Preocupado? Guardiola manda alerta inusitado à torcida do Manchester City: ‘Isso não é normal’

5 minutos de leitura

O Manchester City se prepara para enfrentar o Tottenham, um dos adversários mais difíceis da era Pep Guardiola no clube, neste domingo (3), pela Premier League. Antes do confronto, o técnico catalão fez questão de alertar os torcedores.

Em um discurso de “choque de realidade”, o treinador diz que os torcedores do City devem aproveitar o momento atual, pois o grande sucesso do clube em termos de títulos e vitórias “não é normal” e não durará para sempre.

Sucesso do Manchester City ‘não é para sempre'

Os Citizens recebem os Spurs buscando proteger seu recorde de invencibilidade em casa de 27 partidas, uma sequência que começou há mais de um ano. Desde a derrota por 2 a 1 para o Brentford em novembro de 2022, a equipe conquistou a tríplice coroa e, nesta semana confirmou a liderança em seu grupo da Champions League.

Foto: Icon Sport

Guardiola, no entanto, faz questão de alertar os torcedores: “Ganhamos muito e no futuro nós e vocês [os torcedores] têm que entender em suas mentes que isso é uma exceção”.

— Não é normal vencer a tríplice coroa, não é normal vencer cinco Premier Leagues em seis anos, e eles têm que continuar a aproveitar, mas momentos difíceis estão chegando, nesta temporada e na próxima, na próxima e na próxima. Vocês têm que estar lá — afirmou o treinador.

Tempos difíceis podem realmente vir

O prelúdio do treinador pode ser ligado à chance do clube de ser punido pela Premier League por conta das 115 acusações de irregularidades financeiras que os Citizens são acusados.

A investigação chegou a esse número olhando um recorte de 2009 a 2018, e o julgamento já tem data: deve ocorrer no final do ano que vem. Caso seja culpado, e dependendo da gravidade da pena, o City pode sofrer consequências notáveis, como até mesmo o rebaixamento.

Torcedores invadindo o gramado do Etihad Stadium para comemorar o título do Manchester City
Foto: Icon Sport

Os tempos difíceis, no entanto, não devem ser problema para os torcedores, na visão de Guardiola — que lembra que, antes, o clube sequer almejava voos tão altos quanto os de hoje:

— E tenho certeza de que estarão lá [nos momentos ruins] porque é um clube que veio de Maine Road, de estar no meio da tabela, não brigando pelo título, e eles estavam lá o tempo todo – disse.

Relação de Guardiola com a torcida

O City ocupa a segunda posição na tabela, atrás do Arsenal, enquanto busca garantir o sexto título da Premier League em sete temporadas. Guardiola tem incentivado regularmente os torcedores a criar uma atmosfera mais animada no estádio e foi visto gesticulando para os apoiadores aumentarem o volume durante o empate em 1 a 1 com o Liverpool no último sábado.

Manchester City
(Foto: ICon Sport)

“Gostaria que eles [os torcedores] viessem”, disse o treinador, que também quer “que eles aproveitem, se divirtam, tenham uma hora e meia em um bom momento”, e que isso depende do seu trabalho e dos jogadores.

— Quando jogamos bem, eles estão sempre lá. Às vezes a situação não está indo bem, acontece. Nesse momento, não é porque os jogadores não querem, porque eles provaram ao longo de quantos anos a consistência está lá – pontuou.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]