Guia completo da Championship temporada 2020/2021

Confira tudo o que você precisa saber sobre a Segunda Divisão do Campeonato Inglês

0
785
championship 2020 2021
Naomi Baker/Getty Images

Na temporada 2020/2021, a PL Brasil publica pela primeira vez o guia da Championship. Com vários clubes tradicionais, a Segunda Divisão do Campeonato Inglês promete muitas emoções. Quem vai subir para a Premier League?

Guia da Championship temporada 2020/2021

Barnsley

Fundação: 1887
Cidade: Barnsley
Estádio: Oakwell Stadium 
Apelido: The Tykes
Destaque: Cauley Woodrow (meio-campista)
Fique de olho: Dominik Fraser (atacante)
Posição na última temporada: 21º

A temporada 2019/2020 do Barnsley terminou com uma luta desesperada para fugir do rebaixamento à League One, objetivo que só fora alcançado na última rodada, ao superar o Charlton por apenas um ponto. Nesse sentido, para 2020/2021 a expectativa em torno do time de Gerhard Struber é de uma permanência mais tranquila na Championship.

Portanto, devido ao baixo rendimento do setor ofensivo, tendo em vista que o Barnsley somou apenas 49 gols na edição passada, Dominik Fraser foi contratado com o intuito de aumentar a produtividade do ataque. Além disso, devido ao baixo orçamento, a maior parte das novidades no elenco são referentes a jovens jogadores promovidos da base.

Desse modo, o principal destaque da equipe, o meia Cauley Woodrow, que somou 14 gols na última Championship, é peça fundamental para que o Barnsley faça uma campanha mais sólida nesta temporada. Portanto, a expectativa em torno da equipe gira necessariamente ao redor de uma melhoria do ataque, algo que pode dar uma maior tranquilidade na luta contra o rebaixamento.

Palpite Vinícius Lima (PL Brasil): Luta contra o rebaixamento

James Rodríguez projeta grande temporada com Ancelotti no Everton

 

Birmingham City

Fundação: 1875
Cidade: Birmingham
Estádio: St Andrew's Stadium
Apelido: The Blues
Destaque: Lucas Jutkiewicz (atacante)
Fique de olho: Daniel Crowley (meio-campista)
Posição na última temporada: 20º

A última temporada do Birmingham City na Championship foi marcada por muito sofrimento. Mesmo tendo revelado o inglês Jude Bellingham, que foi para o Borussia Dortmund com status de grande talento, o clube teve um desempenho desastroso, sobretudo na reta final.

Para se ter ideia do quão ruim foi a campanha, o Birmingham não venceu nenhum dos últimos 14 jogos. No entanto, conseguiu empatar alguns e, por conta disso, escapou do rebaixamento à League One. Para esta temporada, a tendência é de que a briga para não cair acompanhe a equipe novamente.

Se o técnico Aitor Karanka, que assumiu o time no lugar de Steve Spooner, conseguir fazer o time permanecer, já será um grande feito. Só que o começo já foi com um baque pesado: eliminação na primeira fase da Copa da Liga Inglesa para o Cambridge United, que disputa a quarta divisão.

Assim como na edição passada, o Birmingham coloca as esperanças da permanência no atacante Lucas Jutkiewicz, principal jogador do time. Isso porque o centroavante marcou 15 gols e concedeu três assistências, desempenho que salvou o time da queda. Outra peça que pode ajudar é Daniel Crowley, meio-campista que deu cinco passes que foram convertidos em gols na última temporada.

Palpite Lucas Holanda (PL Brasil): Luta contra o rebaixamento

Palpite Birmingham City Brasil: Vaga nos playoffs

Blackburn Rovers

Fundação: 1875
Cidade: Blackburn
Estádio: Ewood Park
Apelido: Rovers
Destaque: Adam Armstrong (atacante)
Fique de olho: Sam Gallagher (atacante)
Posição na última temporada: 11º

Após uma temporada bem inconstante, o Blackburn busca obter maior solidez em seu jogo, sobretudo na parte defensiva, visto que o time sofreu 65 gols na última edição do campeonato. Sabendo que na temporada passada as expectativas giravam em torno de luta pelos playoffs, o clube acabou decepcionando.

