‘Sinto pena’: Guardiola é sincero sobre situação de Kalvin Phillips

4 minutos de leitura

A situação de Kalvin Phillips no Manchester City tem sido um dos tópicos mais comentados nesta temporada no Etihad Stadium. Contratado no início da temporada 2022/23, o volante nunca conseguiu encontrar seu espaço na equipe de Pep Guardiola. Considerando todas as competições, ele foi titular apenas uma vez, na Copa da Liga Inglesa.

A algumas semanas da abertura da próxima janela de transferências no mercado da bola, o camisa 4 tem sido especulado em outros clubes. Na entrevista coletiva desta sexta-feira (8), o técnico do City abriu o jogo sobre a situação do atleta e mandou um importante recado.

Guardiola manda recado a Kalvin Phillips

Perguntado sobre a possibilidade do volante sair do City em janeiro, Guardiola não deu pistas sobre o próximo destino, mas deu a entender que ele está mesmo de saída da equipe de Manchester. Além disso, o treinador pediu desculpas por não dar mais oportunidades a Phillips.

— Não sei o que vai acontecer. Peço desculpas pelas minhas decisões relacionadas a ele, já disse muitas vezes. Ele não merece não ter minutos (em campo).

Guardiola revelou que tem pedido algumas melhorias para o jogador e ele tem atendido. Porém, Guardiola não o escala porque não consegue enxergá-lo em seu estilo de jogo.

— É apenas porque eu visualizo algo, visualizo o time, e é um pouco difícil enxergá-lo ali, só isso. Não é porque não estou satisfeito. Sinto muita pena dele. Mas (o futebol) é um negócio, no final tenho que agir profissionalmente.

Refutando os problemas de relacionamento que os dois teriam vivido no passado, após a Copa do Mundo do Catar, em 2022, Guardiola deixou claro seu carinho pelo jogador e disse que torce para que ele dê a volta por cima.

— Espero que ele possa dar a volta por cima. Já disse muitas vezes que não sei o que vai acontecer em janeiro. Se ele ficar, ficarei mais do que satisfeito porque ele treina muito bem e é um cara adorável.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Me formei em Jornalismo pela PUC-SP em 2020. Antes de escrever para a PL Brasil, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.