‘Parecia que o mundo estava acabando’: Guardiola faz desabafo sobre sua mudança de comportamento

4 minutos de leitura

Os últimos meses de Pep Guardiola no comando do Manchester City foram espetaculares, com o treinador encerrando a temporada 2022/2023 com a conquista da Champions League, além de cinco títulos no ano. O técnico revelou qual foi o fator fundamental para a campanha histórica, além de estar mais calmo e elogiou Erling Haaland.

Guardiola concedeu entrevista ao “DAZN” e comentou sobre os últimos meses no comando dos Citizes. O técnico espanhol revelou que mudou seu comportamento.

Antes eu era muito mais impaciente e ansioso em tudo, agora estou mais calmo e, nos bons momentos, fico mais tranquilo. Antes, parecia que o mundo estava acabando, a experiência ensina que é um jogo, que o adversário também joga e eles são bons, e que você pode ter uma tarde ruim. Há coisas simples que eu não tolerava e agora entendo que fazem mal.

O Manchester City conquistou a tríplice coroa na temporada 2022/2023 com a Premier League, FA Cup e Champions League, além de fechar 2023 com os títulos da Supercopa Uefa e Mundial de Clubes.

Durante a entrevista, Guardiola afirma que a tríplice coroa foi o ápice de seu trabalho no comando do Manchester City, mas isso só foi possível graças as decepções dos anos anteriores.

— A tríplice coroa é o culminar de tudo, mas não teria sido possível sem todas as decepções anteriores. Se estou na minha oitava temporada aqui é porque nos maus momentos eles também confiaram em mim.

Guardiola revela admiração por Haaland

A contratação de Haaland foi fundamental para o Manchester City. O jogador chegou ao clube para ser a referência ofensiva e correspondeu com números espetaculares. No primeiro ano com a camisa da equipe foram 36 gols apenas na Premier League e mais 12 na Champions League. Além disso, fechou 2023 como o quarto maior artilheiro do mundo com 50 gols.

Na entrevista para o “DAZN”, Guardiola elogiou o atacante e apontou o posicionamento do atacante como a característica que mais admira.

Haaland é um devorador. Ele tem algo que admiro muito. Ele nunca está em posição de impedimento. Ele não se desespera, mesmo que perca chances. O bom atacante sente para onde a bola vai, e Erling tem isso.

Gabriel Lemes
Gabriel Lemes

Me formei em Jornalismo pela Univap em 2019 e sou redator da PL Brasil. Já escrevi para o Quinto Quarto, Minha Torcida, Futebol na Veia e Portal Famosos.