O dia em que Guardiola quase foi jogador do Wigan

Você já imaginou ver o espanhol jogando na Premier League?

wigan
Shaun Botterill /Allsport

Embora o breve sucesso como treinador no Campeonato Inglês, o que poucos sabem é que Pep Guardiola sempre quis jogar a Premier League e ele quase jogou (com a camisa do Wigan).

Leia mais: Os números impressionantes do Manchester City campeão da Premier League

No anúncio de sua saída do Barcelona, em 2001, deixou claro sua paixão pelo futebol inglês.

“Eles são honestos, agressivos e normalmente não jogam pelo empate[…]. Nos estádios da Inglaterra, você respira futebol no estado mais puro e natural”, disse Guardiola.

Guardiola no… Wigan?

Mas foi no Wigan, no final de 2005, já com 34 anos e encerrando sua carreira como atleta, que a sua chance de atuar em gramados ingleses cresceu muito.

Ele estava terminando sua passagem no Al-Ahli, do Catar, e ainda não queria pendurar as chuteiras, sempre buscando aprender com as diferenças de mercados tão alternativos de futebol.

O treinador do Wigan era Paul Jewell, um apaixonado pelos passes de Pep. Ele o queria. E estava disposto a tudo para ter o atleta sob os seus comandos na Inglaterra.

Hierro, antigo companheiro de seleção do meia, e que teve uma carreira brilhante tanto na Fúria quanto no Real Madrid, estava jogando pelo Bolton à época, e queria fazer com que Pep pensasse em jogar na mesma competição.

E conseguiu. Hierro chamou a atenção de Pep para a Premier League, e fez o catalão pensar muito a respeito da proposta.

Ida para o México

Mas o que fez Guardiola não ir jogar a Premier League? A lealdade, algo que Pep sempre valorizou em seus atletas e amigos, fez com que ele fosse atuar no México.

O amigo antigo chamado Juanma Lillo tinha acabado de assumir o comando do Dorados de Sinaloa, time mexicano, e queria ter Pep na equipe, buscando desenvolver o futebol no país norte-americano.

Mexsport

Ficou por seis meses no clube, antes de encerrar sua carreira de jogador. Depois disso começou os cursos que o levaria ao topo do futebol mundial como treinador anos depois com Barcelona, Bayern e agora Manchester City.

O Wigan terminou aquela temporada em décimo lugar. Mas logicamente poderia ter um desempenho e uma evolução no futebol caso Guardiola tivesse vestido sua camisa.