Contudo, nesta temporada, este objetivo pode ser alcançado através do amadurecimento de um trabalho promissor. Desse modo, um plantel curto, com problemas defensivos, até o momento recebeu a adição do bom goleiro Thomas Kaminski e do jovem defensor Hayden Carter, os quais podem contribuir para uma melhoria do setor.

Portanto, o Blackburn aposta em mais uma ótima temporada de Adam Armstrong, destaque com 16 gols e seis assistências na Championship passada. Assim, os Rovers surgem como um time de claro potencial, capaz de atingir bons resultados sob a liderança de Tony Mowbray.

Palpite Vinícius Lima (PL Brasil): Vaga nos playoffs

Palpite Rovers Brazil: Vaga nos playoffs

Bournemouth

Fundação: 1899
CidadeBournemouth
EstádioDean Court (Vitality Stadium)
ApelidoCherries
DestaqueJoshua King (atacante)
Fique de olhoDavid Brooks (meio-campista)
Posição na última temporada (Premier League): 18º

Na última temporada da Premier League, o Bournemouth surpreendeu negativamente. Esperava-se dos Cherries mais uma participação segura na elite inglesa, ou seja, sem sustos de rebaixamento. Isso não ocorreu e agora, depois de cinco anos na elite, o Bournemouth volta à Championship.

Com a chegada de Jason Tindall para substituir Eddie Howe, que ficou no cargo de técnico por oito anos, o que o clube terá a oferecer ainda é uma incógnita. Nessa dúvida, ainda tem que se somar o intenso mercado, que olha muito para alguns jogadores da equipe.

Caso não haja grandes baixas na espinha dorsal do elenco e nem mudanças bruscas na filosofia de jogo, o Bournemouth pode levar um bom nível de atuação à Championship 2020/2021.

Palpite Emanuel Vargas (PL Brasil): Vaga nos playoffs

Brentford

Fundação: 1889
Cidade: Londres
Estádio: Brentford Community Stadium
Apelido: The Bees
Destaque: Saïd Benrahma (ponta esquerda)
Fique de olho: Bryan Mbeumo (ponta direita)
Posição na última temporada: 3º (eliminado nos playoffs)

A temporada 2019/2020 do Brentford terminou com uma ducha de água fria para os torcedores. O time de Thomas Frank fez ótima campanha na Championship2019/2020, mas acabou eliminado para um de seus maiores rivais, o Fulham, na final dos playoffs.

O destaque da temporada dos Bees ficou por conta do excelente trio de ataque do clube, composto por Saïd Benrahma, Ollie Watkins e Bryan Mbeumo. Juntos, eles somaram 59 gols na segunda divisão, o que significa que mais de 73% dos gols do Brentford saíram dos pés de algum deles durante a temporada passada.

Com a base da equipe mantida e a permanência de seu principal jogador até o momento, Saïd Benrahma, o time de Griffin Park deve chegar forte na Championship 2020/2021. Com um elenco jovem e o brilho do trio de ataque, os Bees definitivamente devem buscar uma vaga na Premier League no próximo ano.

Palpite Igor Martins (PL Brasil): Sobe direto

Bristol City

Fundação: 1897
Cidade: Bristol
Estádio: Ashton Gate
Apelido: The Robins
Destaque: Famara Diédhou (atacante)
Fique de olho: Andreas Weimann (atacante)
Posição na última temporada: 12º

O Bristol City terminou a temporada 2019/2020 da Championship na 12ª colocação, com um bom desempenho, devido à força do elenco. Desta vez, os Robins esperam subir de nível e buscar uma vaga nos playoffs.

A diretoria do clube conseguiu boas alternativas no mercado. O ponta Chris Martin assinou com a equipe do Bristol City a custo zero e o jovem Joe Williams, de 23 anos, chegou do Wigan para reforçar os Robins.

