Fratelli “desastre” D’Itália: Desde título em 2006, a seleção não passa da primeira fase da Copa

Fratelli “desastre” D’Itália: Desde título em 2006, a seleção não passa da primeira fase da Copa
Foto Reprodução: PicsArt

Nesta quinta-feira (24), a Itália foi eliminada na repescagem para Copa do Mundo do Qatar e deu adeus ao seu segundo mundial consecutivo. Entretanto, o curioso é que desde o seu tetracampeonato em 2006, contra a França, o mais longevo que a azzurra alcançou em mundiais foi em duas primeiras fases. Nesse sentido, em 2010 e 2014, respectivamente. A eliminação foi diante da Macedônia do Norte, por 1 x 0.

Tetracampeã em 2006

Antes de mais nada, o time base era formado por: Buffon, Grosso, Materazzi (Nesta), Cannavaro, Zambrotta, Perrotta (De Rossi), Gattuso, Pirlo, Camoranesi, Totti (Del Piero) e Toni, era uma “azarada” antes da competição. Dessa forma, com a conquista do Mundial na Alemanha, tinha encerrado um jejum de 24 anos sem conquistar um título. A princípio, a seleção italiana não era nem de longe a favorita à conquistar o caneco. E sim, o Brasil. Pentacampeã em 2002 era de fato, provável campeão daquela Copa.

Superando seleções como: Gana, Estados Unidos e República Tcheca na fase de grupos e Ucrânia e Alemanha no mata-mata, a gli azzurri chegou à final contra poderosa França de Zinedine Zidane. Dessa maneira, a grande final foi decidida nas penalidades, após empate em 1 x 1 no tempo normal. Depois disso, os italianos bateram os franceses por 5 x 3 com Trezeguet perdendo e fazendo da Itália, Tetracampeã Mundial.

Fracassos após tetra

2010

Em resumo, disputada na África do Sul, Eslovaquia, Paraguai e Nova Zelândia faziam companhia para o time da terra da pizza em seu grupo. Curiosamente, foi derrotada para os eslovacos por 3 x 2 e empataram contra os paraguaios e neozelandeses, por 1 x 1, em ambos os jogos. Terminando assim, no 4° e último lugar.

2014

Assim sendo, no Brasil, a Itália tinha a chance de empatar em títulos com os anfitriões. Porém, não chegou nem perto. Em grupo que tinha a Costa Rica como a sensação daquele mundial, os italianos até venceram a Inglaterra por 2 x 1. Porém, perderam por 1 x 0 para os costa riquenhos e uruguaios.

2018

A Copa do Mundo desse ano foi na Rússia. No entanto, a eliminação italiana não foi ali. Após ter sido segunda colocada nas Elimitórias, onde o primeiro lugar ficou com a Espanha, a Itália foi para repescagem contra a Suécia. Em Estocolmo, os suecos venceram pelo placar de 1 x 0 e avançaram para o mundial.

2022

Essa nem começou, mas a squadra de Roberto Mancini já não vai disputar. Assim como quatro anos anteriores, novamente um segundo lugar nas Eliminatorias. Com a Suíça pegando a vaga, teve nova repescagem. Ou Itália, ou Portugal, ficariam pelo caminho no sonho do Qatar. Nesse interim, os lusitanos fizeram a parte deles, venceram por 2 x 1 a Turquía e avançaram para partida decisiva. Por outro lado, la nazionale, mais uma vez, amargava a desclassificação.

Jogando no estádio Renzo Barbera, em Palermo, diante de 36 mil torcedores, foram derrotados pela Macedônia do Norte por 1 x 0, dando adeus ao país qatarí.