Conheça o restaurante xingado por Mourinho, queridinho por boleiros e que serve vinho em homenagem a R10

9 minutos de leitura

“Aqui, quando um jogador me pede um copo d’água, deixo-o esperando por pelo menos 10 minutos, de propósito”. É assim que o italiano Aaron Rutigliano recebe seus clientes no restaurante Gola, em Londres, o queridinho de lendas do futebol e estrelas da Premier League.
 
Localizado bem no meio do caminho entre os estádios Craven Cottage, do Fulham e Stamford Bridge, do Chelsea, o Gola (gula em italiano) oferece, segundo seu proprietário, comida boa, sem cobrar o olho da cara, e um atendimento peculiar – o que, de acordo ele, é sua “técnica infalível”:

— O meu segredo está em tratá-los de maneira indiferente. Eles já estão nos holofotes o tempo inteiro e cheios de tratamentos especiais. Aqui eles se sentem pessoas normais e não celebridades.

Mas como o Gola deixou de ser apenas mais um simples restaurante italiano na capital inglesa e virou point de jogadores e técnicos do mundo todo?

Em 2013, durante a segunda passagem de José Mourinho pelo Chelsea, Aaron teve a ideia de criar uma massa com bacalhau que nomeou de “Special One” e colocou uma placa do lado de fora do restaurante para promover o novo prato, em homenagem ao português.

Certa noite, ele estava com seu funcionário na calçada do Gola fumando um cigarro quando passou uma Mercedes com uma pessoa esbravejando pelo vidro: “Você tem que me pagar por isso!” (apontando para a placa “The Special One”). Não reconhecendo quem era por conta dos vidros escuros e irritado com a situação, Aaron apenas retrucou: “F*ck off!” (vai se f**r, em inglês). E o carro foi embora.

No dia seguinte, uma pessoa descrita por ele como muito alta chegou ao restaurante para jantar e disse: “Hey, você xingou o meu chefe ontem!”. O cliente em questão era Nemanja Matic (ex-Chelsea) e o chefe então xingado: José Mourinho.

mourinho no prato do GOla
José Mourinho homenageado no prato do Gola (Foto: Reprodução/Instagram)

Desde esse dia, Aaron e Matic viraram amigos e o episódio com Mourinho viralizou no vestiário do Chelsea. A partir daí outros jogadores também começaram a frequentar o Gola e o boca a boca foi aumentando.

A clientela conta com nomes como: Roberto Carlos, Pirlo, Zidane, Seedorf, Nesta, Lineker, Shearer, e outros. Logo após a entrevista com a PL Brasil, Aaron recebeu os goleiros do Chelsea, Djordje Petrovic e Marcus Bettinelli, para o jantar.

gola nesta seedorf jorginho
Clarence Seedorf, Jorginho, Nesta e John Terry: Gola é frequentado por campeões (Fotos: Reprodução/Instagram do Gola)

Alguns ex-atletas como Terry, Materazzi e Ronaldinho até possuem vinhos com garrafas personalizadas que foram criadas por um amigo de Aaron, na Itália, e comercializadas por ele em Londres.

“Eu sempre ofereço o vinho do Materazzi aos franceses”, brinca Aaron.

Vinhos em homenagem a Ronaldinho, Marco Materazzi e John Terry no restaurante Gola
Vinhos em homenagem a Ronaldinho, Marco Materazzi e John Terry no restaurante Gola (Foto: Rodolfo Morsoletto/PL Brasil)

No menu, o clássico da comida italiana. O prato mais pedido é o ravioli com pistacho e trufas negras que sai por £ 24 (cerca de R$ 152 reais na cotação atual). Foto (Rodolfo Morsoletto/PL Brasil)

gola 11

Entre os brasileiros como Willian, Jorginho, Andreas Pereira e Thiago Silva é a pizza de mortadela (£14, cerca de R$ 88 reais na cotação atual) que faz sucesso. Jorginho, inclusive, ganhou até uma homenagem após vencer a Champions League em 20/21:

 
Os preços são muito mais em conta quando comparados a lugares badalados frequentados por celebridades, em Londres. No entanto, Aaron comenta que alguns atletas, principalmente os mais jovens, costumam pedir pra pagar a conta com permuta. Isso nos traz a um episódio interessante.

Certo dia, dois jovens jogadores do Genoa foram ao Gola e pediram para pagar a conta com stories no Instagram. Aaron então convidou os dois atletas para se levantarem e irem ao cômodo ao lado onde havia mais clientes jantando. Em uma das mesas estavam Giroud, Hazard, Kanté, Fabregas e David Luiz. Foi então que Aaron respondeu aos jovens:

— Estão vendo aquela mesa?  Ali tem campeão de Copa do Mundo, campeão de Champions League e todos eles, além de pagar a conta, pagam gorjetas aos meus funcionários e fazem post do meu restaurante na internet sem eu pedir nada.

willian david luiz gola
Brasileiros Willian e David Luiz também fazem parte da clientela de peso do restaurante (Fotos: Acervo Pessoal)

Aaron comenta que os jogadores do Genoa quase choraram de vergonha e até se desculparam, pagando a conta normalmente. Segundo ele, um jogador do Real Madrid, que não quis revelar o nome, deixou 5 mil libras em gorjetas, o equivalente a mais de R$ 31 mil. Com alguns atletas, ele até brinca:

— Se você fizer quatro embaixadinhas com uma laranja, pode sair sem pagar a conta. No entanto, eu amasso a laranja e ela fica no formato de uma bola de futebol americano. Até hoje só o Jorginho conseguiu fazer — diz Aaron.

Outra história interessante foi quando um cliente ligou para fazer a reserva e quando Aaron perguntou o nome a pessoa respondeu: “Francesco Totti”. Sua reação imediata foi desligar o telefone. Uma hora depois Totti aparece no restaurante com quatro pessoas para jantar, para a surpresa do proprietário.
 
— Eu disse a ele que uma pessoa nunca pode ligar a um restaurante italiano para fazer uma reserva com nome de Francesco Totti. Todo mundo vai achar que é uma piada.
 
Confira abaixo alguns registros e momentos da boleirada no restaurante italiano.

Aaron Rutigliano, dono do Gola, com o vinho em homenagem a Ronaldinho Gaúcho (Foto: Rodolffo/Morsoletto)
Algumas das pizzas do Gola. Sabor Mortadella é a preferida dos brasileiros (Foto: Rodolffo Morsoletto/PL Brasil)
Parte da carta de vinhos do Gola (Foto: Rodolfo Morsoletto/PL Brasil)
Rodolfo Morsoletto
Rodolfo Morsoletto

Jornalista com passagens por Terra e OneFootball. Foi repórter setorista do XV de Piracicaba e atualmente é correspondente da PL Brasil em Londres.