Guia da Premier League 2020/2021 – PL Brasil

Confira o material completo sobre todos os 20 clubes ingleses!

premier league 2020 2021

Nem deu tempo de ter saudade e o principal campeonato de futebol do mundo está de volta! Após menos de dois meses do término da última temporada, a Premier League 2020/2021 terá início neste sábado, dia 12 de setembro. O jogo de abertura da competição ocorrerá às 8h30, no Craven Cottage, colocando Fulham e Arsenal frente a frente. Confira o guia completo da Premier League 2020/2021 preparado pela PL Brasil!

Como foi 2019/2020?

O Liverpool, de Jürgen Klopp e companhia, venceu a sua primeira Premier League e voltou a conquistar a Inglaterra após longos 30 anos de espera. O clube de Anfield fez 99 pontos, numa campanha histórica. 

Além disso, o Manchester United, liderado por Bruno Fernandes, teve grande arrancada após a volta da pausa causada pela pandemia do novo coronavírus e garantiu seu retorno à Uefa Champions League. Também se classificaram para a principal torneio continental do mundo o Manchester City de Pep Guardiola, e o Chelsea de Frank Lampard.

Na parte de baixo da tabela, Bournemouth, Watford e Norwich não conseguiram se manter na primeira divisão inglesa e, em 2020/2021, disputarão a Championship.

liverpool premier league 2019 2020
Phil Noble/Pool via Getty Images

Quem chega da Championship?

O atual campeão da segunda divisão da Inglaterra é o tradicional Leeds United. Sim, caro leitor, teremos Marcelo Bielsa na Premier League. Além dos Whites, West Bromwich e Fulham também alcançaram o acesso para a elite do futebol inglês.

Leia mais: Série “Take Us Home” mostra como o Leeds United recuperou sua alma

Nova temporada, novo recorde

A última temporada, 2019/2020, havia quebrado o recorde de número de atletas brasileiros na primeira divisão da Terra da Rainha. Porém, a temporada que se inicia quebrará de novo essa marca, com as chegadas de Allan (Everton), Thiago Silva (Chelsea), Gabriel Magalhães (Arsenal), Matheus Pereira (West Bromwich) e Fernando Marçal (Wolverhampton).

Além dos recém-chegados, a Premier League já contava com: Andreas Pereira, Alisson, Bernard, Bernardo, Douglas Luiz, Ederson, David Luiz, Fabinho, Felipe Anderson, Fernandinho, Fred, Gabriel Jesus, Gabriel Martinelli, Joelinton, Lucas Moura, Richarlison, Roberto Firmino, Wesley Moraes e Willian.

Quem transmitirá a Premier League 2020/2021 no Brasil?

Em maio deste ano, foi anunciada a fusão da ESPN Brasil com o Fox Sports, nos chamados Canais Disney. Com isso, os jogos da Premier League que o grupo Disney possuí serão distribuídos nesses canais, como já ocorreu no fim da última temporada.

Por outro lado, o DAZN Brasil permanece com duas partidas exclusivas por rodada.

Novidades no Big Six

Os integrantes do Big Six iniciarão 2020/2021 sob o comando dos mesmos técnicos que terminaram a última temporada. Mikel Arteta no Arsenal, Frank Lampard no Chelsea, Jürgen Klopp no Liverpool, Pep Guardiola no Manchester City, Ole Gunnar Solskjaer no Manchester United e José Mourinho no Tottenham.

Essas equipes tem se movimentado nesse período de janela de transferências. Uns clubes mais, outros menos. E os efeitos econômicos causados pela pandemia, sem dúvidas, são sentidos pelas equipes.

A movimentação do Chelsea deve ser destacada. Foram seis contratações para a nova temporada: Hakim Ziyech, Timo Werner, Ben Chilwell, Malang Sarr, Thiago Silva e Kai Havertz

Divulgação/Chelsea

O atual campeão Liverpool, mesmo após o início oficial da Premier League, fez movimentos interessantes. Além da chegada do grego Kostas Tsimikas, novo reserva de Andrew Robertson, os Reds finalizaram a novela e contrataram o espanhol Thiago Alcântara, ex-Bayern de Munique. Diogo Jota, ex-Wolves, também chega a Anfield para reforçar o elenco de Jürgen Klopp

Já no Arsenal chegam Willian, ex-Chelsea, e Gabriel Magalhães, zagueiro ex-Lille. Além disso, o também defensor William Saliba fará sua primeira temporada como jogador dos Gunners, após permanecer emprestado no Saint-Étienne, e Dani Ceballos volta ao clube em novo empréstimo junto ao Real Madrid.

Em Manchester, até o momento chegaram Ferrán Torres e Nathan Aké no City, e Donny van de Beek no United. No Tottenham, destacam-se as chegadas de Gareth Bale, Sergio Reguilón, Pierre-Emile Hojbjerg e Matt Doherty.

Novidades fora do Big Six

O time fora do Big Six que mais se destacou nesse período entre temporadas foi o Everton, de Carlo Ancelotti. Chega à equipe da terra dos Beatles o provável trio titular do meio-campo: Abdoulaye Doucouré, Allan e James Rodríguez. Será que nessa temporada o clube de Goodison Park, enfim, alcançará grandes objetivos na Premier League?