Liderados pelo atacante Famara Diédhiou, que balançou as redes 12 vezes na última temporada, o Bristol City mostra que tem condições de fazer um bom trabalho de novo e, possivelmente terminar em uma posição melhor que a de 12º colocado.

Palpite Igor Martins (PL Brasil): Meio de tabela

championship 2020 2021
Harry Trump/Getty

Cardiff City

Fundação: 1899
Cidade: Cardiff
Estádio: Cardiff City Stadium
Apelido: Bluebirds
Destaque: Lee Tomlin (meio-campista)
Fique de olho: Kieffer Moore (atacante)
Posição na última temporada: 5º

O Cardiff City disputará a Championship 2020/2021 após bater na trave na busca pelo acesso à Premier League na temporada passada. Com a manutenção da base e a adição de algumas caras novas, a equipe tem tudo para figurar entre os times que disputarão os playoffs.

Com relação a reforços, o clube contratou o lateral-direito Jordi Osei-Tutu por empréstimo junto ao Arsenal, além do atacante titular da seleção galesa, Kieffer Moore, que estava no Wigan e chega para ser fundamental nos Bluebirds.

Assim, a posição de camisa 9, que era um problema para o técnico Neil Harris, acaba de ter uma solução. Caso mantenha seu elenco, o Cardiff certamente é um candidato ao acesso para a próxima Premier League.

Palpite Leonardo Gontijo (PL Brasil): Vaga nos playoffs

Coventry City

Fundação: 1883
Cidade: Coventry
Estádio: St. Andrew's Stadium
Apelido: Sky Blues
Destaque: Matt Godden (atacante)
Fique de olho: Jodi Jones (atacante)
Posição na última temporada: 1º da terceira divisão

Empolgação e muita ansiedade. Sentimentos comuns de serem vistos em um time recém-promovido para uma divisão nacional. Nesse sentido, este é o cenário atual do Coventry City, campeão da League One na temporada passada, com 67 pontos em 34 jogos. Vale frisar que a edição não foi encerrada por conta da pandemia de coronavírus.

Em 34 oportunidades, os Sky Blues perderam apenas três vezes. Regularidade que a equipe busca manter em sua primeira aparição na segunda divisão desde 2012. Apesar de não contar com sua antiga estrela, Sam McCallum, que voltou ao Norwich após término de empréstimo, a equipe se sustenta nas novas contratações e no artilheiro do time na temporada passada, Matt Godden, que marcou 15 vezes em 33 jogos.

Palpite Lucas Pires (PL Brasil): Meio de tabela

Derby County

Fundação: 1884
Cidade: Derby
Estádio: Pride Park Stadium
Apelido: Rams
Destaque: Wayne Rooney (meio-campista)
Fique de olho: Louie Sibley (atacante)
Posição na última temporada: 10º

A chegada de Wayne Rooney impactou de imediato no rendimento do Derby County. Contudo, foi um tanto quanto tardia. Apesar de o time ter conseguido disputar uma vaga nos playoffs de acesso, faltou um melhor desempenho na primeira parte da temporada para alcançar o objetivo principal.

Este será o 13º ano consecutivo em que o Derby disputa a segunda divisão do país. Em 2019/2020, a equipe perdeu o treinador Frank Lampard e peças importantes, como Mason Mount. Ou seja, apesar do bom posicionamento final, foi um ano de renovações. Agora, com Phillip Cocu estabelecido e Wayne Rooney mais centrado no projeto, o time busca tornar o sonho de voltar para a elite uma realidade.

As apostas ficam por conta de seis jovens atletas com menos de 21 anos. E o destaque vai para Louie Sibley, de 18 anos, um dos pupilos de Rooney, que na temporada passada marcou cinco gols e contribuiu com duas assistências em 11 jogos.

Palpite Lucas Pires (PL Brasil): Vaga nos playoffs

Huddersfield Town

Fundação: 1908
Cidade: Huddersfield
Estádio: Kirklees Stadium
Apelido: Terriers
Destaque: Karlan Grant (atacante)
Fique de olho: Lewis O’Brien (meio-campista)
Posição na última temporada: 18º

Após uma temporada decepcionante, o Huddersfield procurou seguir o sucesso do Leeds com Marcelo Bielsa ao contratar o jovem técnico Carlos Corberán, de 37 anos, que foi assistente do argentino nos Whites. Anteriormente, Corberán auxiliou Manuel Pellegrini e Ernesto Valverde no Valencia.

