Gonzalo Montiel é alvo de time brasileiro

Gonzalo Montiel é alvo de time brasileiro
Gonzalo Montiel é alvo de time brasileiro (Foto: Reprodução/Sevilla)

Em suma, com o mercado aberto, o Sevilla busca definir a situação de muitos jogadores. Além disso, a equipe visa se recuperar na parte financeira. Portanto, alguns atletas que recém chegaram ao time ou que não possuem espaço, estão abertos à negociação, como é o caso de Gonzalo Montiel.

A saber, o Flamengo poderá ser o destino do lateral direito, que busca um substituto para Mauricio Isla. Segundo os rumores, o clube brasileiro já teria fechado um acordo verbal com o jogador.

Todavia, a questão está entre os clubes. Em resumo, o Sevilla prefere uma venda direta do jogador ou empréstimo com compra obrigatória no final do contrato. No entanto, a diretoria do Flamengo quer o jogador por empréstimo, mas com a opção de compra.

A saber, Gonzalo Montiel foi contratado pelo clube andaluz em 2021, após ser um dos destaques do River Plate. Assim, o jogador atuou por uma temporada na equipe, disputando 28 jogos, sendo 21 como titular.

Todavia, as expectativas no atleta eram altas, mas foram correspondidas. Além disso, o treinador Julen Lopetegui possuí a preferência do veterano Jesús Navas para atuar na posição.

Munir desperta interesse da MLS

Outro jogador do Sevilla que poderá atravessar o oceano rumo ao continente americano é o hispano-marroquino Munir. A saber, o atacante é alvo do Los Angeles FC, que estaria disposto a pagar até quatro milhões de dólares pelo jogador. Aliás, segundo o “Footmercato”, o salário seria de aproximadamente 2,3 milhões de dólares.

Em suma, o jogador não é uma das opções do treinador Lopetegui. Além disso, a diretoria do Sevilla busca um destino para o atacante. Assim, a permanência de Munir na equipe Sevillista é improvável.

A saber, Munir atuou em 25 jogos do Sevilla na última temporada e marcou três gols. Aliás, ele conta com uma boa relação entre minutos disputados nos jogos e os gols marcados. Todavia, não é uma das opções para atuar na ponta direita ou como referência no ataque.

Sou jornalista e sonho em trabalhar com jornalismo esportivo. Desde pequeno, convivo com futebol e com o passar dos anos, fui me apaixonado por outras modalidades. Hoje, não me vejo trabalhando em outro área que não seja com esporte. A emoção que um simples jogo causa no torcedor e nos fãs, é algo inexplicável e encantador, o que só aumenta  a minha admiração.
Artigo anteriorPatrick Roberts comenta sobre novo contrato com o Sunderland 
Próximo artigoOsasuna renova com Iker Benito