Guia da Premier League – Tottenham 2019/2020

Confira como os Spurs se prepararam para a próxima temporada do futebol inglês

1
469
Tottenham 2019
Mauricio Pochettino e Heung-min Son (Divulgação)

A PL Brasil apresenta abaixo o guia da Premier League do Tottenham 2019/2020.

Vindo de uma temporada admirável, ainda que sem títulos, o Tottenham chega para a Premier League de 2019/20 com novidades. O elenco curto, com o qual Mauricio Pochettino fez milagres, cresceu — e oferece inúmeras possibilidades para o inventivo treinador argentino.

Até a metade da temporada passada, os Spurs brigavam pelo título com Liverpool e Manchester City. A equipe chegou a ficar na segunda colocação após o Boxing Day, mas decaiu em 2019 e terminou o campeonato na quarta posição. A queda no rendimento teve vários responsáveis; no entanto, o mais notório deles foi a falta de profundidade no elenco. E esse problema foi parcialmente solucionado para 2019/20.

Leia mais: Agüero mira Lampard e Henry na lista de maiores artilheiros da PL
Tottenham 2019
Mauricio Pochettino e Heung-min Son (Divulgação)

Os ensinamentos de uma trajetória quase vitoriosa na Champions League passada devem vir à tona na nova temporada. Cada vez mais acostumados com grandes jogos, os atletas sabem que o clube precisa dar um passo à frente na busca por títulos.

Nomes cujas saídas eram dadas como certas acabaram ficando (e, quem sabe, renovando). Christian Eriksen e Toby Alderweireld, por diferentes razões, não deixaram o norte de Londres.

Os dois foram cruciais para os Spurs nas últimas temporadas: o dinamarquês é o jogador que mais criou chances de gol e mais deu assistências na Premier League desde 2016, enquanto o zagueiro sempre figura entre os melhores e mais sólidos da posição no campeonato.

Enquanto isso, as contratações foram finalmente entregues por Daniel Levy — que não fazia uma compra desde janeiro de 2018. Quebrando o recorde do clube por duas vezes, o chairman mostrou toda a ambição dos Lilywhites. Tanguy Ndombélé e Giovani Lo Celso eram sonhos de Poch, bem como Ryan Sessegnon. O treinador deve estar quebrando a cabeça para juntá-los à equipe ao lado das peças já conhecidas.

Fã do 4-2-3-1, o argentino aumentou seu repertório na temporada passada ao explorar o 4-3-1-2 (ou 4-4-2 losango) em determinadas situações. Com jogadores versáteis como Lo Celso, Eriksen e Heung-min Son, o treinador pode variar o esquema durante o jogo, mas sempre mantendo os seus repetidos princípios: pressão alta, paciência na construção e participação dos laterais na criação de jogadas.

Leia mais: Van den Berg: novo zagueiro do Liverpool tem potencial para ser titular?
Tottenham 2019
Harry Winks (Divulgação)

O setor que mais “quebrou” o treinador na temporada passada foi o meio-campo, que muitas vezes ficou limitado a Moussa Sissoko e Harry Winks como volantes.

Agora, a área está recheada, e as possibilidades são diversas: Winks e Ndombélé devem formar a dupla de volantes, e podem se juntar tanto a Lo Celso como a Eriksen, caso Poch opte pelo losango no meio. Sissoko, Eric Dier, e Victor Wanyama são opções no banco, o que comprova a força do grupo.

Se outrora faltou elenco para brigar por algo maior, agora, a situação parece mais controlada. A grande contratação chegou, o clube segue no mercado para mais reforços, o novo estádio está pronto, e, com eles, o sonho de conquistar o Campeonato Inglês mantém-se vivo.

Informações gerais

    • Estádio: Tottenham Hotspur Stadium;
  • Cidade: Londres;
  • Posição na última Premier League: 4º lugar;
  • Títulos do Campeonato Inglês: dois;
  • Rival: Arsenal;
  • Apelidos: Spurs, Lilywhites.

Vai e Vem

VAI: Kieran Trippier (Atlético de Madrid, £20m), Jack Clarke (Leeds United, empréstimo), Vincent Janssen (Monterrey, £6.3m), Fernando Llorente (dispensado), Michel Vorm (dispensado).

VEM: Tanguy Ndombélé (Lyon, £55.5m), Ryan Sessegnon (Fulham, £25m), Jack Clarke (Leeds United, £10m), Kion Etete (Notts County, £200k), Giovani Lo Celso (Real Bétis, empréstimo).

Jogador destaque

Tottenham 2019
Arte: Pedro Zandonadi

Um dos melhores centroavantes do planeta, Harry Kane teve uma temporada passada com altos e baixos. Alguns de seus 24 gols foram importantes — no entanto, esse foi o menor número de vezes que o atacante balançou as redes numa temporada desde quando explodiu em 2014/15.

Com duas lesões no tornozelo, o jogador ficou fora de campo por três meses. O seu ritmo de jogo foi afetado, bem como suas performances.

Para 2019/20, Kane está em plena forma (literalmente). Além de ser mortal na cara do gol, o centroavante justifica sua camisa 10 ao ativar companheiros no ataque, com apoios ao sair da área e lançamentos de dar inveja a qualquer meio-campista.

A colaboração do inglês de 26 anos para o Tottenham vai muito além dos gols, e o fato de ele estar inteiro fisicamente eleva o padrão de jogo da equipe e, claro, a expectativa para a temporada.

Fique de olho

Tottenham 2019
Tanguy Ndombélé (Divulgação)

Aos 22 anos, Ndombélé já é uma realidade. Alvo de cobiça por grandes equipes do cenário mundial, optou pelo Tottenham por acreditar que seria a equipe certa para atingir seu potencial máximo. Pelo Lyon, teve duas grandes temporadas — na última, além de ser um dos melhores volantes na Ligue 1, destacou-se na Champions League.

O camisa 28 será chave para um setor tão crucial para os Spurs. Desde a baixa de Mousa Dembélé, os Spurs precisavam de um jogador que assumisse o papel do belga, responsável por quebrar a pressão e as linhas dos adversários.

Ndombélé tem o necessário para preencher essa lacuna: além de ter um passe qualificado, cria vantagens com sua condução e seus dribles. O francês acertou 73% dos dribles tentados na última temporada (2,6 por jogo), o que o coloca entre os dribladores mais eficazes do planeta.

Time-base

4-2-3-1: Lloris; Aurier, Alderweireld, Vertonghen e Davies; Winks e Ndombélé; Son, Dele e Eriksen; Kane. Técnico: Mauricio Pochettino.

Tottenham 2019

Palpites

Não há posts para exibir

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.