Gabriele Cioffi, técnico da Udinese, comentou sobre a última vitória

Gabriele Cioffi, técnico da Udinese, comentou sobre a última vitória
Foto Destaque Divulgação: Udinese Calcio

Antes de mais nada, o técnico da Udinese, Gabriele Cioffi comentou após a grande vitória de sua equipe contra a Venezia, neste domingo (10). A saber, o jogo acabou 2 x 1 fora de casa, com gol salvador do brasileiro Rodrigo Becão nos acréscimos. Então, acompanhe aqui na Premier League Brasil o agradecimento a Luca Gotti e muito mais.

Eu estou realmente feliz. Como já disse antes, gostaria de agradecer ao Luca pelo que ele fez antes de eu entrar. Ele criou as bases para mim; Eu então adicionei minhas ideias, abordagem e a maneira como eu vejo o futebol. Os rapazes estão seguindo o que lhes peço e isso me deixa feliz. Eu coloquei todos esses registros que você mencionou para eles. Acho que a frase que usei foi que estamos com fome. Estamos famintos em todos os sentidos da palavra. É assim que abordamos as coisas durante a semana e isso nos permite decidir quais serão nossos próximos objetivos

Por fim, finalizou o treinador italiano:

Porque como eu disse antes brincando, está tudo claro para mim. Eu sei o que quero e sei como conseguir. Os rapazes precisam entrar nisso, porque não faz sentido se não. Mas estou convencido e responderei antecipadamente dizendo que estão mais famintos do que nunca.

Acompanhe aqui a entrevista de Gabriele Cioffi no twitter:

Por fim, o capitão que fez o gol da vitória também teve sua chance de falar na entrevista, acompanhe abaixo;

Estou muito feliz e principalmente pela equipe, porque nosso desempenho foi digno de uma vitória. Estou feliz pelos meus companheiros de equipe que lutaram por 90 minutos para conseguir a vitória. Estou feliz por ter feito minha parte.

Vídeo completo:

Em suma, a Bianconeri o Zebrette ocupa a 13ª posição no Campeonato Italiano, com 36 pontos. Portanto, sonham em acabar a temporada mais próxima da zona de classificação para as competições internacionais, mas é uma tarefa quase impossível.