Um dos problemas a ser consertado é a defesa, a quarta mais vazada da última temporada, mas o ataque também é problemático. Não há espaço para grandes investimentos. Ex-Cardiff, o atacante Danny Ward retorna ao clube após cinco anos, enquanto o goleiro Joel Pereira chega emprestado pelo Manchester United.

O time também conta o retorno de alguns atletas que estavam emprestados. O Huddersfield aposta em Juninho Bacuna e no bom desempenho dos jovens Lewis O’Brien (meio-campista) e Aaron Rowe (ponta), além do bom centroavante Karlan Grant.

Palpite Pedro Ramos (PL Brasil): Meio de tabela

Palpite Huddersfield Brasil: Meio de tabela

Luton Town

Fundação: 1885
Cidade: Luton
Estádio: Kenilworth Road
Apelido: Hatters
Destaque: James Collins (atacante)
Fique de olho: Jordan Clark (meio-campista)
Posição na última temporada: 19º

O retorno do Luton à Championship, após longo martírio nas divisões inferiores, inclusive fora da Football League, foi um feito histórico. E, de volta à segunda divisão, o clube foi, novamente, muito valente. Com a recontratação de Nathan Jones, que havia dirigido o clube entre 2016 e 2019, o rebaixamento foi evitado de forma heroica: 11 pontos dos últimos 15 disputados. Contudo, mais uma vez, a realidade deve ser de sofrimento.

A maior preocupação dos Hatters é, sem dúvidas, o sistema defensivo. Segunda defesa mais vazada da Championship 2019/2020 (84 vezes), a equipe desta vez não terá Cameron Carter-Vickers, grande pilar na reta final do campeonato. Após breve período em Luton, o zagueiro retornou ao Tottenham. Por isso, a importância dos experientes defensores Martin Crane e Sonny Bradley, capitão, será ainda maior nesta temporada.

O Luton também deve sentir muita falta do meio-campista Izzy Brown, do Chelsea, responsável por sete assistências na liga, agora emprestado ao Sheffield Wednesday. Em contrapartida, o clube reforçou o setor com Jordan Clark, ex-Accrington, que deve ganhar espaço para ajudar o artilheiro James Collins, autor de 14 gols na edição anterior – e que já alcançou hat trick contra o Norwich na atual Copa da Liga.

Palpite Rafael Moro Brandão (PL Brasil): Luta contra o rebaixamento

Palpite Luton Town Brasil: Luta contra o rebaixamento

Middlesbrough

Fundação: 1876
Cidade: Middlesbrough
Estádio: Riverside Stadium
Apelido: Boro
Destaque: Ashley Fletcher (atacante)
Fique de olho: Dael Fry (zagueiro)
Posição na última temporada: 17º

A temporada 2019/2020 foi decepcionante para o torcedor do Middlesbrough. Além de lutar contra a queda à terceira divisão, o clube disputará a Championship pelo quarto ano consecutivo. A discreta 17ª posição na última edição da liga representou um sinal de alerta à equipe. O Boro ainda foi – ao lado do Huddersfield Town – o segundo time que menos venceu na competição. 

O Middlesbrough conseguiu a façanha negativa de ter o pior ataque da Championship, com apenas 48 gols marcados. Devido à inconsistência do time ao longo da temporada, John Woodgate foi demitido do cargo de técnico em junho. Como reposição, o clube contratou Neil Warnock

Em campo, o Boro conta com Ashley Fletcher e Britt Assombalonga como esperança no ataque da equipe. Os dois atacantes dividiram a artilharia do clube na Championship da temporada passada, com 11 gols marcados.

