Bellingham decidiu seu destino, diz jornal

2 minutos de leitura

A próxima janela de transferências promete marcar o fim da novela Jude Bellingham, que tem criado uma expectativa em cima de onde vai jogar o meia inglês de 19 anos, atualmente no Borussia Dortmund.

Segundo o espanhol “Diario AS”, o meia já se decidiu sobre seu próximo clube. O jornal da Espanha publicou que Bellingham escolheu o Real Madrid como destino da sua carreira. Ele estaria próximo de dar a sinalização positiva para que o clube merengue possa negociar com o Dortmund.

A matéria do jornal ainda diz que o Real sempre imaginou que o primeiro passo da operação seria ter o ‘ok' de Bellingham para aí, então, iniciar os negócios com o clube alemão. Esta seria a forma dos espanhóis evitarem o leilão com Manchester City e Liverpool, os outros dois times interessados no jogador.

Bellingham tem contrato com o Borussia Dortmund até 2026, e os alemães gostariam de ficar com o jogador pelo menos mais uma temporada — ele foi revelado pelo Birmingham, mas joga na Alemanha desde 2020. É divulgado, no entanto, que o inglês entende que o momento é de mudança de ares.

Para isso, o Real espera que o Dortmund não vá pedir mais do que 120 milhões de euros. Descontando os valores da inflação, seria a sétima contratação mais cara da história do futebol, empatada com o valor que o Barcelona pagou por Griezmann em 2019, e abaixo do valor que o Chelsea pagou ao Benfica por Enzo Fernandez, em janeiro último.

As dez contratações mais caras da história do futebol

  1. Neymar (Barcelona – PSG) – 2017 – 222 milhões de euros
  2. Mbappé (Monaco – PSG) – 2018 – 180 milhões de euros
  3. Dembelé (Borussia Dortmund – Barcelona) – 2017 – 140 milhões de euros
  4. Philippe Coutinho (Liverpool – Barcelona) – 2018 – 135 milhões de euros
  5. João Felix (Benfica – Chelsea) – 2019 – 127,2 milhões de euros
  6. Enzo Fernandez (Benfica – Chelsea) – 2023 – 121 milhões de euros
  7. Griezmann (Atlético de Madrid – Barcelona) – 2019 – 120 milhões de euros
  8. Grealish (Aston Villa – Manchester City) – 2021 – 117,5 milhões de euros
  9. Cristiano Ronaldo (Real Madrid – Juventus) – 2018 – 117 milhões de euros
  10. Hazard (Chelsea – Real Madrid) – 2019 – 115 milhões de euros

A estratégia madridista para trazer Bellingham já leva alguns meses. O mesmo ‘AS' infirmou em março que um emissário merengue havia viajado à Alemanha para se reunir com o jogador e sua família. O objetivo foi conhecer o inglês e vender o Real Madrid como o melhor clube do mundo. De acordo com o jornal, o movimento teria se provado eficaz uma vez que o inglês teria optado pelo Real em detrimento de City e Liverpool.

No Real Madrid, Bellingham faria parte da reformulação do meio-campo que por anos foi dominado por Casemiro, Kroos e Modric. O brasileiro já deixou Madri, dando lugar no time titular a Valverde — Tchouameni e Camavinga foram outras contratações jovens para o setor. Kroos e Modric ainda são titulares, mas o clube entende que ambos estão no fim da carreira.

Interesse da Premier League em Bellingham

Os próprios espanhóis admitem que o interesse em Jude Bellingham é compartilhado com as duas maiores potências dos anos recentes da Premier League, Liverpool e Manchester City.

Nos Reds, o jogador seria um pilar do novo meio-campo de Jürgen Klopp, que também quer promover uma reformulação no elenco após a decepcionante temporada de 2022/23. No entanto, o Liverpool teria desistido da contratação porque o valor estaria fora do orçamento, ainda mais contando que o clube dificilmnete disputará a Champions League no ano seguinte.

Já o City já foi apontado como o primeiro clube a fazer contato oficial com o Borussia Dortmund pelo interesse em Bellingham. Pep Guardiola também teria elegido o inglês como uma prioridade na janela.

Bellingham chama tanta a atenção de gigantes porque, aos 19 anos, já se firmou como uma estrela da Bundesliga e titular da seleção inglesa, com a qual disputou a última Copa do Mundo. O meia chama a atenção não só pela qualidade, mas também pela liderança demonstrada em campo. Na atual temporada, são 11 gols e seis assistências em 39 jogos.

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista formado pela ECA-USP, campineiro e repórter na PL Brasil. Passagens por EL PAÍS, Revista Veja e Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]