Guia do Crystal Palace Premier League temporada 2018/2019

Confira esse material completo sobre a temporada dos Eagles

0
461
Guia-do-Crystal-Palace-Premier-League

Confira o mais completo guia do Crystal Palace Premier League temporada 2018/2019, produzido pela equipe da PL Brasil:

O Crystal Palace começa a temporada 2018/2019 depois de ter operado um verdadeiro milagre na Premier League passada. O começo com Frank De Boer foi desastroso: foram sete derrotas sem sequer marcar um gol.

Depois, Roy Hodgson assumiu e comandou uma reação brilhante, não apenas salvando os Eagles do rebaixamento, como também atingindo a 11ª colocação, que só foi superada três vezes na história do clube.

Mesmo assim, a torcida do Crystal Palace não deveria criar muita expectativa. Afinal, é comum pensar que, se o time terminou bem a temporada passada, tem tudo pra ter um desempenho ainda melhor no ano seguinte.

Na verdade, não é bem assim. No ano passado, o Swansea vivia situação parecida com a do Palace e terminou rebaixado. A Premier League fica mais competitiva a cada temporada.

Leia mais: Guia do Manchester City Premier League temporada 2018/2019 
Guia do Crystal Palace Premier League 2
Max Meyer receberá um dos maiores salários da liga (Divulgação/Palace)

Essa é a sexta participação seguida do Crystal Palace na Premier League, a maior sequência na elite da história do clube. A temporada passada deve servir como alerta, e não como empolgação, para a atual.

Com o orçamento limitado pelos bons reforços: o goleiro espanhol Vicente Guaita, que chega do Getafe para uma posição realmente carente no time, e o meio-campista senegalês Cheikhou Kouyaté, que estava no West Ham.

Contratado sem custos, a promessa alemã Max Meyer, ex-Schalke 04, também chega para elevar o nível técnico do elenco. O mais novo reforço do Palace surpreendeu a todos ao escolher o time londrino. Não à toa, deverá receber um dos maiores salários da liga.

As saídas de Yohan Cabaye e dos emprestados Fosu-Mensah e Loftus-Cheek enfraquecem o time, mas os reforços contratados devem suprir essas ausências.

Leia mais: Valor de mercado de Martinelli triplica em cinco meses 
Guia do Crystal Palace Premier League 1
Roy Hodgson vai dar um jeito no Palace? (Reprodução/Getty)

A chave de tudo, contudo, está na permanência de Wilfried Zaha, alvo constante de outros clubes.

Na temporada passada, o marfinense foi fundamental na reação do Palace. O sucesso dos Eagles na Premier League que vai começar pode depender da permanência de sua principal estrela.

Sem empolgação: o Crystal Palace deve tentar primeiro garantir uma pontuação boa para se manter na Premier League.

Depois, quem sabe, buscar algo a mais. O objetivo principal, contudo, deve mesmo ser permanecer e tentar consolidar uma base boa para os próximos anos.

Afinal, em um campeonato cada vez mais difícil e equilibrado, com grandes times e caçulas chegando com força, não cair é uma tarefa mais complicada do que pode parecer.

Quem saiu?

Damien Delaney (Cork City, free-agent), Yohan Cabaye (Al-Nasr, free-agent), Lee Chung-yong (dispensado), Diego Cavalieri (dispensado), Jaroslaw Jach (Rizespor, empréstimo)

Quem chegou?

Vicente Guaita (Getafe, free-agent), Cheikhou Kouyaté (West Ham United, £9.5m), Max Meyer (Schalke 04, free-agent), Jordan Ayew (Swansea City, empréstimo)

Destaque – Wilfried Zaha

Guia do Crystal Palace Premier League 3
Arte Gabriel Leal (Crédito: Getty)

Se o Crystal Palace conseguiu a reação impressionante na temporada passada, praticamente tudo se deve ao atacante marfinense Wilfried Zaha.

Para se ter uma ideia, todos os 44 pontos conquistados pelo Palace foram somados nas 29 partidas em que Zaha esteve em campo, enquanto os Eagles perderam todos os 9 jogos sem Zaha.

Com 9 gols e 3 assistências nesses 29 jogos, Zaha foi fundamental na arrancada que livrou o Crystal Palace do rebaixamento.

Fique de olho – Aaron Wan-Bissaka

Guia do Crystal Palace Premier League 4
(Crédito: Stadium Astro)

Aaron Wan-Bissaka é uma das boas possibilidades para o Palace. O jovem lateral-direito inglês de apenas 20 anos tem deixado o experiente Joel Ward na reserva na pré-temporada e pode ser um dos titulares de Hodgson na Premier League.

Na última edição, disputou sete partidas e agradou os fãs.

Posição na última temporada da PL

11º lugar

Títulos do Campeonato Inglês

Nenhum

Time-base do Crystal Palace

4-4-2 – Guaita; Wan-Bissaka, Tomkins, Sakho, Van Aanholt; Kouyaté, Milivojević, Towsend, Meyer; Zaha, Sørloth

Arte: Guilherme Lima/Julio Puiati

Palpites

Guia do Crystal Palace Premier League temporada 2018/2019

[playbuzz-item item=”7b020ec7-0c13-4bba-8424-5c09f7d73bd6″ wp-pb-id=”92368″]