. Chama a responsabilidade em jogos de um menor apelo e, claro, nos duelos decisivos. Claro que o entendimento com Roberto Firmino e Mohamed Salah ajuda muito nisso, mas para muitos o senegalês teve o melhor desempenho do trio na última temporada.

Para a Premier League 2020/2021, a tendência é de que o atacante do Liverpool continue como protagonista do time. Uma curiosidade interessante sobre Mané é que ele marcou 40 gols nas últimas duas edições da liga. Pontaria afiada e que promete bastante para esta temporada.

Fique de olho – Curtis Jones

liverpool 2020 2021

As apresentações do meio-campista Curtis Jones na temporada passada o credenciaram como um dos xodós da torcida do Liverpool. O garoto de apenas 19 anos é muito, mas muito talentoso. Além disso, é uma peça que cumpre um papel tático bem interessante e também é versátil: pode atuar no meio-campo ou também caindo mais pela esquerda do ataque – não necessariamente como um ponta.

Por conta disso, carrega grandes expectativas para atuar por mais minutos nesta temporada. A concorrência é grande, já que o Liverpool tem um dos melhores meio-campos do mundo. No entanto, Jones já mostrou que pode ajudar bastante. Com um poder de criação apurado, também consegue dar uma dinâmica interessante na equipe e deve crescer muito atuando ao lado de tanta gente boa no setor.

Time-base

liverpool 2020 2021
Arte/André Correia

4-3-3: Alisson; Arnold, Gomez (Matip), van Dijk, Robertson; Fabinho, Henderson, Keita (Wijnaldum); Salah, Mané, Firmino. Técnico: Jürgen Klopp.

Palpites