Divulgação/Everton

Além do Everton, a chegada de Rodrigo Moreno no Leeds de Bielsa é destacável. Assim como a maior contratação da história do Wolverhampton: os 35 milhões de libras pagos pelo jovem português Fabio Silva, ex-Porto

Já o Newcastle, até pode ter demorado a se mover na janela. Porém, em movimentos rápidos, fechou com Callum Wilson e Ryan Fraser, ambos ex-Bournemouth, e Jamal Lewis, lateral-esquerdo ex-Norwich. O trio chega a St. James' Park para dar um salto de qualidade na equipe comandada por Steve Bruce.

Em Birmingham, o Aston Villa iniciou a janela calmamente, mas acabou contratando nomes interessantes. Com Ollie Watkins, melhor jogador da Championship em 2019/2020, Emiliano Martinez, ex-Arsenal, e Bertran Traoré, ex-Lyon, os Villans esperam ter vida mais tranquila na Premier League 2020/2021.

O Brighton também teve movimentos interessantes, como a renovação do zagueiro Ben White, que destacou-se na Championship pelo Leeds, e a chegada do ex-Liverpool Adam Lallana, que deve ser figura importante na equipe comandada por Graham Potter.

Retorno das três substituições

Por causa do longo período de inatividade causado pela pandemia da covid-19, a Fifa orientou que as ligas nacionais permitissem que fossem realizadas cinco substituições por jogo. E isso ocorreu na Premier League na volta das suas atividades em maio de 2020. 

Entretanto, a PL decidiu que essa regra não permanecerá para a temporada 2020/2021. Ou seja, as três substituições por time a cada partida estão de volta.

Mudança na regra de mão na bola 

A partir de 2020/2021, a Premier League seguirá as novas determinações da International Football Association Board (IFAB) quando se refere a toque de mão na bola. O novo limite entre o ombro e o braço é definido agora pela parte inferior da axila. 

Para haver penalização de atletas por toque de mão ou braço na bola, os árbitros devem ter evidências claras de que a bola atingiu o braço do jogador abaixo da axila, como mostrado na imagem abaixo. 

Divulgação/Premier League

Além disso, a IFAB também decidiu que um atleta não pode marcar um gol com o braço, mesmo que o toque seja acidental. Caso um jogador toque com a mão ou o braço e marque o gol, ou a bola seja passada para um companheiro e este marcar, o lance será anulado. Mas esse toque acidental só será considerado ilegal se ocorrer na imediatamente antes do gol ou de uma oportunidade de gol. 

Alterações no uso do VAR (árbitro de vídeo)

A partir de 2020/2021, o VAR da Premier League seguirá os protocolos determindos pela Fifa, após a International Football Association Board (IFAB) transferir a responsabilidade do árbitro de vídeo totalmente para a maior entidade do futebol. Ou seja, existirão mudanças no árbitro de vídeo da primeira divisão inglesa. 

Área de revisão do árbitro

Agora, haverá um uso maior da área de revisão do árbitro, pouquíssimo utilizada na edição de estreia do VAR na Premier League. A revisão à beira do gramada será usada para três decisões subjetivas principais: gols, cartões vermelhos e pênaltis.

Adiantamento dos goleiros em pênaltis

Já no caso dos goleiros de adiantarem em cobranças de penalidades máximas, o protocolo não permite níveis de tolerância. Portanto, caso o arqueiro defenda o pênalti e esteja com seu pé fora da linha do gol, o VAR aconselhará que a cobrança seja realizada novamente. 

Mas, se o goleiro estiver fora da linha e a bola atingir a trave, ou for para fora, a cobrança não será repetida, a menos que o arqueiro tenha um impacto real no erro do cobrador. 

Impedimento

Em uma oportunidade clara de gol, o assistente manterá sua bandeira abaixada até que o lance seja concluído. Após a conclusão da jogada, o assistente levantará a bandeira para indicar o impedimento, caso tenha visto irregularidade no lance.  Caso o gol tenha sido marcado, o VAR revisará o lance e o impedimento. 

Linhas verdes e vermelhas para impedimento

Para casos de difícil marcação no campo, o VAR poderá usar a tecnologia da mira, desenhando duas linhas, que são posicionadas para o defensor e para o atacante. 

Essas linhas podem levar em consideração partes do corpo que estão fora do solo, como o ombro de um jogador, que é mostrado como uma linha vertical em 3D.

Na PL, todo esse processo é exibido para as emissoras que estejam transmitindo a partida, para que os fãs possam ver a decisão em tempo real. 

A partir de 2020/2021, quando o VAR usar a tecnologia das linhas, a linha para o atacante ficará verde ou vermelha. Vermelha para impedimento e verde para posição legal.

Divulgação/Premier League

De Bruyne é eleito o melhor do ano por associação de jogadores

Guia da Premier League 2020/2021 – PL Brasil

Todas as transferências desta janela, você confere aqui.