Quais as principais ligas de futebol feminino?

6 minutos de leitura

O futebol feminino está em franca evolução há anos, e ganhando cada vez mais espaço na mídia. Com a Copa do Mundo feminina se aproximando do início, um questionamento nasce entre os torcedores mais leigos. Afinal, quais são as principais ligas do futebol feminino ao redor do mundo?

A maioria das pessoas está acostumada com as ligas masculinas, e sabe quais são as melhores. Mas o futebol feminino é uma modalidade diferente, que tem suas peculiaridades. Os campeonatos mais fortes das meninas costumavam ser diferentes dos homens, pois muitos clubes bons em futebol masculino não têm interesse em investir nas mulheres.

Porém esse quadro está se modificando ao longo dos anos. Com o crescimento do interesse do público no futebol feminino, os maiores clubes do mundo passaram a investir mais nas meninas. Então, ligas que eram mais dominadas por homens, passaram a se tornar muito fortes entre as mulheres. Um bom exemplo é a Liga Inglesa Feminina, que evoluiu bastante nos últimos anos.

Outra que cresceu bastante no futebol feminino foi a Liga Espanhola que hoje possui a melhor jogadora do mundo: Alexia Putellas, do Barcelona. Aliás o Barça é o carro-chefe desta evolução da Primera División, com um trabalho de divisões de base muito bem feito. O Real Madrid começa a aparecer agora com um projeto bem embrionário que deve gerar frutos nos próximos anos.

As mais tradicionais continuam sendo fortes, como as ligas de Estados Unidos e Brasil. Fora da Europa ainda temos o Japão, Canadá e Austrália como grande centros de futebol feminino. Mas retornando ao esporte europeu é impossível não falar da França, da Alemanha e dos países nórdicos que possuem até uma seleção campeã mundial.

Principais ligas do futebol feminino

Uefa Women's Champions League (Europa)

Hoje a Women's Champions League se tornou a principal liga de clubes do futebol feminino. Nos últimos anos a Liga dos Campeões feminina vem tendo uma grande projeção e um nível de jogo muito elogiado mundo a fora. Além disso, o campeonato tem transmissão em qualquer lugar do mundo. No Brasil, por exemplo, é mostrado gratuitamente pela DAZN no Youtube. Essa divulgação vem ajudando muito na evolução do torneio que outrora era esquecido.

NWSL (Estados Unidos)

A principal liga nacional de futebol feminino continua sendo a NWSL, dos Estados Unidos. Praticamente foi a primeira liga a fazer grandes investimentos na modalidade, dando mais importância ao jogo das mulheres. Os públicos dos estádios também sempre foi muito bom. As grandes craques passaram pelos EUA, como a nativa Hope Solo e a brasileira Marta. Hoje o campeonato continua mantendo as melhores atletas, mesmo tendo mais concorrência.

Chelsea é o maior campeão da Womens Super League (WSL)
Chelsea é o maior campeão da Womens Super League (WSL) – Photo by Icon sport

FA Women's Super League (Inglaterra)

Nos últimos anos os clubes ingleses começaram a dar mais atenção ao futebol feminino e passaram a investir mais dinheiro na modalidade. Com isso, a FA Women's Super League se desenvolveu rapidamente, e hoje abriga provavelmente a maioria das melhores jogadoras da Europa. A liga inglesa caminha para ser a melhor do mundo em pouco tempo se continuar assim.

Brasileirão Série A1 (Brasil)

Outra liga que vem que se desenvolvendo muito (em um ritmo mais lento) é a do Brasil. O Brasileirão Série A1 está cada vez mais conquistando espaço na grande televisiva e atraindo pessoas aos estádios. Recentemente, a maior emissora do país passou várias partidas da liga em rede nacional durante um horário nobre.

Division 1 Féminine (França)

A Liga Francesa também é muito forte no contexto do futebol feminino. A Division 1 Féminine possui o Lyon, que é o clube que mais vezes foi campeão da Women's Champions League. E agora o PSG começa a virar suas atenções para a modalidade também, o que ajuda muito a aumentar a qualidade técnica da liga que já é tradicional.

Frauen Bundesliga (Alemanha)

Bi-campeã mundial, a Alemanha também possui uma liga muito forte. A Frauen Bundesliga é dominada por Bayern de Munique e Wolfsburg. Este segundo, inclusive, é destaque certo na Women's Champions League, sendo até finalista da última edição.

Liga F (Espanha)

A Liga F, da Espanha, vem evoluindo bastante, principalmente com o investimento do Barcelona em seu time, que atraiu também o rival Real Madrid para esta seara. Hoje eles têm a melhor jogadora do mundo em seus gramados, o que ajuda muito na valorização do campeonato.

A-League Women (Austrália)

A A-League Women, liga australiana de futebol feminino, sempre foi uma das mais fortes do mundo, e continua sendo até hoje. Eles ganharam um incremento com a entrada do Grupo City no mercado dirigindo o Melbourne City. Em 2023 as australianas vão sediar a Copa do Mundo juntamente com a Nova Zelândia.

Caian Oliveira
Caian Oliveira

Jornalista. Coordenador especialista em palpites, prognósticos e conteúdo para SEO da PL Brasil.