A turbulenta briga entre Gerrard e Diouf

Os dois ex-jogadores do Liverpool não se relacionam muito bem desde quando atuavam juntos

0
369
diouf
Diouf, ao lado de Gerrard, o qual tem grande desafeto (Getty Images)

Steven Gerrard é uma figura enorme no Liverpool e poucos jogadores conseguiram encará-lo dentro do clube. Ele era intocável dentro do vestiário – e tudo isso é justificável, dada a sua carreira e o que fez pelo clube. Bater de frente com Stevie-G seria praticamente pedir para ser vaiado pelos torcedores do Liverpool. Um jogador fez isso desde quando chegou ao clube e parece não mudar tão brevemente: El Hadji Diouf.

Acompanhe a PL Brasil no Youtube

  • Os maiores técnicos da história da Premier League

Leia mais: Podcast PL Brasil #16 – Até onde o artilheiro Harry Kane pode sonhar?

QUEM É EL HADJI DIOUF?

Diouf sendo marcado por Vieira e Desailly na Copa do Mundo de 2002, eliminando a equipe francesa ainda na fase de grupo

Nascido em 15 de abril de 1981, na cidade de Dakar, no Senegal, El-Hadji Ousseynou Diouf foi jogador de futebol pela sua seleção e foi um andarilho no futebol.

Formado na base do Rennes, no começo, e no Sochaux, no fim de sua carreira na categoria de jovens em equipes. Subiu em 1998 para o elenco profissional do clube.

Após se transferir ao primeiro time de sua juventude, ele ainda jogou no Lens quando foi convocado para sua única Copa do Mundo. Em 2002, o atleta fez história, embora não tenha marcado um gol sequer por Senegal.

A seleção africana surpreendeu e venceu a França na abertura da Copa do Mundo por 1 a 0. Ele se tonou ídolo nacional não apenas no esporte, mas como representação do país no mundo, algo muito parecido com o que Salah é hoje.

Depois do Mundial, foi contratado a peso de ouro pelo Liverpool. Os 6 gols em 79 jogos foram as únicas coisas boas feitas pelo senegalês em Anfield. Fora isso, nada bom há de ser lembrado pelos Reds. Ele é o único camisa nove do Liverpool que passou uma temporada inteira sem marcar.

O atleta ainda jogou pelo Bolton, Sunderland, Blackburn Rovers, Doncaster Rovers, Leeds United, todos da Inglaterra, e Sabah, da Malásia. 

Mas por que a bronca com Stevie G?

Diouf, que jogava no Blackburn, encarando Gerrard em 2010 (Foto: Getty Images)

Gerrard e Carragher já eram intocáveis no elenco dos Reds quando Diouf chegou. O senegalês nunca concordou com isso e, segundo ele, todos do elenco deveriam trabalhar duro para merecer a titularidade. “Para mim, não existe um jogador melhor que o outro no Liverpool. Ele tem que trabalhar e jogar, assim como eu tenho que trabalhar e jogar”, esclareceu em entrevista a uma TV francesa.

No dia do anúncio da aposentadoria de Gerrard, Diouf disparou:

Quando cheguei ao Liverpool logo me disseram que havia dois caras intocáveis na equipe, mas eu os toquei. Sim, se tratavam de Carragher e Gerrard. Quando cheguei, mostrei ao Gerrard que ele não era ninguém. Como jogador ele é imenso e merece todo o meu respeito, mas, como pessoa, não. E eu disse isso a ele. Queria que ele soubesse.

A maioria das críticas são feitas por Diouf, mas Gerrard nunca ficou calado contra as acusações até de racismo do senegalês.

diouf
Diouf, ao lado de Gerrard, o qual tem grande desafeto (Foto: REUTERS)

Em sua biografia, Stevie-G disse: “Eu realmente não quero perder tempo pensando em El Hadji Diouf, mas vale a pena destacar suas temporadas perdidas em Liverpool como um exemplo de como tudo pode dar errado”.

Diouf não tinha interesse real no futebol e que não se importava com o Liverpool. Por exemplo, a maneira como ele cuspiu nos fãs do Celtic em uma partida resumiu seu comportamento desdenhoso e rancoroso.

O atacante ainda disse que “Steven é uma lenda do Liverpool”, porém afirmou que “Senegal é maior que Liverpool!”.

Steven Gerrard sempre será lembrado por seu futebol elegante; já Diouf tem as polêmicas como marca de sua carreira.