Palpite Carlos Borges (PL Brasil): Meio de tabela

championship 2020 2021
Naomi Baker/Getty

Millwall

Fundação: 1885
Cidade: Londres
Estádio: The Den
Apelido: Lions
Destaque: Jed Wallace (ponta direita)
Fique de olho: Jake Cooper (zagueiro)
Posição na última temporada: 8º

Por pouco o Millwall não garantiu vaga nos playoffs da Championship. Os Lions terminaram na oitava colocação com 68 pontos, dois a menos que o Swansea City, último time que conseguiu se classificar para o mata-mata da liga.

No comando técnico desde outubro, Gary Rowett começa a temporada com tempo suficiente no cargo para que o time possa manter o bom desempenho que quase o levou aos playoffs da Championship. Ou, quem sabe, conseguir o acesso direto à Premier League.

São Bartosz Bialkowski, no gol, e Jake Cooper, na zaga, que garantem aos Lions a segurança defensiva na segunda divisão. Vale destacar que Cooper, defensor de apenas 25 anos, foi o atleta que mais entrou em campo pelo clube na temporada, com 49 jogos. Fora do setor, Rowett ainda conta com Matt Smith e Jed Wallace, protagonistas ofensivos do clube na última temporada.

Palpite Carlos Borges (PL Brasil): Vaga nos playoffs

Palpite Millwall Brasil: Vaga nos playoffs

Norwich City

Fundação: 1902
Cidade: Norwich
Estádio: Carrow Road
Apelido: Canaries
Destaque: Teemu Pukki (atacante)
Fique de olho: Todd Cantwell (ponta esquerda)
Posição na última temporada: 20º da Premier League

O Norwich City está de volta à Championship. Após conquistar o título na temporada 2018/2019, o clube teve uma péssima campanha na última edição da Premier League e rapidamente retornou à segunda divisão.

Mesmo com pouco mais de 18% de aproveitamento na elite, Daniel Farke foi mantido no cargo. Fora de campo, o clube agiu de forma discreta no mercado. Foram cinco reforços e quase 7 milhões de euros investidos.

Os Canaries tiveram o pior ataque e a pior defesa da Premier League na edição passada. Agora, na Championship, Farke terá a chance de ajustar os principais pontos fracos. A grande expectativa da torcida é de que Teemu Pukki continue balançando as redes. O finlandês foi o artilheiro do time na temporada passada.

Palpite Carlos Borges (PL Brasil): Briga para subir direto

Palpite Norwich City Brasil: Briga para subir direto

Nottingham Forest

Fundação: 1865
Cidade: Nottingham
Estádio: City Ground 
Apelido: Forest
Destaque: Lewis Grabban (atacante)
Fique de olho: Joe Worral (zagueiro)
Posição na última temporada: 7º

A temporada 2019/2020 terminou de forma melancólica para o Nottingham Forest. Com a vaga para os playoffs escapando na última rodada, o time de Sabri Lamouchi perdeu a chance de tentar voltar à elite. Contudo, para a temporada que se inicia, o Forest se apresenta como um dos postulantes a disputar, novamente, uma vaga nos playoffs, na busca por retornar à primeira divisão.

Nesse sentido, o time liderado pelo artilheiro Lewis Grabban precisa superar a importante perda do promissor lateral Matty Cash, que se juntou ao Aston Villa. Além disso, a chegada de novos atletas à equipe, como o experiente atacante Miguel Ángel Guerrero e o meio-campista Jack Colback, pode dar maior profundidade a um elenco que necessita de peças para suportar a longa temporada.

Agora, o Forest aposta em mais uma ótima temporada de Grabban, que somou 20 gols na Championship 2019/2020. Além do mais, outro nome importante é o do jovem zagueiro Joe Worral, que mostrou grande segurança na última temporada e tende a evoluir cada vez mais. Portanto, o time de Sabri Lamouchi desponta como uma das principais equipes na luta para chegar à Premier League na temporada que se inicia.

