Com volta de jogador ‘barrado’ e Gabriel ‘salvador’, Arsenal vence e se classifica na Copa da Liga

5 minutos de leitura

O Arsenal venceu o Brentford pelo placar mínimo na tarde desta quarta-feira (27), no Gtech Community Stadium, em jogo válido pela terceira rodada da Copa da Liga Inglesa e se classificou para a próxima fase da competição. O gol da classificação foi marcado por Reiss Nelson, após uma assistência do centroavante Eddie Nketiah.

A partida marcou a volta de Emile Smith Rowe como titular, algo que não acontecia há um ano e três meses. Os torcedores do time londrino pediam mais oportunidades ao jovem talento, revelado nas categorias de base do Arsenal, que teve um início promissor como profissional. O meia que veste a camisa 10 do time de Mikel Arteta já foi emprestado para o RB Leipzig e ao Huddersfield Town, é convocado para a seleção inglesa desde o sub-16 e já teve algumas oportunidades com Gareth Southgate na equipe principal da Inglaterra.

Contra o Brentford, Smith Rowe teve uma boa atuação, levando muito perigo no primeiro tempo numa bola que recebeu de Jorginho dentro da área, driblou dois defensores e parou numa grande defesa de pé do Mark Flekken.

Outro jogador que voltou a jogar pelo Arsenal foi Mohamed Elneny, que ficou um longo período se recuperando de lesão. A última partida do volante foi em janeiro, contra o Oxford United, pela Copa da Inglaterra. Nos jogos contra PSV e Tottenham, ele ficou no banco de reservas. Uma curiosidade é o fato dele ser o único remanescente da última vez que os Gunners disputaram a Champions League, em 2016/17.

Este foi o jogo de número 155 de Elneny pelo Arsenal. No Emirates Stadium desde 2016, ele já marcou seis gols e deu 10 assistências com a camisa vermelha. Na sala de troféus, o volante tem, pelos Gunners, a Copa da Inglaterra de 2016/17 e duas taças da Supercopa da Inglaterra, de 2017 e de 2020.

Como foram os brasileiros em Brentford x Arsenal

Gabriel Magalhães – 6,5

O zagueiro brasileiro fez uma boa partida e em alguns lances em específico chegou a salvar o Arsenal. O primeiro, na primeira metade da partida, foi numa lambança de Aaron Ramsdale, que foi tentar driblar o atacante do Brentford e foi travado. O defensor da seleção brasileira precisou aparecer na jogada e barrar o que poderia ser o gol de empate dos Bees. O segundo momento de destaque do camisa 6 foi perto da metade do segundo tempo, em que parou um passe que deixaria Yoane Wissa cara a cara com o goleiro dos Gunners.

Jorginho – 7,5

Depois do erro que gerou no segundo gol do Tottenham no North London Derby, o meia se redimiu com uma boa atuação. Capitão do Arsenal na partida, Jorginho chegou bem ao ataque, tocando para Smith Rowe quase fazer um golaço no primeiro tempo. O brasileiro naturalizado italiano apoiou muito bem o ataque, fazendo quase o papel de Martin Odegaard.

Gabriel Jesus – 5,5

Entrou aos 23 minutos do segundo tempo, no lugar de Charles Sagoe Jr, atacante versátil e promissor de apenas 19 anos que fez sua estreia como profissional, mas pouco conseguiu produzir, principalmente pela pressão feita pelo Brentford, em casa, buscando o empate para seguir vivo na competição.

Sequência do Arsenal

O Arsenal volta a campo no final da manhã do próximo sábado (30), às 11h (horário de Brasília), contra o Bournemouth, no Vitality Stadium, em jogo válido pela sétima rodada da Premier League. O Brentford, por sua vez, visita o Nottingham Forest no domingo (1), às 10h (horário de Brasília), no City Ground, também pelo Campeonato Inglês. Os Gunners ocupam a quinta posição, com 14 pontos, e os Bees a 13ª, com seis.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.