Palpite Vinícius Lima (PL Brasil): Vaga nos playoffs

Palpite Nottingham Forest Brasil: Vaga nos playoffs

Preston North End

Fundação: 1880
Cidade: Preston
Estádio: Deepdale
Apelido: The Lilywhites
Destaque: Daniel Johnson (meio-campista)
Fique de olho: Scott Sinclair (ponta esquerda)
Posição na última temporada: 9º

O Preston North End disputará na temporada 2020/2021 sua sexta Championship consecutiva. Em 2019/2020, a equipe comandada pelo técnico Alex Neil finalizou sua participação na segunda divisão inglesa na 9ª posição, com 66 pontos conquistados e menos de 50% de aproveitamento. Ao total, nas 46 partidas disputadas, foram 18 vitórias, 12 empates e 16 derrotas. 

O destaque do Preston na competição foi o meia Daniel Johnson, de 27 anos. O camisa 11 marcou 12 vezes e concedeu sete assistências, sendo o atleta que mais participou de gols na equipe. Sendo assim, ele surge como a principal esperança do clube por um destino melhor na Championship 2020/2021. 

Porém, a tendência é que a briga dos comandados de Alex Neil seja de novo no meio da tabela. Como forma de preparação para o torneio que está prestes a ser iniciado, o Preston realizou amistosos contra equipes da Premier League. Derrota por 2 a 0 para o Everton, e empates por 2 a 2 e 0 a 0, contra Sheffield United e Burnley, respectivamente.

Palpite Yves Vieira (PL Brasil): Meio de tabela

Queens Park Rangers

Fundação: 1882
Cidade: Londres
Estádio: Loftus Road
Apelido: Hoops
Destaque: Bright Osayi-Samuel (ponta direita)
Fique de olho: Olamide Shodipo (ponta esquerda)
Posição na última temporada: 13º

O início de temporada do Queens Park Rangers não foi nada empolgante. O clube negociou o destaque Eberechi Eze com o Crystal Palace. Além da saída do craque, Jordan Hugill, artilheiro do time na temporada passada, retornou ao West Ham após o fim do empréstimo.

Com o setor ofensivo enfraquecido, Mark Warburton terá dores de cabeça para organizar a equipe na frente. O clube contratou apenas um centroavante como reposição até aqui. Trata-se de Lyndon Dykes, de 24 anos, que foi adquirido do Livingston, da Escócia, e tem a missão de tentar manter o bom aproveitamento dos Hoops no ataque.

Na última temporada da Championship, foram 67 gols e o clube conseguiu a façanha de ter o quarto melhor ataque do torneio. No entanto, a defesa deixa a desejar. O QPR sofreu incríveis 76 gols, sendo o quarto time mais vazado. Para alcançar voos mais altos na Championship 2020/2021, Warburton terá de encontrar equilíbrio entre os setores.

Palpite Carlos Borges (PL Brasil): Meio de tabela

Reading

Fundação: 1871
Cidade: Reading
Estádio: Madejski Stadium
Apelido: Royals
Destaque: John Swift (meio-campista)
Fique de olho: Michael Olise (meio-campista)
Posição na última temporada: 14º

Fora da elite do futebol inglês desde 2013, o Reading enfim fez uma campanha segura na Championship, após dois anos consecutivos na 20ª colocação. Mesmo assim, Mark Bowen deixa o cargo de treinador, agora substituído por Vejko Paunovic, que dirigiu o Chicago Fire por quatro temporadas. Já dentro de campo, o clube manteve seus principais pilares.

Na defesa, o nome de confiança segue sendo o do goleiro Rafael, eleito pela torcida como o melhor jogador da última temporada. No meio-campo, o clube tem muito o que comemorar. Além de ter contratado em definitivo o promissor Ovie Ejaria junto ao Liverpool, o Reading conseguiu segurar John Swift, camisa 10 pretendido pelo Aston Villa, e Michael Olise, joia sondada pelo Leeds.

Por fim, a confiança no setor ofensivo é enorme, graças à promissora dupla Yakou Meité e George Puscas, ambos de 24 anos, que juntos totalizaram 25 gols na última edição da liga – além do português Lucas João, boa opção no banco de reservas. E há ainda o reforço do versátil Josh Laurent, destaque do Shrewsbury na League One. Assim, mesmo que longe do favoritismo, a expectativa é de uma Championship 2020/2021 mais ambiciosa para os Royals.

Palpite Rafael Moro Brandão (PL Brasil): Vaga nos playoffs

championship 2020 2021
Michael Steele/Getty

Rotherham United

Fundação: 1925
Cidade: Rotherham
Estádio: New York Stadium
Apelido: Millers
Destaque: Michael Smith (atacante)
Fique de olho: Freddie Ladapo (atacante)
Posição na última temporada: 2º da terceira divisão

Sobe e desce. Realidade corriqueira nos anos recentes do Rotherham United. Isso porque na temporada 2015/2016 o time caiu para a terceira divisão, em 2016/2017 subiu para a segunda, caiu um ano depois e agora está de volta mais uma vez. Os Millers buscam, acima de tudo, regularidade para poder almejar voos maiores.

Os torcedores confiam na dupla de ataque que já soma números importantes na história do clube. Por um lado, Michael Smith, de 28 anos, é o sexto maior artilheiro de todos os tempos do Rotherham, com 26 gols, 29 atrás do líder, Adam Le Fondre. No outro, está Freddie Ladapo, que é o 18º maior artilheiro, com 17 gols.

As mais tradicionais casas de apostas da Inglaterra estão pagando pouco para mais um rebaixamento dos Millers. Ou seja, a aposta é que o clube seja rebaixado de novo. Conseguirão eles fugir deste looping?

Palpite Lucas Pires (PL Brasil): Luta contra o rebaixamento

Sheffield Wednesday

Fundação: 1867
Cidade: Sheffield
Estádio: Hillsborough
Apelido: Owls
Destaque: Adam Reach (meia-atacante)
Fique de olho: Elias Kachunga (atacante)
Posição na última temporada: 16º

A temporada 2020/2021 será bastante difícil para o Sheffield Wednesday. Por conta de punição, a equipe de Garry Monk começará a Championship 2020/2021 com menos 12 pontos na tabela, portanto entrará em desvantagem em relação ao restante dos clubes que disputarão a competição.

A dedução dos pontos se deu pelo fato de que o clube violou as regras de gastos impostas pela federação. A venda do Hillsborough Stadium foi inclusa nas contas dos Owls na temporada 2017/2018, sendo que o terreno acabou sendo vendido apenas um ano depois.

Apesar disso, o clube conseguiu assegurar alguns reforços com experiência na competição e na Premier League. Até agora vieram o zagueiro Chey Dunkley e o meia Josh Windass, que estavam no Wigan, além do atacante Elias Kachunga, ex-Huddersfield.

A permanência de nomes importantes no elenco, como o meia-atacante Adam Reach, dão esperança para que o Sheffield Wednesday reverta esse quadro negativo, mas o time terá muitas dificuldades no caminho.

Palpite Leonardo Gontijo (PL Brasil): Luta contra o rebaixamento

Stoke City

Fundação: 1863
Cidade: Stoke-on-Trent
Estádio: Bet365 Stadium
Apelido: The Potters
Destaque: Jack Butland (goleiro)
Fique de olho: Benik Afobe (atacante)
Posição na última temporada: 15º

Após um desempenho decepcionante na temporada passada, o Stoke City começa a Championship 2020/2021 como uma incógnita. Na edição 2019/2020, os Potters terminaram a competição na 15ª colocação, com mais derrotas do que vitórias, deixando a torcida frustrada por estar tão longe do sonhado retorno à Premier League.

Se um dos grandes problemas na última temporada foi o sistema defensivo, a diretoria parece querer diminuir a dor de cabeça. O clube já assinou em definitivo com o zagueiro James Chester, ex-Aston Villa, com o lateral esquerdo Morgan Fox e com o volante John Obi Mikel, campeão da Champions pelo Chelsea em 2012.

Com reforços pontuais até o momento, o Stoke City espera melhorar seu desempenho na temporada atual. A chegada de atletas experientes e a volta do atacante Benik Afobe, bancada pelo técnico Michael O'Neill, podem fazer com que o time renda acima do esperado.

Palpite Igor Martins (PL Brasil): Meio de tabela

Palpite Stoke City Brasil: Vaga nos playoffs

Swansea City

Fundação: 1912
Cidade: Swansea
Estádio: Liberty Stadium
Apelido: Swans
Destaque: André Ayew (atacante)
Fique de olho: Morgan Gibbs-White (meio-campista)
Posição na última temporada: 6º

Quase. Foi com este sentimento que o Swansea City ficou ao cair diante do Brentford na semifinal dos playoffs da Championship e, consequentemente, ser eliminado da briga pelo acesso. Para esta temporada, a expectativa é, enfim, de retornar à Premier League. A última vez que o clube disputou a primeira divisão foi na edição 2017/2018.

No entanto, a temporada 2020/2021 começou com um golpe duro: eliminação na primeira fase da Copa da Liga Inglesa para o Newport, que disputa a quarta divisão do futebol inglês. Porém, mesmo com o baque, o Swansea tem peças para brigar por uma vaga nos playoffs novamente e, quem sabe, conquistar a tão sonhada classificação sob o comando de Steve Cooper, técnico que segue no comando do clube.

Um possível acesso do Swansea passa muito por André Ayew, o grande destaque do time. Isso porque o atacante marcou 16 gols e deu sete assistências na última temporada e foi um dos principais jogadores da liga. Portanto, se o atleta continuar em boa fase, a tendência é de que resultados bons apareçam para o time.

Outro que pode contribuir muito é o meio-campista Morgan Gibbs-White, que chegou por empréstimo junto ao Wolverhampton. É um jovem com muito potencial e que deve se desenvolver bem na Championship.

Palpite Lucas Holanda (PL Brasil): Vaga nos playoffs

Watford

Fundação1881
Cidade: Watford
EstádioVicarage Road
ApelidoHornets
Destaque: Troy Deeney (atacante)
Fique de olhoJoão Pedro (atacante)
Posição na última temporada (Premier League): 18º

Na última temporada da Premier League, o Watford tomou uma série de decisões erradas fora de campo que acabaram contribuindo para seu rebaixamento. Foram três treinadores com ideias de jogo distintas demitidos ao longo do campeonato.

Para a Championship 2020/2021, os Hornets vão precisar remodelar seu plano de jogo e a filosofia que querem implementar no clube. A permanência de alguns jovens jogadores mesclada com outros mais experientes deve ser crucial para medir o sucesso que a equipe pode obter na segunda divisão inglesa.

O sérvio Vladimir Ivic chegou para assumir o comando técnico da equipe, após ter sido campeão israelita com o Maccabi Tel Aviv. Ele terá sua primeira chance no principal escalão europeu e está confiante que pode levar o Watford de volta à Premier League.  

Palpite Emanuel Vargas (PL Brasil): Vaga nos playoffs

Wycombe Wanderers

Fundação: 1887 
CidadeHigh Wycombe
EstádioAdams Park
ApelidoChairboys
DestaqueJoe Jacobson (lateral esquerdo)
Fique de olho: Adebayo Akinfenwa (atacante)
Posição na última temporada: 3º da terceira divisão

Depois de ter escapado do rebaixamento para a National League (5ª divisão inglesa) pelo saldo de gols, há seis anos, o Wycombe Wanderers chega à Championship pela primeira vez em sua história. 

Com 133 anos, o clube surpreendeu na última temporada da League One com a vaga nos playoffs e a vitória contra o Oxford United na finalíssima da competição. O time, que tem Adebayo Akinfenwa como jogador mais conhecido, vai precisar subir o nível do elenco para seguir na Championship 2020/2021. 

Sem tanto poder de investimento, o Wycombe Wanderers deu o salto mais alto que poderia dar na Inglaterra, já que a mudança de patamar da League One para a Championship é muito grande. 

Palpite Emanuel Vargas (PL Brasil): Luta contra o rebaixamento

Guia produzido por Carlos Borges, Emanuel Vargas, Igor Martins, Leonardo Gontijo, Lucas Holanda, Lucas Pires, Rafael Moro Brandão, Vinícius Lima e Yves Vieira.